SPORTING E OLIVEIRENSE MANTÊM INVENCIBILIDADE

Sporting

Foto: Sport Flash Solutions

Numa noite de quarta-feira dedicada a cinco jogos da quarta jornada da fase de grupos da Taça Hugo dos Santos, o Sporting CP e a UD Oliveirense mantiveram-se invictos.

O SL Benfica, Imortal LUZiGÁS e Portimonense Viva Portimão também somaram triunfos.

Fonte: Federação Portuguesa de Basquetebol

Grupo A

Oliveirense ultrapassou o CD Póvoa

A Oliveirense preservou o comando, depois de ultrapassar o CD Póvoa ESC ONLINE por 86-83 após prolongamento.

O conjunto poveiro ofereceu bastante réplica e esteve na liderança do resultado durante largo tempo. No terceiro quarto, a turma forasteira chegou a dispor de 15 pontos de vantagem (41-56), mas os donos da casa reagiram.

Com um parcial de 21-10 nos derradeiros 10 minutos, a Oliveirense empatou a contenda e levou a questão para tempo extra. E aí, os anfitriões aplicaram um parcial de 10-7 e somaram mais um triunfo.

A Oliveirense apontou 11 triplos, roubou a bola em 11 ocasiões e contou com o duplo-duplo de Darius Carter (16 pontos e 11 ressaltos).

Já o Póvoa conquistou 48 ressaltos e beneficiou da prestação de Gonçalo Delgado (20 pontos e nove ressaltos).

Foto: Federação Portuguesa de Basquetebol

Benfica recebeu e bateu o Esgueira Aveiro

No Pavilhão Fidelidade, o Benfica recebeu e bateu o Esgueira Aveiro OLI por 77-53.

Apesar do resultado final, a tarefa dos “encarnados” não foi fácil, já que ao intervalo se verificava uma igualdade a 34 pontos.

No regresso dos balneários, o Benfica encetou parciais de 27-12 e 16-7 e fugiu em definitivo, numa partida em que registou 11 triplos, 53 ressaltos e 24 assistências.

Do lado “encarnado”, Terrell Carter deu espetáculo (valorização de 40 – 23 pontos e 16 ressaltos).

No Esgueira, realce para os seus 10 roubos de bola.

Foto: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Grupo B

Sporting superou o FC Porto

Num “clássico” entre equipas que estavam com os mesmos pontos, o Sporting superou o FC Porto por 81-71.

Os “leões” estiveram por cima na primeira parte, tendo chegado ao intervalo com uma vantagem de 15 pontos (51-36).

A formação “azul e branca” puxou dos galões e chegou a quase alcançar (65-63) o Sporting, mas uma ponta final em grande estilo dos “verde e brancos”, traduzida numa parcial de 16-8, decidiu a questão.

O Sporting obteve uma eficácia de 59% a lançar de dois pontos, ganhou 43 ressaltos e tirou proveito da tremenda exibição de Eddie Ekiyor (valorização de 44.5 – 29 pontos e 19 ressaltos).

sporting
Foto: Sport Flash Solutions

Imortal sorriu frente ao Vitória SC

A norte, o Imortal sorriu (72-80) no reduto do Vitória SC.

O emblema algarvio esteve quase sempre no comando das operações e o seu avanço situou-se mesmo nos 16 pontos (25-39).

Nos últimos minutos os “conquistadores” passaram para a dianteira, só que o Imortal ainda tinha uma palavra a dizer e acabou muito bem o encontro, com um parcial de 3-15.

O Imortal converteu 37 dos 42 lances livres a seu favor e teve em Trevond Barnes (23 pontos) um atleta inspirado.

Nos minhotos, autores de nove triplos e nove roubos de bola, Dzmitry Riuny obteve um duplo-duplo (15 pontos e 12 ressaltos).

Foto: Sport Club Lusitânia

Portimonense vence o Lusitânia

Também se verificou um triunfo algarvio (86-79) na receção do Portimonense ao Lusitânia EXPERT.

A equipa de Albufeira nunca esteve em desvantagem, mas a vitória não foi fácil, visto que o opositor açoriano, mesmo no último quarto, esteve por perto.

O Portimonense registou 65% de eficácia nos lançamentos de dois pontos, só falhou dois lances livres (14/16), conquistou 44 ressaltos, obteve 23 assistências. Moussa Kone apontou 20 pontos no emblema de Portimão.

Já o Lusitânia, protagonista de 10 roubos de bola, viu Malik Bowman (17 pontos) sobressair.

Parceiros

Deixe um comentário