Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

David Rosa entre os melhores da Europa

Campeão nacional de cross-country olímpico, David Rosa foi nono classificado em Darfo Boario Terme (Itália) no melhor resultado português de sempre num Europeu da especialidade.

David Rosa obtêm nono lugar

Ao serviço da Seleção Nacional David Rosa voltou a estabelecer uma nova “referência” no XCO português ao alcançar o nono lugar no Campeonato da Europa da especialidade.

O campeão nacional elite fez uma prova regularíssima no circuito de Darfo Boario Terme (Itália) para conquistar o melhor resultado nacional de sempre num Europeu XCO na categoria de Elite.

Os azares da Equipa Portugal no Campeonato da Europa de XCO, assinalados com várias equipas e avarias mecânicas, deram, por fim, lugar à satisfação entre a comitiva portuguesa.

Com este resultado, o atleta natural de Fátima passará a ser incluído no Projeto Olímpico, permitindo continuar a evoluir o seu nível de XCO.

David Rosa
David Rosa – foto de arquivo

A corrida de Elites masculinos foi conquistada pelo suíço Florian Vogel, com 10 segundos de avanço sobre o anterior campeão europeu, o francês Julien Absalon. O alemão Manuel Fumic quedou-se na terceira posição.

Além de Rosa, que gastou mais 2m04s do que novo campeão europeu, Mário Costa classificou-se na 26.ª posição, apesar de ter sido vítima de um furo.

De manhã, disputou-se a prova sub-23, tendo João Rocha, único representante da Equipa Portugal, sido 35.º classificado no triunfo do italiano Gioele Bertolini.

Classificação de David Rosa ponto alto de Portugal

O nono lugar do David Rosa foi o ponto alto da nossa participação, o culminar de uma semana de muito trabalho e contrariou algum azar ao longo das corridas.
Nos Elites o José Dias foi empurrado para fora de pista por um adversário e, seguidamente, partiu a corrente, sendo forçado a abandonar.
O Mário Costa furou à entrada da última volta e também perdeu alguns lugares.
O David fez uma corrida muito boa, num circuito exigente, e chegou muito próximo dos adversários acima da tabela.
Está de parabéns“avaliou Pedro Vigário, selecionador nacional.

Acrescentando “Nos sub-23, o João Rocha, que partiu da última fila e algo limitado pela queda sofrida na sexta-feira fez uma corrida dentro do que seria expetável e terminou entre os cinco primeiros sub-23 de primeiro ano“.

 

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta