Munique 2022, European Athletics divulga qualificação

Munique

A European Athletics divulgou o sistema de qualificação para os Campeonatos Europeus de Munique 2022, que se realizarão de 15 a 21 de agosto.

Texto: Federação Portuguesa de Atletismo

Campeonatos Europeus de Munique 2022

Com um número de participações muito reduzido, a qualificação para os atletas (três por país) participarem na competição baseia-se em quatro pontos:

alcance das marcas de qualificação internacionais;
os campeões europeus em título;
os três primeiros classificados na Taça da Europa de 10 000 metros em 2021 e 2022;
e os convites para preenchimento de quotas com base nos World Rankings.

As quotas pretendidas pela Associação Europeia são de :

36 atletas nas provas de 100, 200 e 400 m, 35 nos 20 e 35 km marcha);
34 nos 3 000 m obstáculos;
32 nos 800 m, 30 nos 1 500 e 5 000 m;
27 nos 10 000 metros.

Todas as provas de saltos e lançamentos têm quota de 26 atletas e as provas combinadas aceitam 24 atletas.

Na maratona, que tem também classificação coletiva, a quota é de 60 (cada nação pode inscrever de 3 a 6 atletas, desde que cumpram as marcas de qualificação, salvaguardada que está a hipótese de poder deslocar-se um terceiro elemento sem marca, para completar a equipa, desde que os outros dois tenham essa marca).

Nas estafetas participarão 16 equipas (a Alemanha, país organizador, já tem uma quota garantida em cada estafeta, pelo que terão de qualificar-se mais 15 formações em cada estafeta), e também não incluem a estafeta mista de 4×400 metros.

Estes Europeus não têm 50 km marcha

Estes Europeus em Munique não têm 50 km marcha (substituídos pelos 35 km).

Os períodos para obtenção das marcas de qualificação foram marcados entre os dias 1 de janeiro de 2021 e o dia 26 de julho de 2022 para as estafetas, de 27 de janeiro de 2021 a 26 de julho de 2022 para as provas de 10 000 metros, marcha e combinadas, e de 27 de julho de 2021 a 26 de julho de 2022 para as restantes disciplinas.

Com base nas informações prestadas pela European Athletics, Portugal tem dois wild cards (que terão sempre de ser confirmados pelos regras próprias de qualificação da Federação Portuguesa de Atletismo):

Nelson Évora (triplo) e Inês Henriques (35 km marcha), campeões Europeus em Berlim 2018 (os Europeus de Paris’2020 foram cancelados);

e tem dez atletas com marca de qualificação internacional:

Samuel Barata (10 000 m), Pedro Pichardo (triplo), João Vieira (35 km marcha), em masculinos;

Lorene Bazolo (100 e 200 m), Cátia Azevedo (400 m), Marta Pen (1 500 m), Patrícia Mamona (triplo), Auriol Dongmo (peso), Liliana Cá (disco) e Sara Moreira (maratona), em femininos.

Parceiros

Deixe uma resposta