Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

SL Benfica e Sporting CP Campeões de Esperanças

SL Benfica ganha há 16 anos (toda a existência dos campeonatos), as leoas passam a somar 6 títulos…

Como já se indiciava no final da primeira jornada, o SL Benfica (masculinos) e o Sporting (femininos) confirmaram o favoritismo e completaram mais uma edição dos Campeonatos Nacionais de Esperanças em pista coberta (que decorreram em Braga, no Altice Fórum) como campeões nacionais.

Caso único em 16 anos de competição, 16 títulos do SL Benfica

Caso único nas competições coletivas: em masculinos, apenas o Benfica se sagrou campeão de esperanças. Em 16 anos de competição, 16 títulos das águias! Desta vez deixaram o Sporting a 30 pontos, com o Grecas a chegar ao terceiro lugar, mas muito distante dos dois primeiros.

Sporting conquistou o seu sexto título

Em femininos, o Sporting conquistou o seu sexto título, deixando o Juventude Vidigalense a 32 pontos, e ainda mais longe ficou o Sporting de Braga, que somou 35 pontos, os mesmos que o Benfica, mas as bracarenses desempataram com mais títulos.

SL Benfica
Edson Gomes

Individualmente, destaque para o recorde pessoal de Edson Gomes (Benfica), nos 60 m barreiras, pela primeira vez abaixo dos 8 segundos, o que o deixa na 5ª posição de sempre.

Mariana Machado

Depois destaque para três atletas que bisaram títulos em Braga, começando pela atleta da “casa”, Marina Machado, que juntou o título de 3000 metros ao de 1500 m, o mesmo sucedendo com o benfiquista Isaac Nader, nas mesmas disciplinas.

SL Benfica
Isaac Nader

Depois, a sportinguista Catarina Karas, que venceu agora os 60 metros barreiras (melhorando até ser a 12ª de sempre na categoria) depois do comprimento na véspera.

Catarina Karas

Também com recordes pessoais e a subirem nos rankings sub23 de sempre, destaque-se:

A triplista Catarina Queirós, do Jardim da Serra, que chega a 10ª de sempre, com os seus 12,72 metros;

Catarina Queirós

E a lançadora do Sporting, Débora Quaresmas, que já é a 11ª de sempre, com os seus 14,28 metros no peso.

Pódios da segunda jornada:

SL Benfica mantêm hegemonia em masculinos

400 m: 1. Mauro Pereira, SLB, 47.89; 2. Miguel Alves, SCP, 48.62; 3. Pedro Mirassol, GRECAS, 49.32.
800 m: 1. Luís Monteiro, SCP, 1:52.61; 2. António Cunha, CPTSC, 1:53.20; 3. Diogo Pinhão, SLB, 1:53.43.
3000 m: 1. Isaac Nader, SLB, 8:21.68; 2. Alexandre Figueiredo, SLB, 8:23.08; 3. Ricardo Ferreira, SCP, 8:23.23.
60 m barreiras: 1. Edson Gomes, SLB, 7.96; 2. Edgar Campre, SLB, 8.30; 3. Rafael Ferreira, A20KM, 8.49.
Altura: 1. Gerson Balde, SLB, 2.13; 2. Nelson Pinto, CAS, 2.09; 3. Diogo Oliveira, GRECAS, 2.06.
Triplo: 1. Pedro Pinheiro, SLB, 15,39; 2. Tomás Dinis, SCP, 14,93; 3. Rinelmo Sami, SLB, 14,62.
Peso: 1. Mykyta Sudashov, SCP, 16,05; 2. Emanuel Sousa, SLB, 14,34; 3. Ricardo Varela, SCP, 14,08.

Classificação coletiva final: 1. SL Benfica, 131; 2. Sporting CP, 101; 3. GRECAS, 22; 4. J. Vidigalense, 16; 5. Associação 20 km Almeirim, 14.

Femininos, Sporting obtêm sexto título

400 m: 1. Carina Vanessa, SCB, 56.55; 2. Ana Costa, BFC, 57.70; 3. Beatriz Gameiro, SCP, 58.34.
800 m: 1. Sofia Duarte, JV, 2:15.09; 2. Camila Gomes, SLB, 2:15.58; 3. Carla Rodrigues, SLB, 2:15.75.
3000 m: 1. Mariana Machado, SCB, 9:38.42; 2. Andreia Pingueiro, JV, 9:39.89; 3. Sara Duarte, ACDSJS, 9:49.74.
60 m barreiras: 1. Catarina Karas, SCP, 8.65; 2. Maria Santos, CFOD, 8.95; 3. Vera Monteiro, CFOD, 9.01.
Vara: 1. Raquel Marques, GAF, 3.15; 2. Carlota Goncalves, UFCT, 3.15; 3. Leonor Suzano, MAC, 3.15.
Triplo: 1. Catarina Queirós, AJS, 12,72; 2. Mariana Novo, ACPV, 11,99; 3. Rosa Djombate, SLB, 11,98.
Peso: 1. Débora Quaresma, SCP, 14,28; 2. Inês Carreira, JV, 13,68; 3. Margarida Ferreira, SLB, 13,55.

Classificação coletiva final: 1. Sporting CP, 86; 2. J. Vidigalense, 54; 3. Sporting de Braga, 35; 4. SL Benfica, 35; 5. GD Estreito, 29.5.

Texto / Foto: Federação Portuguesa de Atletismo

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta