Taça de Portugal de Hóquei Subaquático FPAS

FPAS

A Taça de Portugal de Hóquei Subaquático FPAS é uma prova organizada em parceria com a Aquarca – Associação de Novos Desportos Aquáticos e realiza-se no próximo dia 12 de novembro de 2017, nas Piscinas Municipais de Porto de Mós.

Taça de Portugal de Hóquei Subaquático FPAS

Trata-se de uma competição de escalão Elite, cada equipa deve ter obrigatoriamente pelo menos seis jogadores inscritos e cada clube filiado FPAS pode inscrever mais do que uma equipa, sendo que apenas uma equipa poderá qualificar-se para a fase final.

As equipas são constituídas por 6 atletas e mais 4 suplentes sendo as substituições ilimitadas.

Nas extremidades da piscina estão colocadas no fundo duas balizas com 3 metros de comprimento e 18 centímetros de largura, onde deve ser introduzido o disco (1,3 kg de chumbo revestido de borracha) na calha da baliza.

O Hóquei Subaquático joga-se numa piscina que tenha as dimensões entre os 20 e 25 metros de comprimento, 12 e 15 metros de largura, deve ter uma profundidade mínima de 1,80 metros (mínimo para competições oficiais, para treinos qualquer piscina pode ser utilizada) e máxima de 3,65 metros, desde que a inclinação máxima não exceda os 10%, o ideal será 2,20 metros de profundidade constante.

O Programa previsto para o próximo Domingo, nas Piscinas Municipais de Porto de Mós é o seguinte:

• 10h00 – Reunião Técnica

• 10h30 – Reunião Árbitros

• 11h00 – Inicio dos Jogos

• 17h00 – Entrega de Prémios

A FPAS aproveita para agradecer à Camara Municipal de Porto de Mós a disponibilização das instalações e à AQUACARCA – Associação de Novos Desportos Aquáticos pela colaboração na organização da edição, deste ano, da Taça de Portugal de Hóquei Subaquático.

 

Referências históricas sobre a modalidade

O Hóquei Subaquático foi inventado em 1954 em Inglaterra por Alain Blake com o intuito de entreter os mergulhadores na altura do inverno. Inicialmente chamado ”Octopush”, o Hóquei Subaquático ao longo dos anos foi sofrendo modificações a nível de equipamento, número de jogadores e outros factores decisivos para transformá-lo na modalidade internacional que é hoje em dia.

Actualmente é praticado em quase todos os países da Europa, com destaque para o Reino Unido, França e Holanda que são as maiores potências. A nível Mundial temos países como a África do Sul, Austrália, Nova Zelândia, Colômbia, Estados Unidos da América e Canadá.

Em Portugal, a modalidade existe oficialmente desde 2007, tendo ocorrido experiências prévias a esta data, mas só nesse ano foi criado o primeiro Clube oficial de Hóquei Subaquático e, desde então, o crescimento tem sido muito significativo.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Fotos: Rui Pereira

Parceiros

Deixe uma resposta