João Nuno de bronze na Taça da Europa de Juniores

João Nuno Batista

João Nuno Batista conquistou a medalha de bronze na Taça da Europa Júnior de Banyoles, em Espanha, com 00:52:21, um excelente resultado numa competição dura, onde o atleta deu tudo para alcançar esta conquista.

O atleta do Clube de Natação de Torres Novas, de apenas 15 anos, na sua segunda internacionalização conquistou o seu primeiro grande título internacional, no seu primeiro ano, de 4 anos como atleta junior, sendo o mais jovem nesta prova, entre 70 atletas que alinharam à partida.

Texto: Federação Triatlo de Portugal / Triatlo de Torres Novas
Fotos: Cedidas pela FTP e Triatlo de Torres Novas

João Nuno Batista

Oito atletas nacionais participaram na Taça da Europa de Banyoles

Participaram na Taça da Europa Júnior de Banyoles mais sete atletas nacionais, cinco masculinos e três femininos.

Alexandre Montez, que tinha vencido a competição em 2020, conquistou a 11.ª posição com 00:52:56;
Rodrigo Rodrigues ficou no 30.º lugar com 00:54:31;
Alexandre Silva na 33.ª posição com o tempo de00:54:33;
e Diogo Tomé passou a meta em 38.º lugar com a marca de 00:55:08.

Pódio de João Nuno Batista

3º lugar de João Nuno Batista conquistado ao sprint

João Nuno Batista e Alexandre Montez fizeram uma natação muito forte, saindo com um excelente tempo nas primeiras posições.

O ciclismo foi outro segmento muito forte de ambos os atletas, com João Nuno a destacar-se na corrida onde conseguiu impor um ritmo que lhe permitiu alcançar a meta a apenas sete segundos depois do vencedor e que lhe permitiu conquistar merecida medalha de bronze.

De realçar uma prova muito rápida, de nível competitivo muito elevado, com muitos atletas a chegar à meta com pouco tempo de intervalo.

A competição foi ganha ao sprint pelo espanhol David Cantero Del Campo com 00:52:14 seguido de Hampus Mansson da Suécia, que alcançou a meta três segundo depois.

João Nuno Batista terminou esta prova no 3º lugar ao sprint com o espanhol David Cantero e o sueco Hampus Mansson, depois de realizar uma excelente corrida de 5000m em 14m38s, o ciclismo com 20kms em 26m44s, e de ter saído na 6ª posição na natação com 750m em 9m02s, realizando um tempo total de 52m21s.

“Esta medalha significa muito para mim”

João Nuno Batista referiu “Fiz uma excelente natação, tendo saído no grupo da frente, no ciclismo fomos sendo apanhados por vários grupos que vinham atrás.

Quando cheguei à segunda transição ia mal colocado. Tive que fazer uma transição e um início de corrida bastante rapidos, até apanhar o grupo da frente, onde estavam cerca de 10 atletas.

Tentei ir sempre com os atletas da frente até ao final, conseguindo com o sprint final a conquista do terceiro lugar.

Esta medalha significa muito para mim pois é a minha primeira medalha internacional, sendo eu o mais novo em prova consegui chegar ao top 3 de uma taça de Europa de Juniores, é um bom prenuncio para o futuro.

Estou com bastantes espectativas em relação ao campeonato de Europa de Youth pois vou estar a competir com pessoas mais da minha idade.

João Nuno Batista com o seu treinador Paulo Antunes

João Nuno Batista candidato ao título europeu

O João, apesar da sua juventude e de ser o atleta mais novo em prova, sabia que fisicamente estava muito bem.

Ele durante as 4 semanas de estágio demonstrou em treino que este resultado era possível. Na natação saiu em 3º lugar para o ciclismo.

Nesse segmento formou-se um pelotão com cerca de 50 unidades. A posição à entrada para o parque de transição não foi a melhor o que fez com que o João começa-se a correr com sensivelmente 15″ de atraso para a liderança.

Após uma excelente corrida aos 4 kms chega ao grupo da frente e isola-se com o atleta espanhol que ganhou a prova e o sueco que acabaria de ficar em 2º lugar.

De referir que o triatleta espanhol que ganhou a prova participou este ano no Campeonato da Europa de atletismo de sub 23 nos 5 kms obtendo nessa mesma competição o 3º lugar.

Gustavo do Canto, João Nuno Batista e o treinador Paulo Antunes

Para o Campeonato da Europa de Youth (atletas nascidos entre 2006 e 2004) o João que já se encontra selecionado juntamente com o seu colega de equipa Gustavo do Canto, partindo como um dos candidatos ao título Europeu.” declarou à nossa equipa de reportagem Paulo Antunes, treinador de João Nuno Batista

Matilde Santos foi a atleta nacional feminina mais rápida

Na competição feminina, Matilde Santos foi a atleta nacional mais rápida em prova ao alcançar o 8.º lugar com o tempo de 00:58:52, Beatriz Santos ficou na 28.ª posição com 01:02:53 e Maria Gonçalves alcançou o 30.ºlugar com 01:03:34.

A vitória foi conquistada por Tilda Mansson, da Suécia, com 00:58:00, seguida de Maria Casals Mojica com o tempo de 00:58:07 que conquistou a segunda posição e de Appoline Foltz, que ficou em terceiro lugar com 00:58:22.

Veja todas as classificações aqui

Parceiros

Deixe uma resposta