Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Ultra DURATRAIL, percorre os trilhos da “Serra Mãe”

Setúbal – Cidade Europeia do Desporto 2016, acolheu etapa do Circuito Nacional ATRP, na distância Ultra DURATRAIL.

Proaventuras organiza evento que marcou Setúbal

O Ginásio Proaventuras, secção de eventos outdoor, com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal, organizou a IV edição do Duratrail, com a distância de 53 Kms, grau de dificuldade 2 e 2194 metros de desnível positivo acumulado, a contar para o Campeonato Nacional de Trail Ultra, da ATRP – Associação de Trail Running de Portugal.

Os atletas podiam também escolher o Trail Longo de 28 Km, um Trail de 15 Km para aqueles que pretendiam iniciar-se na modalidade e um percurso de 14 km guiados, pra os aficionados das Caminhadas.

Ainda era noite, mas Setúbal era onde todos os caminhos iam dar

Ainda era de noite quando os que aceitaram o desafio da ULTRA, começaram a comparecer no Parque Urbano de Albarquel, em Setúbal, onde estava montada toda a logística, acorrendo ao secretariado, onde rapidamente lhe eram entregues os dorsais.

Estava na altura de equipar e seguir para a zona da Meta, onde após um breve briefing, pelas 07 horas, teve inicio o Ultra Duratrail, seguimos em grupo até à Avenida Luísa Tody, Setúbal, onde foi dada a partida oficial.

Logo de inicio tivemos que superar a subida de acesso ao Castelo de Setúbal, o que permitiu distender o pelotão, tendo os atletas melhores preparados fisicamente, evidenciado-se de imediato, entrando de seguida nos belos trilhos, que o Parque Natural da Serra da Arrábida, nos iria presentear, passando pelas terras da Comenda, Alto do Cuco, um verdadeiro carrocel de sobe e desce pela Serra S. Francisco e Serra do Louro e finalmente após 35 Km, chegamos à Quinta de Alcube, famosa pelos seus vinhos e queijos típicos da região de Azeitão, onde estava situado o 3º abastecimento.

Setúbal DURATRAIL

E que abastecimento!

E que abastecimento! Canja de galinha, bifanas, cerveja,…, e tudo servido com alegria e simpatia, pelos voluntários que se encontravam no local, mas foi também onde constatei o maior número de desistências.

Após recuperar as forças estava na altura de prosseguir, porque a seguir vinha a Serra de S, Luís e ainda teria que suar bastante.
Para aceder ao alto da Serra de S. Luis, onde estava o 4º abastecimento, tínhamos que subir por um longo estradão, onde eramos constantemente incentivados pelos Trail runner, que já estavam de regresso e tinham que percorrer o mesmo caminho.

Foi nesta parte do percurso que assisti a duas grandes provas de superação.

Provas de superação

Por esta altura já tínhamos cerca de 45 kms, nas pernas e no interior das instalações do Posto de Vigia, estava um jovem a descansar que já tinha comunicado à Organização a sua intenção de desistir.
De repente levanta-se, dirige-se para o exterior e informa a sua intenção de continuar, respondendo a Senhora que estava no abastecimento “- Mas agora não pode, o transporte para o levar já está a chegar.”, ao que o atleta afirma “– Diga que eu fugi.” e arranca.

Enquanto descia a Serra, assisti à segunda situação. Na berma do Trilho, estava sentado um companheiro com possivelmente mais 15 anos de “experiência”, do que eu , pelo que lhe perguntei se estava tudo bem, ao que me respondeu “– O objectivo é terminar, se tiver que parar 20 vezes, paro”, levantou-se e seguiu caminho.

São estas atitudes de auto-superação, que me fazem adorar o Trail Running.

Espero que ambos tenham conseguido concluir a prova. Eu acredito que sim, pois não os voltei a ver.

Faltava pouco, mas os Kms continuavam-se a acumular e ainda tínhamos que seguir pela Estrada Romana, que nos conduzia ao alto do Bairro do Viso. A partir daqui seria praticamente sempre a descer, com passagem pela Praia de Albarquel.

Setúbal DURATRAIL

Meta e Massada de Peixe, um final feliz

A zona da Meta, estava bastante animada com muitas pessoas a apoiar os atletas e o Speaker era incansável, mantendo a animação e a festa que se pretendia.

Só faltava uma coisa para terminar em beleza, a famosa Massada de Peixe, que este ano voltou a estar maravilhosa.

 

E os vencedores foram:

Ultra Duratrail 53 Kms

Contando com a presença de alguns dos melhores atletas do trail nacional, a distancia ultra teve como vencedor André Rodrigues da Dr.Merino/Nutrifit com o tempo de 5h06m57s, Bruno coelho – Sactenosol Outdoor / La Sportiva – 5:10;04 e Rui Luz – AMCF – Arrábida Trail Team – 5:31;28, respectivamente 2º e 3º lugar.

