Emoções da Volta a Portugal em Ovar

Mais de 30 anos depois, a Volta a Portugal em Bicicleta vai regressar à cidade de Ovar. Desde 1982 que a maior competição de ciclismo nacional estava arredada do concelho, mas um compromisso estabelecido entre a autarquia e a organização da prova torna possível esse regresso. No próximo verão, Ovar será ponto de partida de uma etapa da Volta. Para Salvador Malheiro, presidente da Câmara Municipal de Ovar, trata-se de satisfazer um compromisso assumido com os munícipes. “Ovar é terra de forte tradição no ciclismo. E o regresso da “Volta” ao nosso território, além da vertente lúdico-desportiva, assumirá também uma vertente turístico-promocional e económica, envolvendo a população, valorizando o território e contribuindo para a notoriedade de Ovar como local privilegiado para a prática de ciclismo, com reflexos diretos na dinamização da economia local e regional. Agora que a autarquia aprovou por unanimidade a participação na Volta a Portugal, Salvador Malheiro recorda a recente atribuição ao município do Prémio Nacional da Mobilidade em Bicicleta 2014. “Temos vindo a promover o uso da bicicleta como meio suave de mobilidade sustentável e como meio de transporte eficaz e ecológico para a descoberta do nosso território. Disponibilizamos, gratuitamente, 100 bicicletas, distribuídas por 12 Parques BIA – Bicicleta Pública de Uso Partilhado Interurbana de Ovar, estrategicamente localizados por todo o concelho. Certamente que a Volta a Portugal será mais um contributo para promover a mobilidade urbana sustentável, sensibilizando a população para a escolha de opções de transporte mais ecológicos como resposta ao desafio da defesa do ambiente e da redução da dependência energética.”

Ovar na Volta a Portugal

Data de 1982 a última passagem da caravana pelo concelho vareiro, quando a décima terceira etapa da 44ª Volta a Portugal terminou no Furadouro. Uma tirada ganha por Alexandre Ruas (Lousa) no ano da primeira vitória de Marco Chagas na Volta. No dia seguinte a caravana sairia da famosa praia de Ovar para a penúltima etapa da grande aventura das duas rodas.
Vinte anos antes a caravana assentou arraiais durante três dias no concelho de Ovar. A segunda etapa da 25ª Volta a Portugal chegou ao Furadouro. José Pacheco (FC Porto) venceu não só essa tirada como o circuito do Furadouro que se realizou no dia seguinte. O pelotão só abandonaria Ovar à quarta etapa. As vitórias de José Pacheco reforçaram o surpreendente triunfo do sprinter do Futebol Clube do Porto na Volta de 1962.
Recuamos meia dúzia de anos para regressar ao Furadouro que voltava a receber, em 1956, dois dias de competição: uma chegada e uma partida de etapa. Alves Barbosa (Sangalhos) que dominou essa Volta ganhou no Furadouro.
A estreia da presença “voltista” em Ovar aconteceu em 1935, ano em que aí terminou uma etapa ganha por Jose Marquez (Campo de Ourique). Dessa já muito distante sexta edição da Volta, os registos históricos recordam também um início de etapa em Ovar. No próximo mês de agosto será a sexta vez na história da Volta a Portugal que os ovarenses assistirão à partida de uma tirada. A 77ª edição da Volta a Portugal Liberty Seguros realiza-se entre 29 de julho e 9 de agosto.

Depois de tão longo interregno, o regresso da Volta a Portugal a Ovar representa o pleno na modalidade. Antes, já a ligação da autarquia ao ciclismo tinha ganho novo fôlego quando a cidade viu nascer a Escola de Ciclismo de Ovar e quando uma das principais equipas profissionais em Portugal, a Efapel, se instalou no concelho autodenominado “Território de Emoções”.

Parceiros

Deixe uma resposta