Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Jessica Augusto, ser olímpica, uma sensação única

O surto de coronavirus que afetou não só Portugal, como todo o Mundo, também trouxe cancelamentos e adiamentos de outras competições internacionais a uma franja de atletas que podiam ter conseguido a sua quota de qualificação para esses mesmos Jogos Olímpicos, Jessica Augusto foi uma das atletas que não o conseguiu.

Agora existe uma espera até 2021, sem também se perceber se ainda haverá época e alguma competição para eles em 2020.

Jessica Augusto “É uma sensação única.. sou uma privilegiada por ser olímpica!”

Entrevistamos uma referencia do nosso atletismo português, Jessica Augusto que também tinha no seu caminho os Jogos Olímpicos e estava de volta em grande forma.

Ao longo da sua carreira conquistou mais de treze medalhas, em grandes competições internacionais, com destaque para o titulo de campeã de Europa, em 2010..

Participou em duas edições dos Jogos Olímpicos, tendo como melhor prestação o 7º lugar na maratona das Olimpíadas de Londres.

 

Carreira de Jessica Augusto

Jessica Augusto nasceu em Paris, neta de avós emigrados. Regressou com os pais a Portugal tinha 6 anos de idade para morar em Braga. Começou a correr pelo o Sporting Clube de Braga tinha 15 anos de idade.

O gosto pelo atletismo surgiu quatro anos antes, ao assistir aos Jogos Olímpicos de Barcelona pela televisão e foi estimulado pelo o triunfo de Fernanda Ribeiro em Atlanta.

A 10 de dezembro de 2000, ainda como júnior, conseguiu a sua primeira grande conquista ao sagrar-se campeã europeia de corta-mato, nos campeonatos disputados em Malmo, na Suécia.

Em setembro de 2015 juntou-se ao Sporting Clube de Portugal, seu clube de coração. A 10 de Julho de 2016, foi feita Comendadora da Ordem do Mérito.

Como reagiste a noticia do adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio derivado ao Covid-19?

Reagi à noticia com bastante alívio. Estava a causar-me stress e preocupação o fato de termos uma pandemia a nível mundial e de ver todas as grandes maratonas a ser adiadas.

Estava a preparar uma maratona para o final de abril, estava bem e com boas sensações. Tinha adiado já em dezembro e deixado os mínimos para a ultima. Portanto estava preocupada pois não tinha possibilidades nem condições em continuar a preparar-me.

 

Com o COVID-19, todos os atletas tem visto a sua prestação/treinos afetados, como estas a lidar com a situação?

Estou a lidar bem. Corro de manha sempre na rua. Da parte da tarde as vezes pedalo, faço reforço, reeducação postural, entre outras coisas… tivemos que nos reinventar.

A par do treino, como é que reorganizaste as outras áreas da tua vida?

Realizo tudo como antes, apenas estou privada a ir a um restaurante, a um cafe, um shooping, um cinema ou teatro. Organizo-me neste momento de modo a que saia para as compras semanais.

Esta pandemia o que te ensinou?

Ensinou-me a ter muita paciência e a ser mais positiva.

Jessica Augusto

Como começou o gosto pelo o Atletismo?

Começou na escola desde cedo. Participava no desporto escolar e nas provinhas da escola. Em 1996 vi a Fernanda Ribeiro ser campeã Olímpica e isso motivou-me a ir ao Departamento de Atletismo do SCBraga e inscrever-me para poder treinar e competir. Tudo começou em 1997.

Qual foi o ponto alto da tua carreira e o que significou para ti?

Tenho alguns pontos altos na minha carreira. As épocas 2009/2010 e 2010/2011 para mim foram quando dei mais nas vistas a nível mundial com participações nos melhores meetings a nível mundial e com a obtenção de marcas de excelência. Tambem foram épocas de medalhas.

Que objetivos tens a médio e longo prazo?

Neste momento é continuar a treinar dentro das possibilidades e esperar que o calendário de competições volte para podermos traçar novos objetivos. Gostava ainda este ano de correr os campeonatos de portugal de pista e a primeira divisão.

Sabemos que o teu pai é o teu maior ídolo, todas as conquistas são dedicadas a ele?

Ele partiu muito cedo e muito rápido, em 2011. Não contava e ainda hoje sofro com isso… sim, dedico-lhe tudo o que faço dentro e fora do atletismo. Converso muitas vezes com ele, falo do meu pai a minha filha Leonor… sinto falta dele.

O nascimento da tua filha Leonor mudou a tua vida?

Sim mudou a minha vida. Veio dar outro sentido a minha vida sem duvida. Leonor é Amor. Tenho uma filha espectacular!