Em femininos Cristina Couceiro – ARSM – Associação Recreativa de São Miguel – 6:24;03 foi a vencedora, com os lugares imediatos a serem obtidos por Mary Vieira – Dr.Merino/Nutrifit – 6:33;03 e Sónia Tubal -Monsanto Running Team – 7:25;01.

Cirilo Formiga no pódio, António Soares o melhor de OPraticante.pt

O Praticante, a sua equipa OPraticante.pt, esteve representada por 53 Geral / 5º Escalão V50 António Soares – 7:12;02, 121º G / 2º V60 Cirilo Formiga – 8:50;21, 140º G / 37º V40 Nuno Lucas – 9:32;50.

Colectivamente

Sactenosol Outdoor / La Sportiva venceu com 15 pontos, AMCF – Arrábida Trail Team, com 16 pts, Dr.Merino/Nutrifit com 23 pts, completou o pódio, a equipa de OPraticante.pt obteve a 13ª posição com 314 pontos

Trail Longo 28 Kms

O vencedor foi Fernando Gomes – Clube de Atletismo de Ferreira do Zezere – 2:11;33, em 2º Fábio Fontoura – União Futebol Comércio Industria Atletismo – 2:12;51 e Custódio António – Beja Atlético Clube – 2:20;45 foi o 3º.

Cristina Ponte – União Futebol Comércio Industria Atletismo -2:34;22 foi a vencedora, Amélia Costa – Proaventuras – 3:03;38 – 2ª e Filomena Sabrino – Associação Cultural Sambraensse – ACS – 3:14;46 – 3ª.

Colectiva

1ªUnião Futebol Comércio Industria Atletismo – 11 pontos, Proaventuras – 61 pts, e Coimbra Trail Running – 151 pts.

Setúbal DURATRAIL

Trail 15 kms

João Plácido – União FCI de Tomar – 1:13;46 venceu, seguiu-se João Rebelo – Remo Clube Lusitano – 1:15;04, e Miguel Pires – AR Casaense – Escola de Atletismo de Coimbra – 1:15;32 fechou o pódio.

Inês Marques – Proaventuras – 1:18;43 foi a 1ª, 2ª Margarida Amaro – AMCF – Arrábida Trail Team – 1:28;00, 3ª Filipa Fernandes – União Futebol Comércio Industria Atletismo – 1:36;00.

O único representante da equipa de OPraticante.pt obteve o 117º G / 87º Sénior Carlos Figueira – 2:36;40.

Serra Mãe

A “Serra da Mãe”, como lhe chamou Sebastião da Gama, o Poeta da Serra da Arrábida, voltou a proporcionar um dia em pleno a todos os que participaram nesta IV Edição e os meus parabéns à Organização e aos voluntários, no próximo ano podem contar comigo.

Na noite calma, a poesia da serra vem recolher-se em mim.
E o combate magnifico da cor que eu vi de dia;
E o casamento do cheiro a maresia com o perfume agreste do alecrim
E os gritos mudos das rochas sequiosas que o sol castiga passam a dar-se mim.
E todo eu me alevanto e todo eu ardo
Chego a julgar a Arrábida por Mãe
Quando não serei mais que um bastardo

Sebastião da Gama

Rui Barbosa – Director do evento

O director do evento, Rui Barbosa declarou-nos “Em 2016, a 4ª edição do Duratrail teve motivos para ser especial: Fez parte do programa “Setúbal, Capital Europeia do Desporto” e integrou o Campeonato Nacional de Trail Ultra“.

Com a atribuição a Setúbal do título «Capital Europeia do Desporto 2016», o Duratrail teve o privilégio de integrar um rico programa de eventos e de contribuir para os seus objetivos: promover a atividade física no concelho setubalense e contribuir para a sua afirmação, nacional e internacional, como destino turístico e desportivo“.

Reconhecimento do DuraTrail

Acrescentou “Além disso, e, na sequência do reconhecimento do DuraTrail como uma das melhores provas nacionais de trail curto , foi-nos incumbida a responsabilidade de integrar o Campeonato Nacional ATRP na distância Ultra“.

Com uma distancia final de 58 km, a distância Ultra estendeu-se para lá dos limites do normal percurso do Duratrail, envolvendo assim uma área ambiental mais vasta e diversificada onde os atletas para além das vistas privilegiadas sobre uma das mais belas baías do mundo, percorreram a costa e matas arrabidinas, enfrentando um acumular de sobe e desce alucinante de gradientes exigentes, estando expostos a uma temperatura acima das normais para a época“.

Setúbal DURATRAIL

V edição do Duratrail já está agendada

A V edição do Duratrail já está agendada e será a 28 de outubro de 2017 .Fará parte do circuito nacional de trail ATRP a distancia curta de 38km.

O evento terá também uma mini distancia de trail e a já habitual caminhada.

Nós estaremos lá, e você vai faltar, se gosta de Trail, não perca este evento.

Texto: Nuno Lucas
Fotos: Proaventuras – Miro Cerqueira

Sobre o Autor

Artigos relacionados

1 Comentário

  1. Pingback: Dura, DURATRAIL de volta com Brutossauros - Opraticante

Deixe uma Resposta