Chuva forte, frio e vento no Odemira Bike Race

O concelho de Odemira, foi palco de mais uma edição do Odemira Bike Race 2016, prova de BTT realizada em duas etapas, com participantes a solo e em duplas, a serem premiados com chuva forte, muito frio e vento.

Foi um fim de semana em cheio para os praticantes de BTT, com os melhores trilhos do concelho de Odemira, um dia de sol, um dia de chuva, um dia de pó, um dia de lama, atletas em competição, atletas em pura diversão e lazer.

Odemira Bike Race

Odemira Bike Race um evento com tudo e para todos.

E como referiu Rui Matias do Grupo Desportivo de Santa Cruz/Litoral Motors, “com dias assim, não sei como alguém pode ficar em casa”.

José Gouveia do Clube BTT de Azeitão, referiu no seu blogue:

1º Dia
A meteorologia estava favorável, o percurso é que não era muito ao meu gosto, com um sobe e desce constante. Mas como o objectivo era desfrutar, iniciei a prova em contenção e ao longo da mesma como me ia sentindo bem, fiz uma 2ª parte a um bom ritmo, mantendo-me sempre junto de uns tantos participantes na casa dos 20/30 anos.

 

2º Dia
Bem, no 2º dia o percurso era mais ao meu gosto, mas a meteorologia é que não era muito animadora, prevendo-se chuva forte, muito frio e vento.
Odemira Bike RaceAssim, lá fui motivado como sempre e os primeiros 30 Kms foram feitos a um bom ritmo até se chegar ao início da grande subida do dia. A chuva intensificou-se, o frio era muito acompanhado de rajadas.
Feita a subida, era só gerir bem o esforço e a atenção no percurso muito traiçoeiro pela lama e buracos existentes nos trilhos.
Mas o pior foi ao Km 43 quando a corrente se danificou devido à muita lama e tive que retirar 4 elos. Com os dedos gelados fazer esta operação mecânica não é fácil, mas ao fim de uns 20 minutos lá resolvi a situação.
Com este percalço a corrente estava curta não permitindo desenvolver andamentos altos. Para agravar, quando necessitava do prato pequeno, tinha que desmontar e meter manualmente.
A partir desta altura, o andamento foi baixando, rolando com muita dificuldade mecânicamente e fisicamente.
Meta à vista e só pensava era num banho quente..

E concluiu “Os meus parabéns a toda a organização. Gente simpática e acolhedora. Para o ano lá estarei de novo.”

Para a história ficam “estórias”

Para a história ficam “estórias” de superação individual, “estórias” de competição e competitividade e ficam também os números e as classificações finais.

A solo

Assim no total das duas etapas com partidas e chegadas à vila de Odemira e no final de 152 Kms, foi mais forte Fernando Carriço do Clube de Praças da Armada com 6h18m35s, relegando para segundo lugar José Silva da equipa Racingbikes/NewRace/Goldnutrition/BP e para terceiro Rui Matias do Grupo Desportivo Santa Cruz/Litoral Motors.

Odemira Bike Race

Em Duplas

Em duplas a equipa de Carlos Cabrita/Gonçalo Ferreira do BTT Loulé/BPI, com 6h30m36s superiorizou-se à dupla Carlos Gomes/Samuel Teles da equipa Grafiwork/Viveiros Vitor Lourenço e à dupla Raquel Magoito/Telmo Aguiar da equipa Mouzinho MTB/Martos/Vale D’Aldeia, segundos e terceiros classificados respectivamente.

Odemira Bike Race

Mais uma edição de Odemira Bike Race, mais uma edição que deixa a organização do Clube BTT Odemira feliz por trazer a Odemira atletas de todo o país para verificarem pelos seus próprios olhos a qualidade do concelho de Odemira para a prática do BTT

Texto: Joel Gomes
Fotos: Clube BTT Odemira

Parceiros

1 thought on “Chuva forte, frio e vento no Odemira Bike Race

Deixe uma resposta