Banner superior
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq
Coluna Esq

Portugal Pro Golf Tour com o melhor Torneio de sempre

O Portugal Pro Golf Tour (PPGT) vai realizar em março o mais importante torneio de sempre deste circuito internacional para profissionais de golfe, sancionado pela PGA de Portugal, Federação Portuguesa de Golfe e pelo britânico Jamega Pro Golf Tour.

Portugal Pro Golf Tour

O PPGT Tour Championship irá reunir um máximo de 78 participantes, oriundos de todo o Mundo, que lutarão por um prémio monetário global de 25 mil euros, bem mais do que os 10 mil que normalmente constituem o “prize-money” de uma prova regular deste circuito.

O vencedor embolsa 5 mil euros, o equivalente ao primeiro prémio de circuitos superiores como o Alps Tour ou o Pro Golf Tour.

A joia da coroa do PPGT decorrerá de 15 a 17 de março, no Troia Golf Resort, um palco que já recebeu o Open de Portugal do European Tour, bem como o Campeonato da Europa Amador da Associação Europeia de Golfe, entre muitos outros eventos.

Um dia antes, a 14, disputa-se um Pro-Am com o exclusivo número de 18 equipas.

«Temos o objetivo de melhorar o circuito e este Tour Championship vem premiar os jogadores mais regulares e elevar a qualidade do mesmo.
É um esforço enorme, mas estamos muito satisfeitos e honrados por termos conseguido concretizar este projeto», disse José Correia.

Troia Golf é um campo desafiante e de excelência

«O Troia Golf é um campo desafiante e de excelência.
o palco perfeito para este torneio e não podemos deixar de agradecer ao seu diretor, Alexandre Barroso, por acreditar e ter aceitado este desafio.
O torneio terá de entrada livre e quem quiser assistir a bom golfe e apoiar os jogadores nacionais será muito bem-vindo», acrescentou o promotor do PPGT.

José Correia é igualmente presidente da PGA de Portugal e membro da Direção da Federação Portuguesa de Golfe, pelo que tem a perfeita noção de que o torneio poderá ser importante para alguns dos melhores jogadores profissionais portugueses.

«Aguardamos cerca de 15 jogadores nacionais.
Neste momento o João Ramos está no 2.º lugar da Ordem de Mérito do PPGT e o Tour Championship será uma oportunidade enorme».

José Correia e o seu sócio britânico, Gary Harris, estão há vários anos a desenvolver um circuito internacional em Portugal, que recebe entre novembro e março várias dezenas de profissionais de golfe que nessa altura do ano têm dificuldade de competir na Europa, por os circuitos profissionais estarem encerrados no inverno.

Tudo começou com o Algarve Winter Tour, continuou com o Algarve Pro Golf Tour e culminou agora no Portugal Pro Golf Tour, com 22 torneios na temporada de 2018 / 2019, cada um com 10 mil euros em prémios, à exceção deste Tour Championship. «Nesta época superámos já o acumulado de um milhão de euros em prémios distribuídos ao longo destes anos», assegurou José Correia.

Portugal Pro
João Ramos

Portugal Pro Golf Tour como rampa de lançamento

Para os jogadores portugueses, o PPGT é fundamental como rampa de lançamento, pois é nesta altura do ano que se preparam para os circuitos europeus mais importantes e podem fazê-lo com uma concorrência muito superior ao do circuito profissional português (PGA Portugal Tour). Por outro lado, como os prémios monetários são superiores, com 2 mil euros para o vencedor de cada etapa, as verbas angariadas são relevantes para serem investidas nas suas digressões ao estrangeiro.

Na presente temporada, por exemplo, já venceram torneios do PPGT Ricardo Santos (um dos melhores golfistas portugueses de sempre), Tomás Bessa e Miguel Gaspar. Em anos anteriores, nestes vários circuitos, registaram-se triunfos de Ricardo Melo Gouveia, Pedro Figueiredo, Tiago Cruz, Tiago Rodrigues, Hugo Santos e João Ramos.

O PPGT está a meio da sua segunda época e tem registado significativos índices de crescimento, tanto na quantidade como na qualidade de jogadores, atraindo cada vez mais membros de circuitos importantes como o European Tour, Challenge Tour, Alps Tour e Pro Golf Tour.

O norte-irlandês Michael Hoey, antigo vencedor do Open de Portugal, do Madeira Islands Open e do Alfred Dunhill Links Championship ganhou este ano um torneio no Algarve.

Em anos anteriores, jogadores como o escocês Paul Lawrie (antigo campeão do British Open) e o sueco Jarmo Sandelin (que jogou na Ryder Cup) passaram por estes torneios.

No sentido inverso, o inglês Jordan Smith e os portugueses Pedro Figueiredo e Ricardo Melo Gouveia brilharam nestes circuitos antes de ascenderem ao European Tour.

João Ramos é o melhor português

João Ramos é o melhor português no PPGT de 2018 / 2019, ocupando o 2.º lugar no ranking do circuito após a conclusão do 4.º Swing.

Mas o melhor prémio do Tour Championship está guardado para o fim. O PPGT assegurou a oferta de cinco convites para torneios do Challenge Tour de 2019, a segunda divisão europeia, onde cada torneio distribui no mínimo 180 mil euros em prémios. Esses cinco convites irão para o melhor classificado do Tour Championship mas não necessariamente o vencedor da prova, pois é imperativo que tenha chegado a este último campeonato cotado entre os 50 primeiros do ranking (Ordem de Mérito) do PPGT. Atempadamente será divulgada a lista de inscritos.

[dividir ícone = “círculo” width = “medium”]

Texto: Hugo Ribeiro
Foto: Ricardo Lopes

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta