Meligeni travada, Melnikova confirma favoritismo

Minella

Carolina Meligeni

Depois de derrotar a compatriota Beatriz Haddad Maia, a brasileira Carolina Meligeni Rodrigues Alves não conseguiu voltar a ser feliz e foi eliminada nos quartos de final do quadro principal de singulares do Jamor Magnesium-K Active Ladies Open, torneio internacional feminino de 25.000 dólares que a Federação Portuguesa de Ténis organiza no Complexo Desportivo do Jamor, em Oeiras.

Em sentido contrário, a russa Marina Melnikova voltou a vencer e ficou a um passo de mais uma final em solo português — desta vez em singulares.

Texto: Gaspar Ribeiro Lança
Fotos: Sara Falcão

Sitio oficial do evento.

Meligeni
Marina Melnikova

Meligeni travada depois de brilharete, Melnikova confirma favoritismo

Num dos primeiros duelos da jornada, Carolina Meligeni (número 321 WTA) começou muito bem e pareceu encaminhada para as meias-finais, mas a canadiana Carol Zhao (421.ª classificada, mas que já foi 131.ª) reagiu e conseguiu mesmo dar a volta ao encontro para vencer, por 1-6, 6-1 e 6-3, e alcançar as segundas meias-finais do ano, depois de ter sido finalista em Potchefstroom, na África do Sul.

Carol Zhao

Ex-top 10 do ranking mundial de juniores (e campeã de pares no Australian Open ao lado de Ana Konjuh, em 2013) e ex-aluna de Stanford, a canadiana de 25 anos atravessou períodos complicados devido a problemas físicos, que a afastaram várias vezes dos courts, e na terra batida do Jamor procura o primeiro título desde que em 2017 conquistou um ITF de 100.000 dólares em Shenzhen, na China.

Para chegar ao encontro de atribuição do título, Carol Zhao terá de passar pela jogadora mais cotada ainda em competição: a russa Marina Melnikova, que ocupa o 201.º lugar do ranking WTA e defende o estatuto de segunda cabeça de série.

Marina Melnikova

Russa voltou a avançar e está mais perto de nova final

Esta sexta-feira, Melnikova também venceu em três partidas, ao passar por Diana Marcinkevica (278.ª) com os parciais de 6-1, 4-6 e 6-3, e colocou-se a um passo de jogar a terceira final consecutiva em Portugal, desta vez em singulares.

Há duas semanas, no ITF de 60.000 dólares que aconteceu no mesmo palco, a russa de 32 anos sagrou-se finalista ao lado de Conny Perrin, da Suíça, e há oito dias conquistou o ITF de 25.000 dólares que se jogou no CETO — Clube Escola de Ténis de Oeiras com a holandesa Suzan Lamens.

Meligeni
Katharina Gerlach

A meia-final da parte superior do quadro colocará frente a frente Katharina Gerlach, da Alemanha, e Maria Gutierrez Carrasco, de Espanha.

A alemã confirmou o estatuto de quinta favorita (fruto do 241.º lugar no ranking) ao derrotar a norueguesa Malene Helgo (584.ª) em 1h39, por 6-2 e 6-4, e mantém vivas as aspirações de conquistar o primeiro título desde 2018.

A espanhola voltou a vencer em três partidas, desta vez com os parciais de 6-7(1), 7-6(6) e 6-3 frente à grega Valentini Grammatikopoulou — número 279 mundial que já chegou à 158.ª posição, em novembro de 2018.

Aos 23 anos, Gutierrez Carrasco procura a terceira final em Portugal (foi campeão em Santarém, em 2019, e finalista em Oeiras, em 2020).

Maria Gutierrez Carrasco

Definida a final de pares

Para além das meias-finais de singulares, esta sexta-feira também ficou definida a final de pares deste Jamor Magnesium-K Active Ladies Open: primeiro, a indiana Riya Bhatia e a brasileira Gabriela Cé derrotaram as quartas cabeças de série, Valeriya Strakhova e Shalimar Talbi, por 7-5 e 6-0.

E a fechar a jornada a húngara Adrienn Nagy e a sul-coreana Sohyun Park superaram a norueguesa Malene Helgo e a sueca Fanny Ostlund com 6-3, 3-6 e 10-6.

Parceiros

Deixe uma resposta