Banner superior
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq
Coluna Esq

Mountain Quest 2018, seja bem-vinda a perseverança.

Mountain Quest 2018, seja bem-vinda a perseverança.

Vejo os grandes picos com seus cumes nublados parecendo levantar-se até o infinito, ouço a música dos rebanhos distantes e os sinos da igreja, sinto o doce perfume dos pinheiros… e quando tudo isso desaparece tenho outros pensamentos, lembranças de homens que foram justos, valorosos e sinceros, existem alegrias muito grandes para ser descritas com palavras e existem dores sobre o que não me atrevo a estender-me“.

Autor: Edward Whymper

 

A 6ª edição da prova de BTT Mountain Quest 2018, regressa no dia 7 de julho de 2018 a Amarante, para escrever mais um capítulo na história do BTT.

Um dia de aventura, convívio e superação. Com uma personalidade singular, esta prova não procura ser a melhor ou a mais dura, mas sim ser única.

Mountain Quest 2018

Com uma filosofia pouco comum às provas do calendário, no Mountain Quest 2018 os atletas são guiados pelos seus dispositivos GPS, em completa autonomia pelas serras da Aboboreira, Marão, Alvão se Senhora da Graça.

Não há abastecimentos ou apoio externo por parte da organização.

400 atletas de diferentes pontos do país e estrangeiro procuram esta prova sabendo a exigência pedida, e que devem completar um percurso de 180 quilómetros com 6000 metros de desnível acumulado, entre as 5:00 da manhã e às 00:00.

O Mountain Quest é uma prova desenhada para que, ultrapassando as adversidades, cada atleta encontre o seu ponto de equilíbrio e disfrute, a cada quilómetro, do “espírito da coisa”, que não é mais do que estar em comunhão com a natureza e a bicicleta.
Pedalar 180 quilómetros com uma intensidade que permita fazer deste um momento para mais tarde recordar.” Refere Fernando César, director de prova desde 2016.

Quem já teve oportunidade de participar no MQ sabe, por experiência, que este é um dia de festa para todos.

Um dia de redefinir limites, onde os atletas conquistam as serras

O encerramento da meta é uma despedida em grande para mais um ano, que simboliza o esforço e a homenagem a todos os que deram o exemplo, ao pedalarem mais horas nas serras.

Em 2018 os pontos de corte são aos quilómetros 30 (50 na meta), 70 (100 na meta) e 250.

Aos 250, os atletas encontram o “Mutant Quest Challenge”, para todos os que antes das 16:00 horas decidam arriscar por mais 70 quilómetros com 2000 metros de acumulado extra. Um desafio para mutantes, que é apenas opcional, e apenas para atletas que consigam completar os 250 quilómetros em 11 horas de prova, e façam os 70 quilómetros até às 21:00.

Em 2017, apenas 10 dos 400 atletas chegaram a tempo, e só 5 optaram por continuar.

Tiago Ribeiro foi o grande vencedor da edição de 2018, que optou por ficar na meta e adiar o desafio “para outro ano”.

O segundo atleta a completar o MQ, Tiago Clamote, veio “até Amarante para ser mutante”, e assim foi, optou por seguir e conquistar o título de “Grande Mutante”, recebendo o troféu João Marinho Memorial Trophy.

A subida de Mafomedes, a descida de Alderete, o Muro da Ferraria, o Rock Garden da Campeã e a Cabana do Alvão são alguns dos pontos míticos do Mountain Quest.

Visualize mais fotos efectuadas por Susana Luzir.

Mountain Quest 2018

Site do evento.

Evento no facebook.

Inscrições.

Texto: Organização
Fotos: Susana Luzir

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta