Banner superior
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Previsões de mau tempo encurta Clássica

Percurso encurtado na Clássica da Arrábida devido às previsões de mau tempo, decisão tomada depois da reunião de directores desportivos hoje realizada.

Clássica da Arrábida

As previsões de mau tempo e a necessidade de preservar a segurança de toda a caravana, especialmente dos 135 ciclistas em prova, levou a organização da Clássica da Arrábida a encurtar o percurso da prova internacional de ciclismo de estrada, que se realiza neste domingo, entre Sesimbra e Setúbal.

O traçado terá 145,4 qulómetros em vez dos 169,6 inicialmente previstos. A partida será dada às 12h00, na Avenida da Liberdade, em Sesimbra, prevendo-se a chegada para cerca das 15h45, na Avenida José Mourinho, Setúbal.

Reunião de directores desportivos

Uma das partes do percurso que teve de ser anulada foi o troço de terra batida na Estrada da Cobra, em Palmela. Ainda assim, o pelotão vai encontrar três outros setores de macadame, que na tarde deste sábado sofreram alguns trabalhos de manutenção para que fosse preservada a segurança dos corredores.

Fase inicial da prova será essencialmente plana

A fase inicial da prova será essencialmente plana, destacando-se os três troços de terra batida. O primeiro setor encontra-se na Estrada de Lagameças, ao quilómetro 59,1, tendo uma extensão de 1,5 quilómetros. Segue-se, ao quilómetro 63,8, o troço de Cajados, com uma extensão de 1700 metros. O terceiro setor, ao quilómetro 67,5, tem 1,4 quilómetros, na zona do Golfe do Montado.

Depois das zonas de macadame, entra-se na fase mais acidentado do percurso, com quatro contagens de montanha. O primeiro é de segunda categoria e está instalado em Palmela, ao quilómetro 95,9. Os restantes são de terceira categoria: Alto das Necessidades (km 108,8), Alto de Picheleiros (Km 117,1) e Arrábida (Km 130,8).

Reunião de directores desportivos

O pelotão será composto por 135 corredores, em representação de 20 equipas.

Participam as nove formações continentais e as cinco de clube portuguesas, às quais se juntam a Equipa Portugal – Rúben Guerreiro, Ricardo Vilela, José Mendes e Daniel Viegas -, a Caja Rural-Seguros RGA, a Euskadi Basque Country-Murias, a Team Wiggins, a Lokosphinx e a equipa Aluminios Cortizo-Anova.

Texto / Fotos: UVP / FPC

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta