Banner superior
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Mergulho Desportivo em Lisboa, primeira prova oficial

No próximo dia 8 de setembro, a Academia Militar, em Lisboa, recebe a primeira competição oficial de Mergulho Desportivo realizada em Portugal. A prova faz parte do calendário da Federação Portuguesa de Actividades Subaquáticas e conta com o apoio na organização da Escola de Mergulho do Centro Cultural e Desportivo dos Trabalhadores da Câmara Municipal do Porto.

Mergulho Desportivo

Primeira competição oficial realizada em Portugal

É bastante comum a prática de mergulho com recurso a botija no mar, no entanto chega agora a Portugal a modalidade de Mergulho Desportivo. Esta vertente da modalidade foi criada para a otimização do treino de mergulhadores de todos os níveis, sendo também uma forma de promover as atividades subaquáticas em zonas do interior com difícil acesso ao mar ou com condições atmosféricas pouco favoráveis.

É definido como “o conjunto de provas individuais ou colectivas, com condições técnicas, tácticas e psicofísicas específicas, baseadas nas capacidades de perícia e destreza do mergulho e sua utilização do equipamento, realizadas num ambiente calmo, agradável e não variável, devidamente regulamentado.”.

 

 

Open Nacional de Mergulho Desportivo

Irá decorrer num conjunto de três disciplinas que visam estabelecer uma melhor prática do mergulhador e aprimorar as habilidades já adquiridas. A competição, que decorrerá no feminino e no masculino, irá basear-se nas capacidades de perícia e destreza do mergulho e na correta utilização do equipamento, num conjunto de provas realizadas num ambiente calmo, agradável e não variável, devidamente regulamentado.

A primeira disciplina em competição será a de 50 metros emersão 6kg, seguida de 200 metros trial e, a fechar o dia de prova, 50 metros octopus, realizada em duplas.

A modalidade realiza-se em piscina e com os mesmos equipamentos aos utilizados pelos mergulhadores no mar. A competição está aberta a qualquer mergulhador, sem limite de idade, desde que esteja devidamente certificado.

Texto / fotos: Federação Portuguesa de Actividades Subaquáticas

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta