Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Francesco Gavazzi “Portugal dá-me sorte!”

Salto” em Fafe antes da vitória italiana

Francesco Gavazzi foi o homem em destaque, esta sexta-feira, na 2ª etapa da 78ª Volta a Portugal Santander Totta ao vencer ao sprint a já tradicional, e sempre empolgante, chegada no empedrado do centro de Fafe. O italiano da Androni Giocattoli impôs-se, em cima da linha de meta, a José Gonçalves (Caja Rural) e Vicente de Mateos (Louletano/Hospital de Loulé).

Francesco Gavazzi

Francesco Gavazzi o vencedor

A luta final a alta velocidade, e o intenso calor português, foi destacado pelo vencedor da etapa que subiu ao terceiro lugar da classificação. “Foi um sprint muito duro, os últimos quilómetros no empedrado fizeram uma grande seleção e o calor também criou imensas dificuldades. Estou contente porque acabei por vencer como me disse que ia acontecer o meu director desportivo esta manhã quando me viu pela primeira vez”, disse Gavazzi a sorrir.

Daniel Mestre, quinto na chegada a Fafe, manteve a Camisola Amarela Santander Totta. O alentejano da Efapel segue líder com mais três segundos que o mais direto adversário, José Gonçalves (Caja Rural).

Um salto entre Viana e Fafe

A Volta viveu nesta 2ª etapa, iniciada em Viana do Castelo, uma jornada histórica. A “Princesa do Lima” começou por aplaudir o início da viagem dos 160 quilómetros que faziam parte do percurso. Dez homens decidiram cedo fugir ao pelotão mas a passagem pelas dificuldades do Parque Natural da Peneda Gerês a causaram os primeiros estragos.

O grupo da frente começou a perder elementos e a fuga foi completamente anulada a 20 quilómetros da chegada quando já faltava muito pouco para o “Salto da Pedra Sentada”. O famoso troço do Rally de Portugal acabou por ser o grande atrativo da etapa porque em 78 edições da Volta nunca o percurso por ali tinha passado mas, sobretudo por se tratar de um sector de terra batida com cerca de dois quilómetros. Perante o público que ali se deslocou e assistiu a esse momento único do ciclismo nacional, coincidindo com um Prémio de Montanha de 2ª categoria, foi o colombiano Ramiro Diaz (Funvic/Soul Cycles) quem se destacou, o que lhe permitiu vestir a Camisola Azul Liberty Seguros.

Ao fim de três dias de competição, Gustavo Veloso (W52-FC Porto) lidera o Prémio Kombinado KIA. Esta classificação define-se pelo somatório da pontuação nas diversas classificações – geral individual, montanha e pontos.

Francesco-Gavazzi-Salto-da-Pedra-Sentada

Quem é Francesco Gavazzi?

Gava”, como é conhecido pelos amigos, nasceu em 1984. O italiano de Morbegno completa 32 anos em plena Volta a Portugal, na próxima segunda-feira, 1 de agosto. Francesco Gavazzi afirma que Portugal dá-lhe sorte. Na Volta de 2011 venceu duas etapas, em Castelo Branco e Lisboa. Nesse mesmo ano triunfou também numa tirada da Vuelta. De 2012 a 2014 atingiu o nível mais alto do ciclismo, o World Tour, ao correr na Astana Pro Team.

Vem aí uma etapa 100% transmontana

Com a 3ª etapa da 78ª Volta a Portugal Santander Tottaa caravana instala-se no Nordeste Transmontano. Montalegre marca o início dos 158,9 Km que vão levar o pelotão atéMacedo de Cavaleiros. A festa está prometida com o regresso desta cidade ao mapa da Volta 19 anos depois. Pelo meio a Serra de Bornes, com uma contagem de 2ª categoria, a 36 Km da meta.

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta