Banner superior
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Afonsoeiro / Canha / Afonsoeiro continua a animar a estrada

A Clássica Afonsoeiro / Canha / Afonsoeiro, este ano na sua 14ª edição, está de ano para ano cada vez mais ao rubro, este ano com o número de participantes a aumentar, foi para a estrada este domingo, com quase três centenas de amantes da bicicleta, que percorreram o concelho do Montijo, numa extensão de 75 quilómetros, ligando Afonsoeiro / Canha / Afonsoeiro.

Afonsoeiro / Canha / Afonsoeiro animou participantes e acompanhantes

O mês de agosto, mês escolhido por excelência para muitos portugueses para férias, onde os passeios são em número reduzido, este é um evento organizado pelo Grupo de Cicloturismo do Afonsoeiro / Móveis Jolar, o qual contou com os apoios da Câmara Municipal da Montijo, União de Juntas de Freguesia do Montijo e Afonsoeiro, Moveis Jolar, Grupo Típico de Danças e Cantares do Afonsoeiro, entre outros apoios, o qual animou participantes e acompanhantes.

Pelas 8 horas começavam a chegar os participantes e as suas bicicletas ao Afonsoeiro, a chegada dos primeiros participantes ocorreu bem cedo, com cicloturistas oriundos de diversos pontos. Confirmadas as inscrições, dar os últimos retoques nas máquinas, dois dedos de conversa, tudo isto antecedeu a partida para o passeio que foi dada pouco passava das 9 horas.

Na partida da Clássica Afonsoeiro / Canha / Afonsoeiro estavam cerca de 300 participantes, com a equipa da casa a realçar o pelotão, pela frente havia um percurso praticamente plano para percorrer, e excelente para rolar, entre o Afonsoeiro, Canha e Afonsoeiro, com paragem para abastecimento líquido e sólido em Canha, com o pelotão a chegar pelas 12,50 ao local da partida, o Polo Cultural do Afonsoeiro.

“Zé do Barrete” foi homenageado

Mas antes da partida, existiu ainda um momento alto, como tem acontecido nos últimos anos, José Rafael, o “Zé do Barrete” como é mais conhecido, do Grupo de Cicloturismo Os Cansados de Marinhais, foi homenageado, e envergou a sua nova camisola, ele que faz anos sempre na realização deste evento, completou 85 anos de idade, um dos mais velhos do pelotão, e ainda muito rijo para pedalar, como afirma.

Homenagem Jose Rafael – “Zé do Barrete”

Olhando o passeio:

Tivemos um belo passeio, uma pedalada regular, com o pelotão a rolar quase sempre compacto, num trajeto onde as dificuldade eram baixas, onde o convívio esteve sempre presente, e muitos participantes tiveram uma animada cavaqueira, sem pressas, e descontraídas eram as pedaladas, que tinham como objetivos, a divulgação da prática desportiva e do uso da bicicleta, ao mesmo tempo que divulgar a freguesia e o concelho, tentando desta forma que as pessoas pratiquem também algum desporto, e acima de tudo andem de bicicleta.

O tempo ajudou, apesar de algumas nuvens pela manhã, e ainda apanhando uns pingos de chuva quando nos dirigíamos para o Montijo no início da Ponte Vasco da Gama, a mesma esteve ausente, o sol vinha e ia, mas aquecia sem dúvida quando surgia, quando escondido era agradável, já que se sentia uma brisa fresca, o que ajudava nas pedaladas, num passeio onde felizmente o vento forte que nos tem brindado nos últimos tempos esteve ausente.

Os passeios de cicloturismo são sem dúvida muito positivos, e uma forma de aliviar assim em parte o stress acumulado ao longo da semana de trabalho, e num domingo onde o tempo esteve excelente, em nada desmotivava quem pedalava, e que quem o fez, foi com muita alegria e vontade.

Não só na parte dos cicloturistas a satisfação era imensa, estava também expressa na parte da organização, que esteve de parabéns pela forma como dirigiu o passeio, sempre com a equipa da casa na frente a marcar o ritmo e a manter o longo pelotão todo junto, já que o trajeto também era propício a isso, ainda pelo excelente convívio proporcionado a todos, e a forma como soube receber na sua terra, o que fará com que muito já ficassem com vontade de poderem marcar presença na próxima edição.

As meninas do passeio

No final, e depois de um belo banho, já que apetecia, seguiu-se um excelente almoço, onde os participantes puderam conviver tarde dentro, onde não faltaram a entrega das tradicionais lembranças alusivas ao evento.

Foi sem dúvida um bonito passeio, temos de dar os parabéns ao excelente trabalho feito pela GNR Brigada de Trânsito, como ainda à Cruz Vermelha que infelizmente teve de socorrer numa queda coletiva, sem nada de gravidade, e em especial à organização por tão bons momentos que proporcionou a todos, cicloturistas e acompanhantes.

Pouco mais para dizer, ficam os votos de bons passeios, boas pedaladas, e esperamos marcar presença novamente em 2020, em mais um grande passeio de que este grupo já nos habituou, parabéns.

Mais fotos efectuadas por José Morais.

Texto / fotos: José Morais

 

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta