Giro, sexto dia em que a “rosa” fala português

Giro de Itália 2021

João Almeida - Deceuninck - Equipe de ciclismo Quick-Step

Oitava etapa do Giro de Itália, uma vitória isolada do ciclista britânico Alex Dowsett da equipa Israel Start-UP Nation, no final dos 200km.

A etapa teve inicio em Giovinazzo e chegada a Vieste.

Alex Dowsett necessitou de 4h50m09s, para percorrer a distância e levar a melhor sobre os seus colegas de fuga com sucesso.

giro
Alex Dowsett – Israel Start-UP Nation

Tal vitória na Volta a Itália não tira o brilho que João Almeida da Deceuninck Quick-Step, herói do ciclismo nacional do momento.

Giro, João Almeida mantém o sonho vivo, a camisola Rosa e a Vitória

O ciclista português que há mais dias mantém a camisola rosa, símbolo do líder da classificação geral do Giro de Itália, edição do ano de 2020.

João Almeida sempre acompanhado pela sua equipa e altamente concentrado, cortou a meta na 17ª posição integrado no pelotão a 13m56s do vencedor da etapa.

Giro

Segunda-feira espera o pelotão o tão desejado dia de descanso.

Mas antes ainda têm pela frente a 9ª etapa com 207km com partida em San Salvo e chegada a Roccaraso.

Esta é considerada uma das etapas rainhas em que certamente não irão faltar ataques à liderança e vitória na etapa.

Esta etapa terá uma subida final com inclinação média de 5,7% sendo que a 2km da meta terá inclinação de 7%, chegando mesmo aos 12% no último km.

É mais uma etapa daquelas que deixa os adeptos do ciclismo português e não só “colados” às transmissões em direto, torcendo pelos heróis do momento, neste caso especial do João Almeida.

João Almeida – Deceuninck – Equipe de ciclismo Quick-Step

Neste momento e apesar de missão difícil de João Almeida, não impede os adeptos portugueses de acreditar numa vitória final.

Até mesmo porque o ciclista luso não se encontra na posição em que está por acaso.

Ninguém duvida do seu valor como ciclista e visto ser corredor de uma das melhores equipas Worldtour da atualidade

O sonho pode estar ali tão perto e como tal temos de acreditar até ao fim.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto: Francisco Heitor

Parceiros