SÉRGIO CASTRO CONQUISTA PÓDIO COM EXIBIÇÃO DE LUXO

Sérgio Castro

A época de 2022 está a transformar-se num crescendo exibicional e de resultados para Sérgio Castro.

Desta feita, o piloto de Figueiró foi até a Montalegre rubricar uma exibição musculada na quarta tirada do Campeonato de Portugal de Kartcross by Transwhite, colocando o seu ASK 18 novamente no pódio.

E o resumo do fim-de-semana montalegrense de Sérgio Castro dá bem conta de que a prova fez jus ao que lhe tem acontecido no campeonato: ao longo dos dois dias o nível exibicional e os resultados foram sempre melhorando.

Leia também

ANDREIA “ESTAMOS NO SÉCULO XXI E UMA MULHER AINDA NÃO PODE VENCER?”

Texto: VMotores
Fotos: Omsrallyphotos

Exibição de luxo levou Sérgio Castro à conquista de novo pódio em Montalegre

Nos treinos cronometrados, foi sexto entre a dezena e meia de bravos de um pelotão sempre “feroz”, provando desde logo que “tínhamos realizado um bom trabalho e preparação do ASK 18 e conseguimos afinar bem o kartcross, percebendo, desde logo, que tínhamos tudo para ser competitivos”.

E foi com ganas de estar entre os melhores que Sérgio Castro atacou as três mangas de qualificação. E, nem o furo sofrido na Q1, que o atirou para um inglório 8º lugar. o fez desanimar.

Na Q2 entrou com tudo e, não só venceu a sua série como venceu e convenceu na manga, tendo nessa mesma Q2 feito a volta mais rápida de todo o fim de semana, colocando no cronómetro 39.971, sendo assim o único piloto a lograr baixar dos 4º segundos, Notável!

O infortúnio na Q1 forçava Sérgio Castro a voltar a atacar na Q3. E foi isso mesmo que aconteceu.

Voltou a vencer a sua série e terminaria a derradeira manga no 3º lugar, almejando garantir um lugar na 1ª fila da grelha para a Final.

Nesta, voltou a impor um andamento de grande nível, estando sempre na discussão pelos lugares do pódio, recebendo a bandeira de xadrez no 3º posto, conquistando assim o direito a subir ao terceiro degrau de um pódio pela segunda vez consecutiva na época.

“Voltamos a provar que estamos aqui para lutar pelo top 3”

Para o piloto, exibição e resultado são uma espécie de “tira-teimas final para quem pudesse duvidar da nossa competitividade.

Volta mais rápida, vitória numa manga e em duas séries, novo pódio e capacidade para estar sempre na discussão pela vitoria”.

Sérgio Castro considera que “voltamos a provar que estamos aqui para lutar pelo top 3 em todas as corridas e estamos agora e condições de focar na luta pelo pódio final no campeonato.

Temos a noção de que será difícil, mas encararemos uma corrida de cada vez e no final faz-se as contas!”.

Mesmo feliz com a exibição e o resultado, o piloto não quis deixar de lamentar “algumas coisas muito negativas que aconteceram em Montalegre ao nível organizativo.

As condições de pista foram péssimas, praticamente ao longo dos dois dias de competição.

Na final então foi demais, com tanto pó que, em larga parte da corrida a visibilidade era nula, sendo enormes os riscos que corremos. Lamentável!”.

Parceiros

Deixe uma resposta