FC Porto e Imortal lutam por um lugar na final da Liga

O FC Porto e o Imortal LUZiGÁS protagonizam uma das meias-finais dos playoffs da Liga Placard, numa série que arranca esta sexta-feira (19h), com transmissão na RTP2 e .

FC Porto e o Imortal protagonizam uma das meias-finais dos playoffs da Liga

Tanner McGrew, atleta “azul e branco”, e Nuno Morais, jogador dos algarvios, foram os porta-vozes de cada uma das equipas na antevisão desta eliminatória.

Texto: Federação Portuguesa de Basquetebol
Fotos: FPB – Sportflash

FC Porto
Tanner McGrew – Foto: FPB – Sportflash

“Precisamos de estar unidos e vencer mais seis jogos”

No FC Porto, McGrew alerta para a qualidade do opositor: “O Imortal teve que superar muitas lesões recentemente, mas ainda está a jogar a um nível muito alto.

Todos os jogos contra este adversário serão uma luta para nós”, deixa o aviso.

O poste norte-americano quer que o ADN dos “dragões” se mantenha: “Se aproveitarmos a nossa profundidade e capacidade física, temos a chance de fazer uma série muito boa e de avançar para a final.

Vamos manter-nos fiéis ao nossos sistema de jogo e fazer o que pudermos para vencer”, promete.

McGrew indica um aspeto no qual a sua equipa deve evoluir: “Podemos melhorar a defender no 1×1, aspeto em que o Imortal é forte”, refere.

O jogador de 27 anos salienta o bom momento do FC Porto: “Cada equipa traz algo diferente a estes playoffs, temos de ser melhores do que os nossos adversários.

Estamos a jogar melhor, e se continuarmos assim temos grandes chances de disputar o campeonato. Precisamos de estar unidos e vencer mais seis jogos”, conclui.

“Temos sempre o objetivo de ganhar o próximo jogo”

Do lado da formação de Albufeira, Nuno Morais personifica a ambição do grupo: “Temos sempre o objetivo de ganhar o próximo jogo.

Neste momento só pensamos na partida de sexta-feira.

Como é óbvio, sabemos das duas importantíssimas baixas que temos, mas não vamos usar isso como desculpa. Queremos chegar o mais longe possível!”, vinca.

O base-extremo explica como o Imortal pode contrariar o poderio “azul e branco” e não dá importância às três vitórias sem resposta nos “quartos” da Liga: “Vamos ter de superar-nos a cada jogo!

Estarmos focados, sermos intensos, continuarmos a comunicar na defesa e a partilhar a bola no ataque.

Não temos nada a perder.

Penso que é irrelevante termos sido a única equipa com um registo limpo na ronda anterior, é passado e não temos de nos agarrar a isso.

Sabíamos que o mais importante era estar presentes nas meias-finais e conseguimos!”, afirma.

Nuno Morais confessa que esta passagem pelo clube está a ser muito especial: “Sem dúvida que está a ser uma fase fantástica!

Esta época ainda mais especial, depois de na última termos sido obrigados a parar.

A nível coletivo, com os resultados que alcançámos ao longo desta época, permitiu-nos a presença na Taça Hugo dos Santos, na final da Taça de Portugal e acabar num honroso terceiro lugar lugar da fase regular da Liga.

Em termos individuais, está a ser marcante pois estou a conseguir alcançar objetivos a que me propus, desde que iniciei a minha carreira: estar inserido num grupo que conseguisse estar presente nos momentos altos da época e, ao mesmo tempo, poder contribuir para isso.

Isto só é possível devido ao excelente grupo que temos e a todas as condições que o clube e a cidade nos proporcionam”, enaltece.

Quanto ao FC Porto, o jogador de 31 anos dirige rasgados elogios: “A equipa do FC Porto vale pelo seu todo, sem dúvida de que é a mais disciplinada da Liga.

É um conjunto bem organizado, sempre na procura da melhor solução, assim como da maior vantagem.

Penso que o seu jogo interior, capacidade de ressalto e o talento ofensivo são as suas maiores qualidades”, analisa.

Parceiros

Deixe uma resposta