Tiago Machado foi atropelado à saída de Braga

Tiago Machado

Tiago Machado apanhou este sábado um grande susto, ao ser atropelado quando regressava a casa depois do habitual treino. Dizemos susto porque o ciclista natural de Famalicão, de 36 anos, sofreu ‘apenas’ escoriações, tendo também o corpo dorido.

Texto: Ana Paula Marques
Fotos da página do ciclista

Tiago Machado “É de lamentar que ainda aconteçam tantos acidentes na estrada”

Tinha acabado de fazer o treino mais específico, já estava de regresso a casa, quando numa rotunda, à saída e Braga, um carro bateu-me por trás na roda.

Dei uma cambalhota no chão, a bicicleta ficou inutilizável. Tive de chamar a assistência em viagem“, contou-nos Tiago Machado.

Foi mais o susto, porque em termos físicos tenho umas mazelas, algum dorido. Doí-me um pouco o joelho, bati também com a cabeça no chão, mas tinha capacete.

Não fui ao hospital devido à situação pandémica, mas vou ser visto por um médico“.

O ciclista da Rádio Popular-Boavista faz questão de dizer que o condutor “foi correto“, porque “parou logo, prestou-me auxílio.

Era um rapaz jovem e disse-me que tinha carta há pouco tempo, estava até um pouco nervoso“.

Acidentes com os ciclistas, na estrada, em treino, acontecem todos os dias, em todos os países

Tiago Machado já tem uma longa carreira – foi profissional em 2005 -, tendo competido nove anos em equipas estrangeiras, na sua maioria do World Tour. E os acidentes com os ciclistas, na estrada, em treino, acontecem todos os dias, em todos os países.

Infelizmente somos o elo mais fraco na estrada, por mais que se mude a legislação, o comportamento das pessoas não muda.

O povo português parece ainda viver na ditadura. É de lamentar que ainda aconteçam tantos acidentes na estrada.

Os automobilistas que tenham um pouco mais de respeito e cumpram o código da estrada, só isso“, sublinha Tiago Machado.

Parceiros

Deixe uma resposta