Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Eu não Vi, onde pára a Lama Solta ?

Decorreu no passado Sábado dia 12 de Agosto o I Trail Lama Solta, inserido nas Festas do Louriçal 2017, no Concelho de Pombal.

I Trail Lama Solta

A organização da prova esteve a cargo da equipa Lama Solta da Associação Cultural Recreativa e Desportiva do Louriçal, e contou com o apoio da Critérios & Tradições – Associação Recreativa, Junta de Freguesia do Louriçal e Câmara Municipal de Pombal.

Caminhada

O I Trail Lama Solta foi constituído por uma prova cronometrada Mini Trail 15km de dificuldade média com aproximadamente 500 metros de acumulado positivo e uma Caminhada de 10km com cerca de 200 metros de acumulado positivo, distribuídos pelos lugares de Casais Loureiros, Matos da Vila, Casal Mouro, Ribeira de Santo Amaro, Santo António, Castelhanas, Santos António e Louriçal.

O secretariado e toda a logística da prova decorreu no Pavilhão Gimnodesportivo do Louriçal onde se efetuou o controle zero, partida e chegada de atletas e caminheiros.

Nomes bastante originais dados aos trilhos do Trail Lama Solta

O Mini Trail percorreu diversos Trilhos do concelho, utilizados frequentemente em provas de BTT e com nomes bastante originais (Trilho da Fonte, Trilho do Lava-Loiça, Trilho (Im)possible, Trilho da Escola, Trilho dos Moinhos, Trilho até te Borras, Trilho do Pinheiro Manso, Trilho do Ministro e mais alguns…).

Houve a preocupação por parte da organização de oferecer aos participantes um percurso diversificado e distribuído em cerca de 95% por trilhos não muito técnicos, estradões e ainda um ribeiro (Trilho dos Crocodilos) que veio mesmo a calhar uma vez que a prova se iniciou cerca das 17H30 com a temperatura a rondar os 35 graus!

Trilho dos Crocodilos

Derivado às elevadas temperaturas a prova de trail teve quatro abastecimentos líquidos com água bem fresquinha e dois de sólidos e líquidos bem localizados e diversificados.

Os abastecimentos de sólidos e líquidos existentes foram suficientes e tinham os mantimentos do costume e até um pouco mais, sendo assim compostos por laranjas, bananas, melancia, natas, marmelada, água, limonada, coca-cola, bolos entre muitas outras coisas.

Passagem Aqueduto do Louriçal

Pontos a melhorar na próxima edição:

Como ponto de melhoria, destaco os banhos pois o Pavilhão apesar de recente mostrou-se insuficiente para a quantidade de atletas, que no final da prova tiveram de aguardar cerca de 30 minutos para tomar banho, uma vez que havia água a sair dos balneários em direção ao interior do pavilhão e poderia danificar o piso.

Divertimento na Ponte do Louriçal

 

Os Vencedores

Pódio Sénior

Para a história da primeira edição ficam os nomes dos vencedores masculinos e femininos.

Em masculinos Diogo Pimenta – DCI/Pedrulha – Mealhada com 1:18:36 foi o vencedor do evento, cerca de um minuto depois chegou Valter – ACDRS Quinhendros – 1:19:49, e Álvaro Castelão – APJ team – 1:23:46 completou o pódio masculino.
 
Em femininos venceu Tetyana Vakulyuk – Caracol Trail Team – 1:36:39, Milene Santos – Grupo Alegre Unido – 1:40:45 foi a segunda, com o terceiro lugar a ser obtido por Maria Ramos – DCI/Pedrulha – Mealhada – 1:45:00.

OPraticante presente

O nosso projecto O Praticante, a equipa OPraticante.pt teve em Nuno Fernandes 188 geral / 52 M40 – com 2h32m36s e Zina Fernandes 189º geral / 12ª F40 – 2:32;40 os seus representantes.
Pódio Sénior

 

Organização simples, mas eficiente com marcações sem falhas.

Mais informação aqui.

Venha o próximo!

Texto: Nuno Fernandes
Fotos: Paulo Rosa / Jorge Pereira / Eduardo Neves / Célio Pedrosa

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta