Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Sofia Sá e Tomás Silva seguraram e dilataram a sua liderança

Sofia Barroso Sá e Tomás Silva não só seguraram como dilataram ontem (sexta-feira) as suas lideranças no Solverde Campeonato Nacional PGA, que hoje se decide no Oporto Golf Club, em Espinho, com prémios monetários no valor de 13.400 euros.

Entretanto, no torneio da PGA de Portugal e da Federação Portuguesa de Golfe deu-se hoje início à competição de seniores e Joaquim Sequeira saltou para a frente da classificação.

Susana Ribeiro, vice campeã nacional, procura recuperar o título – Foto: PGA de Portugal

Ontem era um dia importante para Susana Ribeiro

Ontem era um dia importante para Susana Ribeiro, a campeã nacional de 2015, 2016 e 2017 tentava atacar o comando, mas a profissional do Guardian Bom Sucesso Golf só fez 1 birdie, logo no seu primeiro buraco (o 10.º) e as 81 pancadas da sua segunda volta, 10 acima do Par, não lhe permitiram incomodar Sofia Sá que também não teve um bom dia.

Sofia Sá sempre discreta

A jovem amadora de apenas 15 anos, sempre discreta, também só converteu 1 birdie (tinham sido 5 na véspera), para uma segunda volta de 78, 7 acima do Par e mais 8 do que no primeiro dia.

Mas o certo é que, apesar de tudo, a liderança de Sofia Sá passou de 1 escassa pancada anteontem para 4 ontem, já que apresenta um total de 148 (+6), face às 152 (+10) de Susana Ribeiro.

Sofia Sá
Sofia Sá, com apenas 15 anos, lidera após a segunda volta – Foto: PGA de Portugal

Quem aproveitou o chamado ‘moving day’ foi Mónia Bernardo, campeã nacional em 2007, 2001 e 2014, mas há alguns anos afastada da competição a sério, dedicando-se ao ensino. A madeirense residente no Algarve fez o melhor resultado do dia no torneio feminino de 75 (+4), com 3 birdies, e está com um total de 153 (+11) a apenas 1 pancada de Susana Ribeiro.

Tomás Silva dá-se cada vez melhor com as condições de jogo

No torneio masculino, Tomás Silva dá-se cada vez melhor com as condições de jogo do histórico campo de Espinho e se ontem fez uma das suas melhores voltas em 63 (-8), hoje controlou a liderança com uma segunda ronda de 69 (-2), para dilatar o seu comando de 3 para 5 pancadas, com um total de 132 (-10), um bom resultado.

Tomás Silva
Tomás Silva, campeão nacional de 2018, lidera – Foto: PGA de Portugal MR

O campeão nacional de 2018, a tentar o bicampeonato, teve um percalço quando perdeu 3 pancadas nos buracos 15 e 16, mas reagiu em grande com birdies nos buracos 17 e 18.

E se ontem era perseguido por Tomás Bessa e Tomás Melo Gouveia, hoje o seu ‘delfim’ é João Carlota, já por três vezes vice-campeão nacional, que somou boas voltas de 68 (-3) e 69 (-2) para assumir a segunda posição.

Quem está a distinguir-se pela segunda semana seguida entre profissionais é Pedro Silva, o jovem de 17 anos que na semana passada foi o melhor amador no Open de Portugal @ Morgado Golf Resort do Challenge Tour e que agora ocupa também esse estatuto com um bom 5.º lugar entre 42 participante.

Pedro Silva é um dos raros quatro jogadores a jogarem os dois dias abaixo do Par e junta voltas de 70 (-1) e 69 (-2), para um agregado de 139 (-3), empatado no tal 5.º posto com Tomás Bessa (66+73).

Joaquim Sequeira pode recuperar o título nacional – Foto: PGA de Portugal

Joaquim Sequeira poderá recuperar o título

No torneio de seniores, Joaquim Sequeira poderá recuperar o título e surge na frente aos 18 buracos, com 74 pancadas, 3 acima do Par.

Tem atrás de si o campeão do ano passado, José Dias, com 76 (+5). Também nesta prova há um amador a sobressair, Fernando Serpa em 3.º com 77 (+6).

Texto: Hugo Ribeiro
Foto: PGA de Portugal

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta