TRIPLO SALTO COM DUPLA PORTUGUESA EM FINAL ELETRIZANTE

triplo salto

Pedro Pichardo e Tiago Pereira

O penúltimo dia dos Campeonatos Mundiais de Atletismo de Oregon’22, no que respeita aos portugueses está reservado aos saltos, o salto em comprimento e o triplo salto.

Texto: Federação Portuguesa de Atletismo

Evelise Veiga enfrenta a qualificação

Hoje, às 12 horas (20 horas em Portugal Continental), Evelise Veiga enfrenta a qualificação do salto em comprimento feminino (cuja final será amanhã).

A marca pedida para qualificação direta é de 6,75 metros, um centímetro mais que o recorde pessoal da portuguesa.

Nesta sua segunda participação em Campeonatos Mundiais, Evelise Veiga afirma estar bem.

A preparação correu muito bem, sem quaisquer limitações, de tal forma que já bati o meu recorde pessoal, o que indica estar numa boa forma para saltar o mais longe possível”, refere nesta sua antevisão à qualificação.

As qualificações são sempre uma competição diferente, muito duras. Mas temos de encará-las com alguma frieza e pensarmos que é algo que acabamos por fazer em competição”, refere, pretendendo saltar mais longe.

“O importante é sair amanhã da pista a pensar que naquele dia não conseguia fazer melhor.

É isto que eu espero da qualificação: sair feliz com o meu desempenho, com bons motivos para sorrir”, concluiu.

Evelise Veiga

Final do Triplo salto inédita com a presença de dois portugueses

Na jornada da tarde, às 18 horas (02 horas da madrugada do dia 24), começa a final do triplo-salto masculino, uma das seis finais do dia.

De forma inédita, ali estarão dois portugueses, Pedro Pichardo e Tiago Pereira. Ambos desejam estar em boa forma e saúde para poderem alcançar recordes pessoais.

Para Pichardo é uma luta pelo título mundial, para Tiago é conseguir ser finalista (oito primeiros). Vai ser uma final eletrizante, definitivamente daquelas que se deve acompanhar.

Parceiros

Deixe uma resposta