PATRÍCIA MAMONA LONGE DO SEU MELHOR NO ‘MEETING’ DE MADRID

Patrícia Mamona

Patrícia Mamona

A portuguesa Patrícia Mamona, medalha de prata nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, foi hoje quinta classificada no triplo salto do ‘meeting’ de Madrid, com três compatriotas a ficarem à beira do pódio.

Texto: Lusa

Patrícia Mamona quinta classificada no triplo salto no ‘meeting’ de Madrid

A atleta do Sporting conseguiu a sua melhor marca, de 14,21 metros – longe da melhor marca do ano, de 14,35 -, à quinta tentativa, ficando a quatro centímetros do pódio.

O pódio foi ocupado pela alemã Neele Eckhart-Noack (14,48), pela francesa Rouguy Diallo (14,32) e por Ana Jose Tima (14,25), da República Dominicana.

Na sua primeira prova ao ar livre esta temporada, Susana Costa foi oitava no triplo salto, com 13,42.

Lorene Bazolo

Lorene Bazolo, Vera Barbosa e Leandro Ramos a um lugar do pódio

Nos 200 metros, Lorene Bazolo conseguiu a melhor marca pessoal do ano, com 23,09 segundos, numa corrida ganha pela dinamarquesa Ida Karstoft, com um novo recorde nacional, de 22,67.

Também a um lugar do pódio ficou Vera Barbosa nos 400 metros barreiras, com 56,37 segundos, também o melhor registo do ano, numa prova ganha pela espanhola Sara Gallego (55,02).

Leandro Ramos foi quarto no lançamento do dardo, com 74,64 metros, a quase seis metros do vencedor, o espanhol Manu Quijera (80,29).

Nos 100 metros, Carlos Nascimento foi nono, com 10,39 segundos, numa corrida em que o costa-marfinense Arthur Cisse foi o mais rápido, em 10,06.

Parceiros

Deixe uma resposta