“TRAIL ENCOSTAS DE XIRA” PROPORCIONA BELOS TRILHOS AOS PARTICIPANTES

Encostas de Xira

Foto: João Delgado

Os Alverca Urban Runners, chamaram a si a responsabilidade, de dia 11 de Setembro de 2022, organizarem a 1ª edição de um Trail, o TEX – Trail “Encostas de Xira”, que permitisse dar a conhecer a riqueza natural do Concelho de Vila Franca de Xira.

Foram cerca de 500 os atletas que se apresentaram na Quinta Municipal de Subserra, em São João dos Montes, para participarem no TEX – Trail “Encostas de Xira”, os quais tinham à sua disposição duas provas competitivas:

Trail Longo com 25 km e cerca de 1.100 metros de desnível acumulado positivo;
Trail Curto com 16 km e 600 metros de desnível acumulado positivo;
assim como uma caminhada com 10 km com duas vertentes, a livre ou guiada.

Leia também

TEX – TRAIL ENCOSTAS DE XIRA, O CAMPO NA CIDADE COM O TEJO AOS PÉS

Texto: Nuno Lucas // OPraticante.pt
Fotos: João Delgado / Organização / RUN 4 FFWPU

Foto de capa da autoria de João Delgado

Encostas de Xira
Foto: TEX – Trail “Encostas de Xira”

TEX – Trail “Encostas de Xira”

Nada foi deixado ao acaso e anteriormente já tínhamos recebido através de correio electrónico o Guia do Atleta, com todas as informações essenciais para termos um fantástico dia na prática deste desporto que escolhemos para libertar todas as situações de stress que acumulamos durante a semana.

Quando chegámos à Quinta, a animação já reinava, seguimos para o Secretariado e foi de forma rápida que confirmámos a nossa presença e recebemos o saco contendo o dorsal e a bonita camisola, alusiva à prova.

O Speaker era incansável e os fotógrafos não paravam de registar o momento, conforme nos íamos juntando, agora já devidamente equipados e prontos para mais um desafio.

“Rocket Girl”, Sofia Roquete e o inspirador Padrinho Rodolfo Deyllot – Foto: RUN 4 FFWPU

Após apresentação da Madrinha da Prova, a “Rocket Girl”, Sofia Roquete e o inspirador Padrinho Rodolfo Deyllot, são feitas as recomendações finais.

Somos chamados para a zona de partida e arrancamos em vagas, conforme a distância que nos tínhamos proposto completar, com o ritmo a ser marcado pelos PORBATUKA, um dos mais originais grupos de percussão de Portugal.

Ao sair da Quinta, somos logos presenteados pelos belos trilhos que percorrem a Serra de Á-do-Formoso, que permitiu que nos estendêssemos ao longo do percurso antes de começarem as zonas mais técnicas.

Foto: João Delgado

Parabéns à organização pelo trabalho desenvolvido em prol dos atletas

Já tínhamos sido avisados do desnível positivo que nos esperava, o que veio a confirmar-se com um exigente percurso com subidas longas e desgastantes, mas também divertidas descidas, algumas bastantes técnicas, passagem por locais com lindas vistas sobre o Rio Tejo, sendo visível que a Organização se tinha esforçado na limpeza, marcação e escolha dos melhores trilhos.

Percorremos o bonito Jardim da Quinta Municipal do Sobralinho, subimos ao Miradouro de Alhandra, onde está colocado o monumento a Hércules e aos Defensores das Linhas de Torres Vedras, erguido em 1883, no local de onde tinha inicio o sistema militar defensivo, que ficou conhecido como as Linhas de Torres Vedras.

Encostas de Xira
Foto: TEX – Trail “Encostas de Xira”

As Linhas de Torres Vedras era consistituida pela fortificação de pontos chaves para controlar os caminhos de acesso à Capital, sendo construído com grande secretismo entre 1809 e 1810, pelas tropas Luso-Britânicas como defesa contra os exércitos Napoleónicos.

Descemos até Alhandra, onde estava colocado o abastecimento, havendo inclusive uma garrafa de Licor Beirão, para ser saboreado e como não gosto de ver ninguém a beber sozinho, lá tive que provar um cheirinho, mas não podia ficar por ali, com as forças recuperadas, arranquei pronto para completar os kms que faltavam.

Pouco depois vejo ao longe a Quinta e começo a ouvir a música, mas ainda faltava uma longa descida, seguida de uma cansativa subida até podermos atravessar o Arco da Meta e concluir mais um desafio, sendo presenteados com um porta-chaves referente à prova e ao vinho municipal “Encostas de Xira”.

Foto: João Delgado

A alegria da superação, venha a edição de 2023

Muita era a energia positiva libertada por quem ia concluindo a sua prova e irradiavam alegria conforme se iam cumprimentando os amigos e companheiros de corrida, em que todos tinham alguma história para contar.

Após o merecido banho, faltava um dos momentos mais esperados, o almoço em convívio à sombra das enormes árvores, em que tivemos direito a sopa e uma deliciosa bifana de um muito bem assado porco no espeto.

Tratou-se de uma prova muito bem organizada em que nada foi deixado ao acaso, tendo os Alverca Urban Runners demonstrado um grande profissionalismo e gosto em bem receber, assim como todos os voluntários uma grande simpatia que nos proporcionou um belo dia de desporto e convívio.

Fico à espera da 2ª Edição, que segundo soube, já está agendada para 10 de Setembro de 2023 e que esta parceria com OPraticante.pt se mantenha por muitos anos e podem contar comigo na próxima.

Equipa de OPraticante.pt, da esqª para a Dtª, Hélder Varanda, Nuno Lucas e Óscar Lopes – Foto: RUN 4 FFWPU

OPraticante.pt no pódio individualmente e coletivamente

OPraticante.pt alcançou o 1º Lugar por Equipas em Masculino, sendo representado pelo Hélder Varanda, 6º da Geral e 3º do escalão M40, Óscar Lopes, 26º da Geral e 10º do escalão M40 e Nuno Lucas, 31º da Geral e 7º do escalão M50.

O Trail Longo, teve como vencedora feminina, Sofia Roquete, que completou os 25Km em 02:48:10, seguida pela Suse Oliveira, com 03:06:03 e pela Marina Alves, com 03:13:16.

Em masculinos, o Trail Longo teve em François Vie, que completou os 25Km, em 02:15:57, o vencedor da distância, seguido pelo Ricardo Parada, com 02:28:03 e pelo Ricardo Silva, com 02:30:12.

Pódio geral dos 25 kms – Foto: RUN 4 FFWPU

No Trail Curto venceu Joana Cordeiro, que completou os 16 Km em 01:47:53, seguida por Catarina Picamilho, com 01:53:19 e pela Ana Mestre com 02:00:56.

O vencedor masculino do Trail Curto foi Carlos Oliveira, que completou os 16 Km em 01:28:30, seguido pelo José, com 01:32:34 e pelo Alex Tavares com 01:32:37.

Podes consultar todos os resultados na página da Recorde Pessoal.

Parceiros

Deixe um comentário