Jessica Augusto, qual é a sensação de participar no sonho de muitos atletas, os Jogos Olímpicos?

É uma sensação única! Todo o envolvimento em si contagia. Sou uma privilegiada por ser olímpica e contar com 3 olimpíadas.

Jessica Augusto

 

E o sentimento quando conquistas medalhas de grande referencia, como aquela em Amesterdão em 2016 ou Barcelona em 2010?

É uma sensação boa. As medalhas de 2010 sao especiais… a de 2016 também é especial pois foi um regresso pós maternidade. Treinei bastante para as conquistar e é gratificante quando no dia as coisas correm 85% daquilo que planeaste.

Que mensagem gostarias de deixar para todos aqueles que seguem a tua carreira?

Que sejam felizes a fazer o que fazem… sem paixão as coisas custam mais e nem sempre correm bem. Obrigada por estarem aí desse lado.

Por ultimo, Jessica Augusto deixou o seu elogio sobre o trabalho desenvolvido do nosso projeto Opraticante.pt ..

Continuem a fazer o excelente trabalho que têm vindo a fazer. Muitos sucessos.

Palmarés de Jessica Augusto

Nome: Jessica Augusto
Modalidade: Atletismo
Local/Data de Nascimento: Povoa de Varzim
Clube: Sporting Clube de Portugal

Jogos Olímpicos
Pequim 2008 (3000 metros obstaculos)-Meias Finais
Pequim 2008 (5000 metros)-Meias Finais
Londres 2012 (Maratona)-7ºLugar

Campeonatos do Mundo
Helsinquia 2005 (5000 metros)-Meias Finais
Osaka 2007 (5000 metros)-15ºLugar
Daegu 2011 (10000 metros)-10ºLugar

Campeonatos de Europa
Barcelona 2010 (5000 metros)-Medalha de Bronze
Barcelona 2010 (10000 metros)-Medalha da Prata
Zurique 2014 (Maratona)-Medalha de Bronze
Amesterdão 2016 (Meia Maratona)-Medalha de Bronze

Mundiais de Pista Coberta
Valência 2008 (3000 metros)-8ºLugar
Doha 2010 (3000 metros)-8ºLugar

Europeus de Pista Coberta
Viena 2002 (1500 metros)-Meias Finais
Madrid 2005 (3000 metros)-Qualificações
Turim 2009 (3000 metros)-10ºLugar

Campeonato Mundial de Corta-Mato
Mombasa 2007 (Corta-Mato)-12ºLugar

Campeonato da Europa de Corta-Mato
Medulin 2002 (Corta-Mato)-16ºLugar
Heringsdorf 2004 (Corta-Mato)-18ºLugar
Tilburg 2005 (Corta-Mato)-30ºLugar
Legnano 2006 (Corta-Mato)-9ºLugar
Toro 2007 (Corta-Mato)-11ºLugar
Bruxelas 2008 (Corta-Mato)-Medalha de Prata
Dublin 2009 (Corta-Mato)-4ºLugar
Albufeira 2010 (Corta-Mato)-Medalha de Ouro

Outras Conquistas
Campeonatos Ibero-Americanos: 3 medalhas de Ouro e 2 medalhas de bronze.
Campeonatos da Europa Juniores de Corta-Mato: (Medalha de Ouro), (2000-Malmo)
Jogos da Lusofonia (1500 metros) – (Medalha de Ouro), (2009-Lisboa)
2 Campeonatos Nacionais 1500 metros (2007, 2011)
1 Campeonato Nacional 5000 metros: (2006)
5 Campeonatos Nacionais Pista Coberta 1500 metros: (2001, 2002, 2005, 2008 e 2010)
2 Campeonatos Nacionais Pista Coberta 3000 metros: (2002 e 2006)
3 Campeonatos Nacionais Corta-Mato (2006, 2007 e 2008)
Terceira classificada na 27.ª edição da Meia Maratona de Barcelona com 1:10.36 horas em 12 de fevereiro de 2017
Primeira Classificada na Maratona de Hamburgo 2017 com 2h25min.

Recordes Pessoais
1500 metros: 4.07min. (Espinho-2010)
3000 metros : 8.41min. (Monaco-2007)
3000 metros com obstáculos: 9.18min. (Huelva-2010)
5000 metros: 14.37min. (Paris-2010)
10000 metros: 31.19min. (Ostrava-2010)
Meia Maratona: 1h09min. (Ostia-2011)
Maratona: 2h24min. (Maratona de Londres-2014)

Página oficial de Jessica Augusto
Página de Jessica Augusto.

Texto: Tiago Lopes

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta