Banner superior
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

José ou Josés conquistam Trilhos Mineiros em Aljustrel

No dia 19 de março de 2017, em Aljustrel, realizou-se a 5ª Maratona por Trilhos Mineiros, vencida pelo José ou Josés?

Pelas 07h00 na pacata vila de Aljustrel, já se começava a notar alguma azáfama dos cerca de 350 “betetistas”que vinham desfrutar de uma manhã de puro BTT, onde “S. Pedro” presenteou com um nascer do sol fabuloso e um resto de dia soberbo.

Ainda antes da partida a organização colocou um “banquete” para os participantes se deliciarem antes do grande esforço que iriam despender.

Luís Costa campeão nacional de paraciclismo foi o padrinho

 

Pelas 09h00 deu-se a partida, com o campeão nacional de paraciclismo Luís Costa, o padrinho do evento a liderar o magnífico pelotão pelas principais artérias da vila de Aljustrel e a mostrar/ incentivar a todos a prática do desporto e insistindo com o seu lema “ Que nunca por vencidos se conheçam”.

É com esta frase que abordamos os vencedores de cada distância que nos narraram as suas prestações nesta 5º Maratona por Trilhos Mineiros.

José Rato vencedor dos 45 kms

José Rato descreveu-nos as suas impressões sobre o evento, o percurso e o seu futuro.

José Rato 1º classificado dos 45km, narrou que foi uma prova com um grande nível de intensidade e com grandes nomes do BTT ao seu lado, que tornou a vitória ainda mais saborosa. Foi uma partida muito rápida onde os participantes mais fortes ambicionavam estar no grupo da frente e onde a marcação foi muito forte.

A quando da divisão das distancias o grupo ficou reduzido e foram sempre em conjunto até á ultima subida, onde nos levavas até aos moinhos, arrisquei, fiz um ataque, esgotei as minhas forças mas tive a sorte de chegar em 1º lugar e á tão desejada meta.

O meu grande objectivo para esta temporada é Madrid/Lisboa a solo, mas foi um bom teste, a vitória sorriu a mim, mas podia ter sorrido a qualquer companheiro que me acompanhou.

José Silva vencedor da Maratona

Instantes depois chegou o grande vencedor da maratona José Silva que nos deixou o rescaldo da sua prestação, e nos falou do seu próximo objectivo.

Foi uma manhã magnífica com a temperatura e o tempo a ajudar, o inicio zonas rolantes, onde era propício a formação de grupos e tornando-se perigoso, onde aos cerca dos 15km fui para a frente.

Ao longo do percurso existiram algumas subidas já de dificuldade maior e na parte final onde se esperava uma chegada rolante, deparei-me com uma subida aos moinhos deveras respeitante.

Sendo que no final surpreendeu-me um trilho que mais parecia uma “Mini XCO”, onde se notou um grande trabalho de casa, onde se costuma dizer, “Trabalho de Inchada” e pormenores fantásticos, onde pedras foram pintadas, mostrando o caminho até a meta.

Não era o meu objectivo a maratona, mas culminou com uma semana de trabalho duro que necessitava de ganhar ritmo, para o meu grande objectivo Titan Desert que inicia em 30-04-2017 e termina a 05-05-5017, sabia que vinha fatigado mas a vitória sorriu-me.

Parto para os próximos objectivos confiante, tranquilo mas o mais importante é fazer o que gosto, divertir-me e sem quedas.

Classificações:

Geral 75k Masculinos

José Silva – Racingbikes/Goldnutrition/Newrace/BP/Olympia
Davide MarquesNutrimania / 360Bike-Trail / RudyProject Portugal
Filipe Coelho – Individual

Geral 75km femininos:

1ª Teresa Fernandes – DuraizosBTT/Lusabikes
Orieta Oliveira5Quinas/Munícipio de Albufeira

Geral 45 Masculinos

José RatoClube BTT Aguiar
João RodriguesG.D.Santa Cruz / litoralmotors.pt
Rui Gomes – BTT – Baleizão

Geral 45km Femininos

Leontina Borges PalhasBTT JD Carvalhal
Maria JesusTeam Escala Visual
Braulia Gamito – BTT Casa Benfica Grândola

Rescaldo

No rescaldo geral foi bastante positivo, bons trilhos, boas estradas, singlestracks soberbos e claro não podia de existir as “tais” subidas complicadas que fazem superar os participantes, onde terminou com uma “mini” descida XCO, mas de louvar entre todos os participantes que enalteceram.

É de saudar o esforço da organização para marcar as zonas perigosas e a existência de vários pontos de “reforço” de água, mesmo ainda não sendo primavera o calor já se fazia sentir.

È de mencionar a queda de um participante no grupo da frente onde teve prontamente a ajuda, mas veio-se apurar que o mesmo concluiu a prova e mostrando a verdadeira força e espírito de sacrifício do “Betetista”.

O Praticante esteve presente na meia maratona, representado por Horácio Correia ficando classificado em 16 º Veteranos A acompanhado da equipa OPraticante.pt/BTT Algarve Maniacs.

Visualize mais fotos efectuadas por Paula Silva aqui.

Texto: Horácio Correia
Fotos: Paula Silva

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta