ASC Vale Grande vence o 2º Trail Running Calhandriz

Calhandriz é uma freguesia portuguesa do concelho de Vila Franca de Xira, com 7,12 km² de área e 801 habitantes (2011). O nome da freguesia (Calhandriz) é de origem sueva.
O povoamento da Freguesia de Calhandriz iniciou-se muito antes da fundação da Portugal, provavelmente Império Romano, visto encontrar-se uma lápide trabalhada (originária de um edifício do período romano) à direita da entrada da Igreja de S. Marcos.
Na freguesia existem cinco fortes militares pertencentes às defesas das Linhas de Torres Vedras, que defenderam a cidade de Lisboa durante as Invasões Francesas. Calhandriz é a freguesia, de Vila Franca de Xira, que inclui o maior número de estruturas fortificadas pertencentes às Linhas de Torres Vedras (edificadas entre 1809 e 1812).
Os fortes militares Reduto Novo da Costa da Freira, Reduto Novo da Serra do Formoso e os Fortes n.º 1 e n.º 2 encontram-se todos em bom estado de conservação. Existe ainda o Forte n.º 3 que se encontra em ruínas.
Calhandriz é uma freguesia fortemente ligada à Igreja Católica, tendo por orago São Marcos. A freguesia possuí uma igreja com o mesmo nome do orago.
Nos Jardins da Junta de Freguesia, encontra-se a estátua do Bispo do Algarve (Bispo D. Francisco Gomes de Avelar), a personalidade mais ilustre da freguesia.
A beleza natural e a paisagem verdejante de Calhandriz são um cartaz apelativo à sua contemplação e ao desenvolvimento de atividades de lazer, desporto ou convívio ao ar livre. Devido a esta sua paisagem campestre e rural (onde abunda o ar “puro”, a vegetação e o sossego), a freguesia tem um excelente potencial nas áreas do turismo rural e do turismo de natureza.
Calhandriz é um excelente local para passear a pé ou de bicicleta, existindo diversos percursos pedestres pela freguesia, bem como um percurso natural do concelho de Vila Franca de Xira (que atravessa a freguesia de Calhandriz), que pode ser percorrido a pé ou de bicicleta.

Foi neste ambiente de Festa e homenagem a São Marcos, que se realizou ontem, dia 25 de Abril, o 2º Trail Running Calhandriz, numa organização da Comissão de Festas do Calhandriz, com o apoio do X Trilhos, e cronometragem dos Trilhos Perdidos, 195 foram os aventureiros participantes desta edição, 23 mulheres e 172 homens, que deixou todos satisfeitos com o percurso, diga-se durinho “QB” quanto baste, exigindo preparação dos atletas, mas nada de exageros.

Estão de parabéns os idealizadores do percurso, pelo trabalho desenvolvido em todo ele, desbaste do mato, alisamento de percursos, construção de degraus numa barreira “tão ingreme” que ela era e corda “somente em dois locais” para auxiliar os atletas na descida. De resto falar que as colinas envolventes à localidade foram todas elas percorridas, numa autentica corrida de “Montanha Russa”, que tanto as subidas, como as descidas obrigavam os atletas a esforço complementar, mas não deixando de proporcionar aos amantes desta modalidade belas paisagens que se podiam visualizar do cimo de cada uma delas.

Maria Fonseca (Individual) foi a vencedora feminina com 2h23m, seguida de Elena Iabanji (ASC Vale Grande) com 2:25 e Maria Ribeiro (Individual) com 2:35 a completar o pódio.
Em masculinos foi José Silva (ASC Vale Grande) o vencedor com 1:39, relegando para os lugares imediatos António Travassos (tRail Runners) com 1:45 e Rodrigo Gregório (GO!Runners) com 1:45.

A equipa de O Praticante / Clube Desportivo Asas do Milénium esteve representada por 15º Antonio Soares – 1h59, 19º Cirilo Formiga – 2h04, 153º Agostinho Lourenço Marques – 3h02, 156º Jose Ferrabelo – 3h03, 163º David Silva – 3h17, 169º António SF Marques Serafim e 170º Helena Cunha, ambos com 3h20.

ASC Vale Grande foram os vencedores colectivos, seguidos do Monsanto Running Team e dos Kaninos, respectivamente 2ª e 3ª equipa. O Praticante / C.D.A.M. CONQUISTOU um honroso 9º lugar entre 15 equipas que pontuaram.

Segiu-se os banhos que distavam cerca de um quilómetro onde a organização centrou todas as suas cinergias, e um almoço, que não comentamos, porque nos ausentámos para cumprir outros compromissos profissionais.

Para o ano fica a promessa de se voltar a esta bela região.

Fotos de: Miguel David

 

Parceiros

Deixe uma resposta