Banner superior
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Rafael Reis conquista Clássica de Amarante

ciclismoRafael Reis (W52-FC Porto) ganhou a Clássica de Amarante, sendo o mais rápido dos três corredores que discutiram a vitória ao sprint, no final dos 157,4 quilómetros de corrida.

O corredor de Palmela completou o percurso em 3h54m59s, à média horária de 38,301 km/h, uma boa velocidade, tendo em conta o traçado de verdadeiro “rompe pernas” em que a clássica se realizou. A vitória do jovem contrarrelogista teve o aliciante de ser conseguida perante um rival do Sporting-Tavira, David de la Fuente. O terceiro e melhor sub-23 foi Fábio Mansilhas (Anicolor).

A prova foi emocionante e bem disputada, com um grupo de cerca de 30 corredores a destacar-se desde muito cedo e a jogar entre as diversas classificações. O espanhol Mario González (Sporting-Tavira) foi coroado rei dos trepadores e Luís Mendonça (Sicasal/Constantinos/UDO) garantiu a camisola das metas volantes.

Além da vitória individual, a W52-FC Porto triunfou por equipas.

O pelotão de elite e sub-23 regressa à estrada neste domingo, na Póvoa de Varzim, para disputar a 20.ª edição da Clássica Primavera. A partida está marcada para as 11h00, na esplanada do Carvalhido, local que receberá a chegada, depois de percorridos 145,7 quilómetros, pouco antes das 15h00.

Classificação da Clássica de Amarante
1.º Rafael Reis (W52-FC Porto), 3h54m59s (Média: 38,301 km/h)
2.º David de la Fuente (Sporting-Tavira), mt
3.º Fábio Mansilhas (Anicolor), mt
4.º João Benta (Louletano-Hospital de Loulé), a 3s
5.º Joaquim Silva (W52-FC Porto), a 5s
6.º Rafael Silva (Efapel), a 10s
7.º Pierre Moncorgé (Bliz-Merida), mt
8.º Juan Ignácio Pérez (W52-FC Porto), mt
9.º Jesús Ezquerra (Sporting-Tavira), a 12s
10.º José de Segovia (Louletano-Hospital de Loulé), mt

Texto de: F.P.C.

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta