Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Não preciso de uma razão, apenas de um trilho na Raposa

Não preciso de uma razão, apenas de um trilho no IV Trail da Raposa

Trilhos, muitos trilhos, nunca faltaram trilhos na quarta edição do Trail da Raposa.

Esta prova realizou-se no passado fim-de-semana, dia 27 e 28 de maio e fez parte do Campeonato Nacional de Trail Curto série 150, na distância de 33Km.

Como tem sido habitual todos os anos, os participantes invadiram a cidade de Paredes para usufruir das condições naturais e exepcionais que o concelho oferece para a prática de trail running.

Este ano foram cerca de 500 trailistas e 400 caminheiros que se aventuraram pelos trilhos da Raposa!

Mafalda Moniz da equipa GO!Runners

Organização do Trail da Raposa

Este evento foi organizado pela ParJovem – Associação Juvenil do Concelho de Paredes e teve como objetivo promover a prática desportiva no concelho de Paredes.

A organização contou com o voluntariado dos alunos dos cursos de Técnicos de Apoio à Gestão Desportiva (vulgo TAGD) do Agrupamento de Escolas de Vilela e do Agrupamento Daniel Faria – Baltar e dos alunos do Curso de Turismo do Agrupamento de Escolas de Lordelo.

A partida em autocarros e a chegada da prova foi no Parque José Guilherme, bem no coração da cidade de Paredes, sendo o trajeto recheado de diversos pontos de desafio, diversão e beleza entre trilhos e caminhos rurais e florestais do concelho de Paredes.

Parque José Guilherme – Paredes

O Trail da Raposa apresentou 3 provas distintas:

– Trail Longo com a distância de 33km tendo a classificação de acordo com os critérios ATRP de Trail Longo – Grau 2 com um desnível de 1600D+.

– Trail Curto, com a distância de 19km tendo a classificação de acordo com os critérios ATRP de Trail Curto – Grau 2 e um desnível de 600D+.

– Caminhada com a distância de14km.

O trail curto iniciou-se na Vila de Recarei e o trail longo teve a sua partida na Aldeia de Aguiar de Sousa. Ambas as distâncias de trail realizaram-se no sábado e a caminhada realizou-se no domingo.

Nota positiva para a organização neste sentido, uma vez que desta forma evitaram que os atletas do trail se cruzassem com os participantes da caminhada e gerasse alguma confusão e demora no decorrer das diferentes provas.

A adesão à caminhada foi massiva, tendo a organização contabilizado cerca de 400 participantes! Sem dúvida que a prática desportiva veio para ficar!

Caminhada

A organização ainda tem programado os Trilhos Júnior da Raposa que serão realizados no Parque da Cidade de Paredes, dia 25 de Junho de 2017, pelas 10h30, sendo as distâncias definidas em função da idade.

A Raposa

A mascote do trail foi a Raposa, fez animar todos os trailistas antes e depois da prova.

Esteve presente para receber todos os atletas que decidiram pernoitar em solo duro disponibilizado pela organização.

Ao cruzar a meta lá estava ela de novo para receber todos os finishers e tirar as fotos da praxe.

Além disso também marcou presença na caminhada realizada no domingo.

A t-shirt e a medalha finisher oferecida pela organização a todos os inscritos também continham a imagem de marca – a Raposa.

E por fim, na entrega de prémios, lá estava a Raposa sempre muito animada nas fotos do pódio. Para o ano há mais Raposa!

A Raposa com os elementos da organização na meta

Desafio, diversão e beleza nos 33km

A manhã do dia 27 de maio começou pelas 8h50 no Parque José Guilherme, local de concentração para os atletas que iriam aventurar-se na distância mais longa do trail.

Do coração da cidade partiram cerca de 150 atletas em vários autocarros para o ponto de partida, a Aldeia de Aguiar de Sousa.

Chegados ao local, ainda houve tempo para alguns atletas fazerem um ligeiro aquecimento e a partida foi dada pontualmente e em contagem decrescente às 9h30 da manhã.

Após a partida fomos surpreendidos logo nos primeiros quilómetros por grandes subidas. Estava iniciada a “caça à Raposa”.

Todo o percurso foi bastante agradável e desafiante, com zonas bastantes rolantes alternadas com alguns picos e escaladas que fizeram correr o suor pela cara.

Fomos presenteados por vários singles tracks verdadeiramente frescos e bonitos que atravessavam os ribeiros.

O percurso passou por alguns locais emblemáticos como a Ribeira de Santa Comba, Ribeira de Lagares, Senhora do Salto e Covão. Várias vezes os atletas preferiram parar de correr para contemplar a beleza natural e para se refrescarem.

Todo o percurso com um encanto especial

Atravessámos várias pontes de madeira que faziam a travessia destes ribeiros e davam um encanto especial a todo o percurso.

Percurso dos 33km

Cruzámos algumas aldeias onde o percurso se tornou mais rolante e por isso mesmo nunca foi monótono.

Depois de ultrapassar o 30º quilómetro, atravessámos o último ribeiro e a última ponte e daí em diante foi sempre a descer até chegarmos à cidade de Paredes.

Assim que deixámos os trilhos e entrámos na cidade todo o percurso estava bem delimitado por gradeamentos e com a GNR a cortar o trânsito sempre que era necessário.

Foi cerca de 1km pela cidade até chegar ao parque José Guilherme onde estava a meta e a Raposa à espera de todos os finishers.

Ao longo dos 33km houve vários abastecimentos com tudo o que é necessário, desde água, doces, salgados e público a apoiar todos os atletas que passavam.

Atrás Fábio Pinto da equipa satecnosoloutdoor / lasportiva

A entrega de prémios também foi feita de forma expedita e sem demoras o que contribuiu para que de um modo geral os participantes tivessem gostado bastante do evento, bem como dos seus trilhos e da sua beleza natural.

Ouvidos alguns participantes, afirmam que a organização melhorou bastante relativamente ao ano passado e que voltarão numa próxima edição.

Oralklass-Amigos Do Trail equipa volta a destacar-se nos lugares mais altos!

Foi mais um fim-de-semana competitivo para alguns dos atletas da equipa.

Apesar do calendário bastante apertado, a equipa fez-se representar neste trail por 18 atletas.

Esta prova na distância dos 33km pontuava para o campeonato nacional de trail curto e por isso alguns dos atletas apresentaram-se na melhor forma para conseguir o máximo de pontuação. E não deixaram por menos!
Nesta distância, Maria Areias acabou por ser a grande vencedora, Nádia Casteleiro fechou o pódio em terceiro lugar e Maria Gonçalves foi a 7ª sénior a cruzar a meta.

No sector masculino, António Braziela Rocha foi quinto no geral, sendo o primeiro no seu escalão de Sub-23. António Braziela, recém chegado ao mundo dos trails, é a jovem promessa e tem vindo a surpreender a cada prova! Parabéns Braziela!!!

Pódio Sub-23 dos 33km

Ainda no sector sénior masculino, João Nogueira obteve um brilhante 7º lugar, Nuno Alves chegou pouco depois em 9º lugar, Paulo Conde foi 11º, Sérgio Suzano foi 21º, Gilberto Pimenta fez 30º lugar e Filipe Carneiro foi 31º. No escalão de veteranos M40 o Sérgio Anunciação foi 15º classificado e o Fernando Taborda  foi 24º. O Veterano M50, Manuel Ferreira, foi segundo classificado no seu escalão.

No trail curto a equipa também esteve muito bem representada

Destaque para a Joana Gonçalves que tem vindo a crescer nas suas prestações e uma vez mais foi a grande vencedora dos 19km da Raposa.

Ivo Dias foi o 30º atleta do seu escalão a cortar a meta. No escalão de veteranos M40, José Costa obteve um excelente 11º lugar, Carlos Gonçalves foi 32º seguido de Bruno Albuquerque em 33º lugar.

Foi mais um fim-de-semana muito competitivo e com excelentes prestações a colocar o nome da Oralklass – Amigos do Trail no topo do campeonato nacional ATRP. Parabéns a todos os atletas e a todo o staff envolvido antes e durante a prova. Todos juntos e com grande espírito de equipa fizeram, uma vez mais, brilhar as cores da Oralklass!

Os campeões:

Trail Curto 19km 

Bruno Jesus (Individual), foi o vencedor com 1:40:43, em 2º Marcelo Pinto Araújo (Team trail 3pros15) – 1:42:12 com o 3º a ser obtido por José Paulo Ribeiro (Gondomar Futsal Clube) – 1:47:04

Pódio da Geral do Trail Curto

Em femininos a vencedora foi Joana Gonçalves (Oralklass – amigos do trail) – 2:06:54, com Fátima Coelho (Somos Nós Team) – 2:12:06 e Andreia Ribeiro Almeida (Fridão sem limites) – 2:15:53, a obterem o 2º e 3º lugar respectivamente

A equipa vencedora foi Fridão Sem Limites – 36 pontos, 2ª Nocturnos de Paredes – 58 pts, 3ª Casa das Reparações – 103 pts, 4ª Oralklass – Amigos do Trail – 131 pts

Trail Longo 33km Masculinos

Luis Semedo (AC Portalegre / UTSM), com 3:12:26 venceu, Bruno Coelho com 3:18:27 e Leonel Cunha ambos a representar a (Satecnosoloutdoor / lasportiva) – 3:20:41, ocuparam os restantes lugares do pódio

1ª Maria Areias (Oralklass – Amigos do Trail) – 4:08:51, a 2º Ana (Individual) – 04:13:22 e a completar o pódio Nádia Casteleiro (Oralklass – Amigos do Trail) – 04:14:46.

Coletivamente ganhou a equipa SatecnosolOutdoor / LaSportiva com 14 pontos, 2ª Oralklass – Amigos do Trail – 24 pts / 3ª AC Portalegre – UTSM – 40 pts

Pódio colectivo do Trail Longo

 

Texto: Maria Areias
Fotos: Organização / Adriano Reis

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta