WALGODE, MANOS SÃO CAMPEÕES DO MUNDO DE PATINAGEM ARTÍSTICA

Walgode

Ana Walgode e Pedro Walgode

Os irmãos Ana e Pedro Walgode conquistaram a medalha de ouro na especialidade de Pares de Dança, nos World Skate Games 2022, em Buenos Aires.

Evento

Fonte: Federação de Patinagem de Portugal
Foto: Raniero Corbelletti

Ana Walgode e Pedro Walgode são Campeões do Mundo de Patinagem Artística – Pares Dança

O par, que tinha alcançado a primeira posição na prova de Style Dance, voltou a conquistar o lugar cimeiro, com a prova de Freedance, vencendo o título de Campeão do Mundo para Portugal.

No final da prova, Ana Walgode revelou um sentimento de extrema felicidade e explicou que este título é o culminar de uma época que foi «mesmo tudo o que sonhámos».

«Merecemos muito e esta época conseguimos ser Campeões dos Jogos do Mundiais, Campeões da Europa, Campeões Nacionais e Campeões do Mundo».

A atleta revelou que «há duas semanas tive uma lesão no pé e achava que nem sequer ia conseguir competir e consegui.

Sei que sou forte e o meu irmão esteve sempre ao meu lado. É fantástico conseguir este título e deixar Portugal orgulhoso», concluiu.

Para Pedro Walgode, esta conquista significa «o reconhecimento de todo o trabalho investido: já são tantos anos – começámos em 2004 e o par tem oito anos.

No início começámos e nem sequer sabíamos se o projeto ia funcionar.

Chegar ao título mundial, numa época como esta, com cinco ouros, foi a cereja no topo do bolo, não podíamos estar mais felizes», disse.

Ana Walgode e Pedro Walgode na consagração do resultado

«esta medalha de ouro é um resultado histórico»

O Diretor Técnico da Patinagem Artística, Filipe Sereno, considerou que o balanço da especialidade de Dança nestes WSG2022 «é extremamente positivo.

Com o decorrer da competição, os atletas portugueses conseguiram alcançar resultados de excelência e finalizamos esta fase com a medalha de ouro nos Pares de Dança Seniores».

Sereno frisou esta conquista realizada por «dois atletas com enorme experiência, que deram muito à modalidade e que são um exemplo para os atletas no presente e do futuro».

O técnico sublinhou que «esta medalha de ouro é um resultado histórico.

É a primeira vez que conseguimos um primeiro lugar num Campeonato do Mundo em Pares de Dança Seniores e vai ser certamente um incentivo e um estímulo para os atletas portugueses no futuro».

Ana Walgode e Pedro Walgode

José Raimundo, Vice-Presidente da FPP para a Patinagem Artística, considerou este como «um momento marcante para Portugal» pelo facto de ter sido «a primeira vez que temos um par campeão do mundo no escalão máximo da Patinagem Artística».

Raimundo descreveu o momento «num pavilhão cheio, com um público completamente emocionado com a apresentação do par português, o que nos faz transbordar de alegria, orgulho».

Felicitou «o trabalho que foi desenvolvido até aqui, quer pelo par, quer pelos nossos selecionadores e toda a estrutura técnica e médica».

O presidente da FPP Luís Sénica, esteve presente em Buenos Aires, a assistir à competição, e fez questão de felicitar os atletas portugueses pela conquista do título.

Esta é a terceira medalha para Portugal nos WSG22, na especialidade de Dança: Andreia Oliveira e Diogo Costa, venceram a medalha de bronze em Pares de Dança, no escalão de Juniores e Diogo Costa sagrou-se Vice-Campeão do Mundo, em Solo Dance, também no escalão de Juniores.

Parceiros

Deixe um comentário