Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

14º Passeio do Núcleo de Cicloturista de Alvalade/Escolinha da Bicicleta

Dois em um, o passeio dos pais, filhos e avós

Realizou-se este domingo 15 de maio, mais um convívio cicloturistico do calendário oficial da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB), numa organização do Núcleo de Cicloturismo de Alvalade/Escolinha da Bicicleta, contou 375 inscritos, divididos pelos dois passeios, o primeiro que tinha uma extensão de 60 quilómetros, e era destinado aos mais bem preparados, e já mais rodados que juntou cerca de 190 cicloturistas, teve início pelas 9 horas, e percorreu algumas das zonas mais emblemáticas da capital, caso da Rotunda do Relógio, Ralis, Zona da Expo, Santa Apolónia, Praça do Comercio, Cais do Sodré, 24 de Julho, Belém, Algés, Cabos de Ávila, Pina Manique, Benfica, Paço do Lumiar, Alameda da Linhas de Torres, Campo Grande Saldanha, Marques Pombal, Rossio, aqui com inversão de marcha, Restauradores, Saldanha, Campo Pequeno, Av. Rio de Janeiro e Av. de Brasil, havendo ainda tempo para paragens de abastecimento ao cimo da Av. das Descobertas.

O segundo passeio, teve partida pelas 10,30, tinha apenas 10 quilómetros, e era um passeio dedicado em especial aos mais pequenos, e aos alunos da Escolinha da Bicicleta, um passeio denominado de pais, filhos e avós, também ele a passar por algumas zonas emblemáticas da cidade, como o Campo Grande, a Alameda das Universidades, Entrecampos, Av. de Roma, Praça de Londres, A. da Igreja e Av. do Brasil, de salientar que ambos os passeios se iniciaram e terminaram no Complexo Desportivo Municipal de São João de Brito, ma sede do Núcleo Cicloturista de Alvalade/Escolinha da Bicicleta.

Os passeios pedalada a pedalada:

Neste evento duplo, tentamos acompanhar os dois passeios, é certo de que é impossível estar nos dois ao mesmo tempo, mas conciliando os dois, e com um pouco de esforço mais, conseguimos fazer um pouco de reportagem nos dois lados, iniciamos assim no primeiro passeio pelas 9 horas, e acompanhamos o mesmo até á zona do Terreiro do Paço, foram umas pedaladas animadas, cheias de descontração, muita confraternização, e acima de tudo muita vontade de pedalar descontraidamente pelas ruas de Lisboa. Depois, foi dar um pulo novamente ao local do inico do evento, e pelas 10,30 acompanhamos um pouco estas pedaladas, sobretudo dos mais pequenos, onde se incluíam também alguns adultos, neste pelotão com cerca de 180 participantes. Muitos jovens, alguns bem novinhos ainda, davam graça e animavam o pelotão de crianças, pedalavam com gosto, satisfação, e muita alegria, muitos a fazerem adeus para a nossa câmara, o que animava assim as pedaladas dos mais pequenos, dos menos preparados, e dos alunos da Escolinha da Bicicleta, e foi com esta alegria estampada nos seus rostos que os acompanhamos até ao Campo Grande, onde depois os largamos, e fomos fazer a segunda parte do evento principal.

Apanhamos depois o pelotão principal desde o Rossio até ao final, num passeio onde o trajeto era quase plano, apenas na subida entre Algés, e o cimo do Restelo, dificultou mais, nesta segunda parte as maiores dificuldades foram sem dúvida a subida da Av. da Liberdade até ao Saldanha, em especial a zona da Av. Fontes Pereira de Melo, onde atualmente está em obras, mas superado por todos os participantes, num pelotão composto maioritariamente por homens, mas onde no seu interior já se conseguem ver muitas senhoras a pedalar.

E com a chegada de toda a longa caravana ao local da partida cerca das 12,20, era tempo de relembrar os bons momentos passados, recordar a pedalada de domingo, e confraternizar tarde dentro, já que esperava para todos os participantes, alem das tradicionais lembranças, um suculento porco assado no espeto, para delícia de todos.

Fernando Oliveira, responsável pelo Núcleo Cicloturista de Alvalade/Escolinha da Bicicleta, falava no final á nossa reportagem, fazendo um balanço do evento ao dizer: ” Estou satisfeito, foi dos passeios com mais adesão que nós tivemos, 375 inscritos, um ou outro que não compareceu, mas a participação foi imensa. E estamos mais satisfeitos ainda, já que os passeios dos mais pequeninos foi dos que maior aderência teve, cerca de 180, o que nos da imensa alegria e satisfação, apesar de irem também alguns adultos, a maioria eram crianças, o que nos satisfaz e dá ânimo aos mais pequenitos”.

Perguntamos sobre a Escolinha da Bicicleta como ia, ao qual respondeu: ” Confesso que vai andando, neste momento apenas eu a dar aulas, agora paradas por causa do acidente que sofri, mas vai bem, vão aparecendo pessoas para aprender, a divulgação tem sido mais boca a boca, mas temos tido sucesso, é o importante”.

Por fim Fernando Oliveira deixou uma mensagem: ” Quero agradecer a todos os que estiveram presente, gostamos muitos que eles participem, é para isso que nós trabalhamos, para os que não estiveram presentes, esperamos por eles na próxima edição”.

E pouco mais para dizer, apenas dar os parabéns a esta excelente organização, aos bons passeios que proporcionaram, onde os participantes manifestaram satisfação no final. Algo que não podemos também deixar de passar em branco, o excelente serviço prestado pela PSP-Trânsito de Lisboa, pela segurança prestada ao longo pelotão, já que sem a sua ajuda preciosa, seria difícil a realização deste grande evento.

Sendo um evento a recomendar, despedimos-mos e marcamos presença em 2017, até lá vamos andando por ai, ficando os votos de bons passeios, boas pedaladas.

Texto e foto: José Morais

 

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta