Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Portugal defronta a Espanha na final do Europeu de Rugby Sub-20

A Selecção Nacional disputa neste sábado, na Roménia, a final do Campeonato Europeu de Sub-20. No Estádio Arcul de Triumf, em Bucareste, Portugal vai defrontar a Espanha e, para além do título europeu, está em causa o apuramento para o World Rugby U20 Trophy, que se vai realizar no Uruguai, entre 25 de agosto e 10 de setembro.

Após um triunfo claro no confronto com a Holanda (42-5) nos quartos-de-final e uma vitória sofrida, mas merecida, contra a Roménia, na meia-final, por 21-16, Portugal terá pela frente no jogo decisivo do Rugby Europe U20 Championship a vizinha Espanha, que ao longo da prova confirmou ser uma das favoritas a conquistar a competição.

Os “Leones” ultrapassaram no primeiro jogo a Suíça, com uma vitória por 36-13, e na quarta-feira, contra a Rússia, tiverem sempre a partida sob controlo, alcançado o apuramento para a final com uma vantagem confortável: 37-19.

Portugal com “muitos toques e algum cansaço”

Na antevisão do duelo Ibérico, Luís Pissarra, Seleccionador Nacional, começou por referir que o duelo com os romenos deixou a equipa portuguesa com “muitos toques e algum cansaço”, mas destacou um dos principais trunfos de Portugal: “Neste grupo, felizmente, temos muitos jogadores que são atletas e já tem alguma disciplina individual, o que nos vai ajudar nesta curta recuperação.”

Numa análise à selecção de Espanha, o técnico nacional afirma que o adversário de Portugal é “uma equipa bastante evoluída, com um estilo de jogo muito dinâmico”. “Não têm mostrado o clássico rugby espanhol de força bruta nos avançados, com muito maul e um jogo mais calculado, mas jogam mais à semelhança da equipa sénior, com rucks rápidos e jogo expansivo”, sublinhou.

Apesar de antever muitas dificuldades para Portugal, Luís Pissarra deixou uma certeza: “A equipa está muito contente e dinamizada após a vitória arrancada a ferros contra a Roménia. O espírito e dinâmica deste grupo é muito forte e a nossa capacidade de luta vem desse factor. Da nossa parte, garantimos que continuaremos a ter um orgulho enorme em jogar por Portugal e uma vontade gigante de sermos campeões da Europa”.

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta