Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Trail de Fátima “SER ÉPICO!” e assim foi

A sexta edição do Trail de Fátima, realizou-se no dia 27 de outubro, com partida junto ao CEF – Centro de Estudos de Fátima e chegada junto ao Salão Moita Redonda.

Esta edição contou com mais de 800 participantes. Organizado pela Vespinga/FET, conjuntamente com a Câmara Municipal de Ourém e com o apoio da Junta de Freguesia de Fátima, tendo como principais objetivos promover a região de Fátima/Ourém, a prática de um desporto saudável, desfrutar do meio ambiente e alertar para a preservação da Natureza.

Foto: Zé Paulo Marques

Trail de Fátima

A compor o Trail de Fátima, quatro distâncias, Trail Longo (30km), Trail Curto (15km), ambos pontuáveis para o CTR – Circuio de Trail do Ribatejo e com certificação ATRP e ainda um Mini-Trail (10km) e uma caminhada (10km).

Nos dias anteriores a organização foi dando informações importantes, tais como, horários do secretariado, horas de partida das provas, zona de parqueamento, zona de banhos, transporte entre a meta e a zona de banhos e vice versa apesar da curta distância entre ambos e reforço alimentar…uma organização exemplar.

Foto: Zé Paulo Marques

Zona de Partida do Trail de Fátima 

O dia começou com a abertura do secretariado e a entrega dos kits de participante no CEF – Centro de Estudos de Fátima, com um levantamento muito rápido e sem grande confusão. O kit continha uma t-shirt técnica, o dorsal com chip, uma caneta e folhetos e vouchers promocionais.

Na zona de partida os atletas tinham ainda uma zona de abastecimento para aproveitarem antes do ínicio da prova.

De salientar o grande ambiente vivido entre os atletas, já muito característico nesta zona do país.

Antes das partidas grande animação e aquecimento a cargo do CrossFit Fátima.

Foto: Paulo Sérgio

Primeiros km…

Cerca de meia hora depois da partida do Trail Longo, chegada a hora de sair o Trail Curto o que eu tinha escolhido participar.

Os primeiros km para mim foram os mais fáceis de fazer, primeiro uma subida em estrada até à entrada nos trilhos e depois uma longa descida nos mesmos, um ou outro estradão mas pouco.

Chegada à zona da gruta, zona muito linda e com muito tempo para apreciar, visto que para a atravessar de uma ponta à outra estive cerca de meia hora, muitos e muitos atletas se juntaram e muitos aproveitaram o momento para fotografar o momento. Apesar do muito tempo perdido garantias dadas pela organização que querem melhorar.

O pior foi o que veio a seguir, muito tempo parada dentro da gruta e depois da saída as pernas não queriam reagir, mas devagarinho lá se seguiu caminho rumo à parte mais difícil.

Chegada à parte mais complicada da prova, só já pensava porque me tinha ido meter num trail tão difícil e técnico comparado a todos os que tinha feito até aquele dia. Mais uma vez e apesar da dificuldade superei-me.

Foto: Rodolfo Deyllot

Trilhos de uma grande beleza

Dos trilhos mais bonitos percorridos até hoje! Vistas fantásticas!

A organização decidiu brindar-nos com um trail de nível elevado aproveitando as boas condições da zona. Um percurso fantástico de sobe e desce, subidas e descidas bem acentuadas e algumas zonas bem técnicas à mistura.

Os trilhos encontravam-se muito bem marcados e sinalizados, ora por fitas sinalizadoras, ora por placas informativas. Em nenhum momento houve dúvidas sobre o ruo a tomar. Em todos os cruzamentos que havia pelo trilho, havia sempre a presença de voluntários a indicar o caminho a seguir, com todos a apoiar e encorajar atletas.

Foto: João Lopes Photography

Abastecimentos e animação…

Durante o percurso do Trail curto tivemos três abastecimentos, dois deles com sólidos e líquidos, com muita escola para os atletas comerem e beberem e um somente com líquidos, neste último com membros da organização a vir entregar alguns sumos bem frescos aos atletas para além da água e isotónico. É nestes gestos que se nota a preocupação com os atletas.

Ainda de referir a muita animação que fomos tendo ao longo do percurso.

Destaca-se ainda a presença de vários fotógrafos ao longo do percurso, para quem gosta de rever as suas provas em fotos com certeza ficou satisfeito.

Trail de Fátima
Foto: Rodolfo Deyllot

Chegada

Na zona de meta a animação era muita, todos os atletas eram muito bem recebidos quando chegavam, quer pelo speaker Hugo Água, quer por todos os presentes.

Cada atleta que completou a prova teve direito a uma medalha de finisher.

Abastecimento final muito bom a que se seguiu um reforço alimentar, seguindo se a tão aguardada entrega de prémios e para os resistentes ainda houve festa!

Trail de Fátima
Foto: Rodolfo Deyllot

Trail longo teve como vencedores

Na vertente masculina a vitória sorriu a Vitor Cordeiro (EDV Viana Trail) – 2:53:58, Carlos Bárbara (C.S. Mamede) – 2:58:57 e a fechar o pódio Sérgio Correia (Zona Alta Trail) – 3:03:21.

Na vertente feminina a vitória sorriu a Vanda Santos (Individual) – 3:47:04, seguindo-se Marisa Figueiredo (Associação de Toledo) – 4:03:15 e a fechar o pódio Sofia Nunes (Cork Trail Team) – 4:09:17.

Foto: Zé Paulo Marques

Trail curto teve como vencedores

Na vertente masculina Paulo Santos (Adar-Calçados Milénio) – 1:24:00, seguindo-se Carlos Simões (Ama(dores) Trail Team/Acru) – 1:30:41 e a fechar o pódio Celso Marques (Nexebra Trail Team) – 1:30:44.

Na vertente feminina a vitória sorriu à madrinha da prova e atleta da casa Andreia Correia) (Vespinga Saudável/Fet) – 1:45:45, seguindo-se Cristina Pedro (Casa do Benfica em Abrantes) – 1:55:53 e a fechar o pódio Margarida Pestana (C.D. Os Águias de Alpiarça) – 2:01:01.

Trail de Fátima
Foto: João Lopes Photography

Mini Trail teve como vencedores

Na vertente masculina António Silvino (A Energia da Corrida) – 0:52:57, David Santos (Trail do Chicharo da Serra) – 0:53:26 e a fechar Sandro Jordão (Oxygen-Gym & Fitness) – 0:54:46.

Na vertente feminina Vera Reis (CrossFit Fátima) – 1:13:23, Marta Reis (CrossFit Fátima) – 1:13:23 e a fechar Carla Campos (Individual) – 1:19:17.

Helena Santos – OPraticante.pt – Foto: Rodolfo Deyllot

Opraticante.pt no Trail de Fátima

Opraticante.pt este representado por dois atletas que obtiveram os seguintes resultados André Pinho (101º geral/11º M35) – 5:34:11 nos 30 km e Helena Santos (353º geral/21º sénior) – 3:34:12 nos 15km.

Foto: Zé Paulo Marques

A organização ao longo do tempo prometeu que iria “SER ÉPICO!” e assim foi!

Texto: Helena Santos
Fotos: João Lopes Photography / Paulo Sérgio / Rodolfo Deyllot / Zé Paulo Marques

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta