Bandeira impôs-se com autoridade em Porto de Mós

Gonçalo Bandeira

Gonçalo Bandeira

Gonçalo Bandeira revalidou ontem o título nacional de Downhill (DHI) na categoria de elite, impondo-se com autoridade na prova disputada em Porto de Mós.

Margarida Bandeira (Casa do Povo de Abrunheira), irmã de Gonçalo, ganhou o Campeonato Nacional de DHI presented by Shimano na categoria de elite feminina.

Texto / foto: União Velocipédica Portuguesa – Federação Portuguesa de Ciclismo

Gonçalo Bandeira mais forte em Porto de Mós

Depois de, em 2020, ter conquistado o Campeonato Nacional de Elite ainda a correr como júnior, Gonçalo Bandeira mostrou ontem que não perdeu qualidades com a passagem à categoria etária superior.

O corredor lousanense desceu a pista de Porto de Mós em 2’53’’491, encabeçando a lista dos três únicos participantes que completaram a prova em menos de 3 minutos.

Francisco Pardal (GoRide Portugal) foi o segundo classificado, a 2,522s do vencedor. Tiago Ladeira (Miranda Factory Team) fechou os lugares de honra de elite, a 4,458s do campeão.

Gonçalo Bandeira
Pódio Elite masculina

Margarida Bandeira, repetiu o sucesso da época anterior

A corrida de elite feminina contou com quatro participantes. A melhor foi Margarida Bandeira, repetindo o sucesso da época anterior.

A irmã do campeão de elite desceu em 3’56’’531. Raquel Ferreira foi a segunda classificada, a 53,483 segundos. Seguiu-se Sara Ferreira (Maiatos), a 1’15’’209.

Pódio Elite Feminina

Nuno Reis ganhou, sem surpresa a competição júnior

Nuno Reis (Miranda Factory Team) ganhou, sem surpresa, a competição júnior, graças a um registo de 3’00’’664.

Foi acompanhado no pódio por Rui Freitas, que gastou mais 7,072 segundos, e por André Fernandes (Caniço Riders), que ficou a 13,722 segundos.

Pódio Júnior

Pedro Câmara (CD Santo António) impôs-se em cadetes.

Nas categorias de veteranos triunfaram o master 30 Daniel Pombo, o master 40 Ricardo Soares (Bike House DH Team/Guimarães), o master 50 João Estevão (Wildpack Algarve Racing) e o master 60 António Rodrigues (Casa do Povo de Abrunheira).

Pela primeira vez correram ciclistas das categorias de escolas, embora sem atribuição de títulos. O melhor juvenil foi Duarte Ribas (Bike House DH Team/Guimarães), feito imitado por Nui Tai (Wildpack Algarve Racing) em infantis.

Parceiros

Deixe uma resposta