Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Olímpico de Oeiras vencedor absoluto no Barreiro

A Mata da Machada no Barreiro recebeu ontem, dia 25 de fevereiro, os melhores atletas nacionais de Duatlo Cross, na segunda etapa da Taça de Portugal PORterra.

Mais de uma centena de atletas estiveram presentes numa prova com um traçado técnico e exigente de 5 km de corrida no primeiro segmento, 21 km de bicicleta no segundo segmento, terminando a última parte com 2,5km de corrida. Um traçado que contou com subidas ingremes e alguns sigle tracks, apresentou algumas partes rolantes. Ao longo do percurso esteve sempre presente a areia, característica do tipo de terreno onde se desenrolou a prova, que dificultou a progressão rápida para muitos dos atletas.

A incerteza da vitória no sector masculino

Na prova masculina travou-se uma luta pelo lugar mais alto no pódio, com alterações de liderança em cada transição de segmento. A disputa principal travou-se entre Rui Narigueta e Rui Dolores, que decidiram a prova mesmo nos últimos quilómetros de prova, tendo o Rui Narigueta alcançado o primeiro lugar e Rui Dolores o segundo. A fechar o pódio masculino, na terceira posição, surgiu o atleta vencedor da primeira etapa da taça de Portugal PORterra, Octávio Vicente do Núcleo do Sporting da Golegã.

Pódio feminino

Em feminino Sheila Marques repete a vitória

Sheila Marques repetiu a vitória na Taça de Portugal PORterra. A duatleta do Outsystems Olímpico de Oeiras dominou a competição individual ao liderar a competição feminina desde o início, seguida sempre de perto pela segunda classificada, Irina Coelho, Bike Clube S. Brás. Filipa Gonçalves, Núcleo do Sporting da Golegã, cortou a meta instalada na Mata da Machada em terceiro lugar, completando assim o pódio feminino.

Pódio Colectivo Masculino

O clube que se destacou por ser vencedor colectivo da prova feminina e masculina foi o Outsystems Olímpico de Oeiras. Em masculinos o Amiciclo Grândola classificou-se em segundo lugar e o GCA Donas – Triatlo em terceiro.

O Núcleo do Sporting da Golegã foi segundo classificado coletivamente na prova feminina e o Escola Triatlo Santo António Évora subiu ao pódio em terceiro.

Pódio Colectivo feminino

Prova Aberta

Na mesma manhã, foi também disputada uma prova aberta, no mesmo percurso, mas com uma distância menor em todos os segmentos, que contou com a participação de três dezenas de atletas. No percurso de 2,5km de corrida, 10,6km de ciclismo e 1,4km de corrida, destacaram-se a Malvina Gomes, atleta natural do Barreiro, que se classificou em primeiro lugar, Catarina Ruivo em em segundo e a fechar o pódio feminino Joana Rainho. Já na prova masculina o João Cordeiro, GCEAmadora foi o grande vencedor da prova. Vitor Neves classificou-se na segunda posição seguido de António Rodrigues em terceiro.

Este conceito de Prova Aberta permite não só que atletas experientes participem, mas também que outros atletas menos experientes, ou que nunca tiveram contacto com o duatlo se iniciem nesta modalidade.

A organização do Duatlo do Barreiro coube à Câmara Municipal do Barreiro e à Federação de Triatlo de Portugal.

Resultados completos aqui.

Texto: Filipa Gonçalves
Fotos: Clarisse Rodrigues / FTP

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta