Susana Pontes, ambicionava o Ouro (faltava à minha coleção)

Susana Pontes

Susana Pontes

Susana Pontes a senhora orientista que se segue, que juntamente com Daniel Marques, ambos a representarem o COC – Clube de Orientação do Centro, conseguiram quatro títulos, em igual número de participações no mesmo evento.

Mais artigos sobre a competição

MTBO 2021 recebe a elite Mundial da Orientação em BTT

Mundial de Masters de Orientação em BTT, Portugal conquista o Ouro

Marisa Costa destaca-se no Europeu de Orientação em BTT

Marisa Campeã Europeia e Artur conquista a prata

Marisa Costa com Ouro e Davide Machado com Bronze nos Europeus de Orientação

Daniel Marques estreia-se com 4 títulos de Campeão Mundial

Página da competição.

Site oficial da competição.

Instagram da competição.

Texto: Henrique Dias/OPraticante.pt

Susana Pontes
Susana Pontes

Susana Pontes “…fazer o que mais gosto…só tenho pena de não ter começado mais cedo!!!”

E ouvimos a orientista Susana Pontes, que nos referiu sobre o evento “Desde que foi remarcado a data do presente Campeonato Mundial de Veteranos, nunca foi certeza absoluta que conseguiria participar nos 4 dias do evento (por questões profissionais)…

No entanto, desde que existiu a possibilidade treinei com esse mesmo objetivo. E como concretização final obter as 4 primeiros lugar, foi muito especial…

Não digo que não ia no pensamento o alcançar desse feito, a conquista das 4 medalhas douradas, mas não conhecia as adversárias.

Na Orientação, tudo corre bem só após o conhecimento do resultado final, até lá é incerto…

Ou seja, faltam chegar as adversárias e a verificação de que tudo o que fizemos foi correto fica na espectativa após o cortar da meta!!!

Poderão ser poucos segundos, mas que parecem uma eternidade…” declarou sobre os resultados alcançados

Susana Pontes

Como correram as quatro provas

Sobre cada uma das provas em que participou, descriminou “Partida em Massa, parto logo à frente, imponho ritmo, vou-me cruzando com as adversárias que me pareciam estar ao mesmo ritmo.

Cometo um erro de “principiante” para um ponto… não sei como estará a correr às colegas de escalão… a partir daí coloco um ritmo forte, sem me lembrar que tinha provas nos dias seguintes!

Quando cheguei perguntei qual o meu resultado. Fiquei satisfeita com o 1 lugar, mas não com a minha prestação.

Média, entro mais calma e mais concentrada, ou não… perdi logo 56″ para o ponto 1.

As minhas entradas em prova são sempre “tremidas”… Após essa perda, diminuo o ritmo e lá vou, bem e cometendo cada vez menos hesitações.

Nesta etapa, o calor fez-se sentir e as pernas começaram a manifestar-se… Tive de abrandar, mas sem perder a noção do que estava a fazer…

Foi uma boa prova, ouvindo o corpos e adaptando a orientação às condições que se faziam sentir.

Susana Pontes

Longa, foi o “menu” especial que foi preparado. Mapa com uma rede de caminhos muito bom, associado a um traçado de percurso que nos fazia pensar, analisar e não perder o contato com o mapa.

A orientação é isto, difícil para desafiar e tornar cada vitória mais “saborosa”.

Após duas etapas, a gestão de esforço era essencial, entrada no mapa desta vez muito aceitável e após meia prova, gastar o que existia. Posso dizer que este primeiro lugar foi muito bem conquistado!!

Sprint, prova curta e rápida, não podia dar-me ao luxo de perder tempo… pois tecnicamente não era difícil, mas sendo eu perita em complicar, tentei não fazê-lo…

Mas nesta tive de esperar para saber o tempo das adversárias para ter certa a vitória… esta não foi tao clara!!

Susana Pontes

1ª medalha em 2012, na sua primeira internacionalização.

Em termos numéricos o primeiro lugar, no Campeonato do Mundo de Veteranos, é muito significativo e não escondo que ambicionava (faltava à minha coleção).

Mas um 19º lugar, atingido em Montalegre no escalão elite, não esqueço.

Também continua a ser prestigiante as 13 Taças de Portugal consecutivas conquistadas e trabalhadas em OriBtt.

Ainda, a 1ª medalha (3º lugar) em 2012, no Campeonato do Mundo de Veteranos, na Hungria, por ter sido a minha primeira internacionalização.” mencionou a Susana Pontes sobre o valor destas medalhas conquistadas.

Para concluir a Susana falou do seu futuro “O que muda na minha vida, nada muda significativamente, tenho os pés bem assentes e sei que a mais valia que me trás é a minha motivação para continuar a trabalhar.

Tendo eu agora 50 anos, para mim será muito bom manter-me bem para quem sabe ainda poder subir a mais uns pódios internacionais, e fazer o que mais gosto…só tenho pena de não ter começado mais cedo!!!

Terminou a entrevista dizendo sobre a visibilidade da modalidade “Relativamente a participantes e visibilidade da modalidade, tenho feito a minha parte nas escolas em que passo… tenho deixado vários materiais e os professores têm aderido…

Confesso que só não me tornei mais visível, durante esta carreira de orientista porque sou um pouco preguiçosa com as redes sociais…

Susana Pontes
Daniel Marques e Susana Pontes do COC conquistaram 4 medalhas cada um deles

Daniel Marques e Susana Pontes Tetra-Campeões

Para terminar as declarações do presidente do COC – clube de Orientação do Centro sobre as prestações e conquistas dos dois orientistas que os representam

Os brilhantes resultados obtidos pelos nossos atletas Daniel Marques e Susana Pontes no Campeonato do Mundo de Veteranos em Orientação de BTT, são o culminar de muitos anos de trabalho, empenho e dedicação à modalidade.

Há 20 anos iniciaram a sua longa carreira desportiva nas seleções nacionais na Austrália.

Hoje são ambos tetra campeões mundiais em ORI BTT após terem feito o pleno nas provas de Mass Start, Média, Longa e Sprint com o gosto especial de vencerem em casa.

É um orgulho enorme para o COC ter na sua equipa atletas com este brilhantismo que elevam bem alto o nome do clube e de Portugal. Fizeram história.

São um exemplo e uma fonte inspiradora para os jovens que começam a dar os primeiros passos na modalidade e uma fonte motivadora para todos os atletas.

Com treino, perseverança, muita resiliência e crer, é possivel atingir os nossos sonhos.

Muitos parabéns aos atletas e à Federação Portuguesa de Orientação pela excelente organização dos Campeonatos da Europa de Jovens, Juniores e Elites e Campeonatos do Mundo de Veteranos.

Parceiros

Deixe uma resposta