Adam Yates na liderança, João Almeida cai para terceiro

João Almeida

O britânico Adam Yates (INEOS) venceu hoje isolado a terceira etapa da Volta à Catalunha em bicicleta, assumindo a liderança da geral e ‘destronando’ o português João Almeida (Deceuninck-QuickStep), que caiu para o terceiro posto.

Texto: SIF // AMG – Lusa

Adam Yates assume liderança da Volta à Catalunha, João Almeida cai para terceiro

Com um ataque ‘demolidor’ na subida até Vallter2000, o britânico de 28 anos conseguiu vencer a mesma etapa em que tinha triunfado em 2019.

Com esta vitória subiu à liderança da geral, após cumprir os 203,1 quilómetros entre o canal olímpico catalão e a estância de esqui em 5:00.58 horas.

Adam Yates
Adam Yates

O colombiano Esteban Chaves (BikeExchange) foi segundo, a 13 segundos, com o ‘veterano’ espanhol Alejandro Valverde (Movistar), três vezes vencedor da prova catalã, em terceiro a 19.

A última ‘escalada’ do dia, de categoria especial, provocou numerosos ataques e as principais diferenças na meta, com vários nomes ao ataque à liderança e com João Almeida sozinho, sem colegas de equipa, durante boa parte da ascensão final.

João Almeida segurou a liderança da classificação da juventude

O português acabou por cortar a meta no 16.º posto, a 46 segundos, e, apesar de cair para terceiro, segurou a liderança da classificação da juventude, com 35 segundos para o norte-americano Brandon McNulty (UAE Emirates), segundo.

Yates lidera agora a geral com 45 segundos de vantagem para um companheiro de equipa, o australiano Richie Porte, segundo, e 50 para João Almeida.

Abaixo do português está outro homem da INEOS: o britânico Geraint Thomas é quarto a 53 segundos, com o resto do pelotão a mais de um minuto do líder.

João Almeida

Foi uma subida muito difícil.

[Os adversários] estiveram muito fortes, fiz o meu melhor e posso estar feliz com a minha prestação”, declarou o ciclista luso aos jornalistas, após a chegada.

A equipa, admitiu, ajudou “o dia todo” e, tendo dado o melhor, “não havia mais a fazer” na dura escalada até Vallter2000, mas o agora terceiro à geral alertou que ainda há “muito a fazer”.

Ainda há quatro etapas, e duras”, atirou.

Ruben Guerreiro

O outro português em prova, Ruben Guerreiro (Education First-Nippo), acabou o dia no 32.º lugar, a 2.56 minutos do vencedor, e subiu para o 27.º posto da geral.

Na quinta-feira, Yates defende a liderança na ligação de 166,5 quilómetros entre Ripoll e Port Ainé, com três subidas duras: uma primeira de primeira categoria, antes de dois cumes de categoria especial, a última a coincidir com a meta, já próxima de Andorra.

Parceiros

Deixe uma resposta