Pedro Preto décimo classificado na corrida por pontos

Terceiro dia

Três dos cinco corredores da Seleção Nacional/Liberty Seguros que hoje competiram nas corridas por pontos do Campeonato da Europa de Pista, em Atenas, Grécia, chegaram à final. Pedro Preto, décimo classificado, conseguiu o melhor lugar absoluto.

A prova final de juniores contou com dois portugueses, Pedro Preto e José Sousa. O primeiro foi décimo classificado, com 4 pontos, enquanto José Sousa terminou na 19.ª posição, sem ter pontuado. O britânico Joey Walker sagrou-se campeão europeu.

Em sub-23, Rui Oliveira foi afastado na fase de qualificação, enquanto Miguel Amorim alcançou a final. Na corrida decisiva, o bracarense conseguiu 21 pontos, que lhe valeram o 14.º posto. A vitória foi para o bielorrusso Raman Ramanau.

“O Miguel Amorim teve um dos seus melhores desempenhos de sempre na corrida por pontos, com uma pontuação muito alta. O Pedro Preto e o José Sousa encontraram uma corrida muito rápida, na qual nenhum corredor conseguiu ganhar uma volta. Apesar disso, o Pedro conseguiu pontuar em dois sprints. Na qualificação, a Soraia Silva esteve na luta pelos pontos, mas não conseguiu apurar-se”, resume o selecionador nacional, Gabriel Mendes.

Os seis corredores lusos presentes em Atenas vão correr nesta sexta-feira. Ivo Oliveira, em sub-23, e José Sousa, em juniores, iniciam o concurso de omnium. José Sousa e Pedro Preto alinham na qualificação de scratch para juniores, às 10h40, e, caso passem à final, voltam a correr às 16h35. Soraia Silva, em juniores, também competirá em scratch, com eliminatória marcada para as 11h20 e final para as 15h45. Em sub-23, Rui Oliveira e Miguel Amorim disputam o scratch de sub-23, com qualificação às 11h50 e final às 18h00.

Segundo dia – José Sousa duas vezes 19.º classificado

O júnior José Sousa foi o único português a competir no segundo dia de corridas do Campeonato da Europa de Pista, que decorre em Atenas, Grécia, até domingo, sendo o 19.º classificado nas provas de perseguição individual e de 1 km contrarrelógio.

O jovem ciclista da Seleção Nacional/Liberty Seguros foi o 19.º na manga de apuramento da disciplina de perseguição individual, com um registo de 3’29”215. José Sousa completou o contrarrelógio de 1 quilómetro em 1’07”384, o que lhe valeu também a 19.ª posição. O tempo, abaixo de 1m08s, ficou dentro da meta estabelecida pelo selecionador nacional, Gabriel Mendes,

Esta quinta-feira será um dia repleto em termos de participação lusa, com cinco dos seis convocados em acção, todos nas corridas por pontos. A júnior Soraia Silva é a primeira a competir, na eliminatória, marcada para as 10h00. Caso fique apurada, a final será às 14h15. Também em juniores, Pedro Preto e José Sousa disputam a qualificação às 11h20, estando a fina agendada para as 17h00. O apuramento da corrida por pontos para sub-23, no qual Portugal estará representado por Rui Oliveira e por Miguel Amorim, será às 12h00, e a final às 18h00.

Atendendo ao estádio de evolução dos corredores lusos, o selecionador nacional considera que, nas provas masculinas da corrida por pontos, um lugar no primeiro terço da classificação será um resultado muito bom, enquanto um posto dentro dos dois primeiros terços da pauta será um bom resultado.

Primeiro dia – Ivo Oliveira sétimo classificado na prova de 1 km contrarrelógio

O português Ivo Oliveira foi o sétimo classificado na prova de 1 km contrarrelógio para sub-23 do Campeonato da Europa de Pista para sub-23 e juniores, que decorre em Atenas, Grécia, até domingo.

O corredor luso abordou a prova de contrarrelógio com intenção de preparar a preparação em omnium, mas com uma meta específica: cumprir os mil metros em menos de 1m08s. Ivo Oliveira fez bem melhor do que isso. Cortou o risco com 1’03”521. Fez o sétimo registo – melhor sub-23 de primeiro ano -, a 2,413s do alemão Maximillian Dornbach, que conquistou a medalha de ouro, com 1’01”108. O segundo foi o checo Robert Wagner, a 122 milésimos, e o terceiro foi o francês Thomas Copponi, a 963 milésimos.

“O Ivo teve um desempenho espectacular, conseguindo a sua melhor marca pessoal de sempre nesta distância. Não é um velocista, pagando isso com um tempo abaixo da média na primeira volta, mas foi melhorando, volta a volta, e conseguiu ser o mais rápido de todos os participantes na última volta”, explica o selecionador nacional, Gabriel Mendes.

Nas restantes provas deste dia inaugural da competição, as prestações dos corredores da Seleção Nacional/Liberty Seguros corresponderam às expectativas desportivas traçadas pelo selecionador.

Ivo Oliveira e Rui Oliveira competiram em perseguição individual para sub-23, tendo o primeiro estabelecido um registo de 4’28’’921, dentro do intervalo indicado ontem pelo selecionador nacional, que esperava um tempo entre os 4m28s e os 4m32s. O desempenho de Ivo Oliveira valeu-lhe a 11.ª posição. Rui Oliveira concluiu a prova com 4’34’’853, no 16.º lugar. O francês Marc Fournier sagrou-se campeão europeu.

Ainda em perseguição individual, mas na categoria de juniores femininas, Soraia Silva foi a 23.ª classificada, com 2’40’’950. A medalha de ouro foi conquistada pela polaca Justyna Kaczkowska.

O júnior Pedro Preto é o único luso a competir nesta quarta-feira. Vai participar na prova de perseguição individual, às 9h00, e na corrida de 1 km contrarrelógio, às 15h30.

Nota: Os horários apresentados estão de acordo com a Hora de Portugal Continental.

Deixe uma resposta