Serpa recebe Rali Flor do Alentejo

Numa organização conjunta da Secção de Motorismo da Sociedade Artística Reguenguense e do Município de Serpa realiza-se nos dias 14 e 15 de setembro, mais uma edição do Rali Flor do Alentejo – Cidade de Serpa, competição pontuável para o Campeonato do Sul de Ralis e para o Desafio Kumho Portugal.

Rali Flor do Alentejo – Cidade de Serpa

Este carismático rali alentejano apresenta um figurino semelhante à edição de 2017, uma vez que as sete Provas Especiais de Classificação se disputam apenas num dia; três passagens pelos troços de Brinches (12 kms) e Santa Iria (9,35 kms) e uma super-especial noturna no final a fechar a prova.

SerpaA prova tem início 6ª feira à tarde com a realização das verificações administrativas e técnicas facultativas e a partir das 20:30 realizam-se as obrigatórias.

Sábado pelas 9:30 é dada a partida ao 1º Concorrente para a primeira passagem pela Pec 1 (Brinches 1), numa extensão de 12 quilómetros, seguindo-se, pelas 10:58, a primeira passagem pela Pec 2 (Santa Iria 1), com 9,35 quilómetros.

Os Concorrentes voltam a Brinches (Brinches 2) para a segunda passagem cerca das 11:51 e depois uma incursão pelo Parque de Assistência.

Os carros voltam à estrada às 13:34 para a segunda passagem por Santa Iria 2, e até final da 1ª secção segue-se Brinches 3, pelas 14:37 e Santa Iria 3 às 15:30.

Segue-se uma nova entrada na Assistência e posteriormente em Parque de Reagrupamento até às 21:57, hora marcada para o início da super-especial Serpa, com 2 quilómetros de extensão no interior da cidade de Serpa.

A entrega de prémios decorrerá pelas 23:30 junto ao Parque Fechado.

Em 2017, a prova do teve como vencedora à geral a dupla Márcio Marreiros/Rui Serra em Mitsubishi Evo IX enquanto Carlos Martins/Daniel Amaral, em Citroen DS3 foram os mais rápidos na estrada, vencendo o grupo X5.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto: Bruno Coutinho

Parceiros