TEODÓSIO, ARAÚJO E MEEKE PARTEM COMO FAVORITOS PARA CONQUISTAR TÍTULO NACIONAL

Foto: Facebook de Ricardo Teodósio

Os pilotos Ricardo Teodósio (Hyundai i20), Armindo Araújo (Skoda Fábia) e o norte-irlandês Kris Meeke (Hyundai i20) lideram a armada de favoritos no ‘assalto‘ ao título nacional de ralis, cujo campeonato arranca este fim de semana, em Fafe.

Leia também

RALLY SERRAS DE FAFE ABRE CPR

Fonte: Lusa

Rali Serras de Fafe, Felgueiras e Boticas recheado de pilotos internacionais

O Rali Serras de Fafe, Felgueiras e Boticas apresenta-se com uma lista de inscritos recheada de pilotos internacionais, que aproveitam esta prova para tomar contacto com os troços minhotos já a pensar no Rali de Portugal, em maio, a contar para o Campeonato do Mundo.

Entre eles não estará um dos animadores da edição passada, o bracarense Miguel Correia, que decidiu fazer uma pausa na carreira.

Depois de uma carreira em crescendo, que me levou ao pódio nas últimas edições do CPR.

Onde consegui ser vice-campeão em 2023, optei por fazer uma pausa pensada na carreira desportiva, de forma a tirar ilações para o futuro tanto a nível pessoal e profissional como desportivo“, escreveu nas redes sociais o piloto Miguel Correia.

A este afastamento não será alheio o envolvimento do principal patrocinador, a Socicorreia, no processo que investiga suspeitas de corrupção na Madeira, mas também nos Açores.

Foto: Facebook de Miguel Correia

Ricardo Teodósio, procura em 2024 o quarto título da carreira

Já o campeão em título, o algarvio Ricardo Teodósio, procura em 2024 o quarto título da carreira, ele que compete precisamente com o número 24 no seu Hyundai.

Não temos nada a provar a ninguém, uma vez que já todos sabem o nosso valor.

Entramos como um dos principais favoritos, fruto do triunfo do ano passado.

Mas vamos ter adversários de muito valor, com natural destaque para o nosso companheiro de equipa Kris Meeke, que, especialmente nas zonas mais lentas dos troços, se tem demonstrado mais eficaz“, sublinhou Teodósio.

Armindo Araújo, que perdeu o título em 2023 para o piloto algarvio, num ano em que sofreu um violento acidente precisamente nesta prova, aposta em recuperar a coroa de campeão.

A continuidade do projeto com a The Racing Factory dá-nos todas as garantias para encararmos as oito provas do calendário com o mesmo objetivo de sempre, que é tentar chegar à vitória.

É dessa forma que olhamos para cada rali e o nosso foco não poderia ser diferente“, frisou.

Foto: Facebook de Ricardo Teodósio

Kris Meeke “…honrar a memória do Craig Breen”

Quem se mantém no campeonato é Kris Meeke, chamado no ano passado a substituir o malogrado Craig Breen na Hyundai Portugal.

O norte-irlandês venceu quatro das cinco provas em que participou em 2023 e parte como um dos principais favoritos.

Estou focado em trazer os melhores resultados para a equipa e, dessa maneira, honrar a memória do Craig Breen“, prometeu.

Kris Meeke – Foto Team Hyundai Portugal

Outros pilotos em destaque no Rali Serras de Fafe, Felgueiras e Boticas

A estes nomes juntam-se José Pedro Fontes (Citroen C3), outro antigo campeão nacional, Pedro Almeida (Skoda Fabia), João Barros (VW Polo GTI), Pedro Meireles (Hyundai i20 N), Paulo Neto (Skoda Fabia), Ernesto Cunha (Skoda Fabia), Diogo Salvi (Skoda Fabia), Lucas Simões (Ford Fiesta R5 MK II) e Ricardo Filipe (Skoda Fabia), bem como, pelo menos nesta prova, o campeão açoriano Rúben Rodrigues (Skoda Fabia).

Entre os pilotos forasteiros inscritos na prova organizada pelo Demoporto, o destaque vai para o boliviano Marco Bulacia, piloto oficial da Citroen Racing, que inicia em Fafe a sua preparação para um programa de sete provas no WRC2 com a estrutura da portuguesa Sports & You.

De Espanha, e ainda na categoria Rally2, vão correr em Fafe o veterano Alexander Villanueva (Skoda Fabia RS), campeão em título da WRC Masters Cup, e o jovem Sergi Pérez (Hyundai i20 N), um dos mais promissores pilotos do país vizinho e que, em 2023, venceu a Peugeot Rally Cup Ibérica.

O Rali Serras de Fafe, Felgueiras e Boticas arranca sexta-feira com as primeiras três especiais (duas em Boticas e uma em Fafe) ficando as restantes oito reservadas para sábado, incluindo o troço de Lameirinha, com o mítico salto que integra, também, a prova mundialista.

Parceiros

Deixe um comentário