Banner superior
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Principais regras de corfebol, uma modalidade diferente

Principais regras de corfebol

O grande diferenciador do Corfebol é a igualdade com que os sexos são tratados. É o único desporto onde é obrigatório que as equipas sejam constituídas por 50% dos participantes do género masculino e 50% do género feminino.

Durante o jogo, homens podem apenas marcar homens e mulheres apenas marcar mulheres. Isso faz com que não haja preconceito devido ao género das pessoas, transformando o desporto num meio altamente eficaz de integração social.

O objetivo principal é introduzir a bola no cesto da equipa adversária. O cesto está colocado num poste a 3.50 m do solo. A bola é disputada por duas equipas de oito elementos, quatro rapazes e quatro raparigas (2 à defesa e 2 ao ataque), e só pode ser jogada com a mão. Não pode ser driblada e os jogadores não podem dar passos com a bola na mão.

Campo de Jogo

O campo de jogo é retangular e deve possuir as dimensões de 40X20 metros, sendo dividido ao meio por uma linha central. Cada uma das zonas de divisão contém um cesto, colocado a 6.67 metros da linha de fundo. A 2.50 metros do cesto, no sentido da linha central, existe a marca de penalidade. Em cada uma das zonas são colocados 2 jogadores e 2 jogadoras de cada equipa, designados por “quadrado”: numa zona haverá um quadrado atacante e na outra um quadrado defensivo. Os jogos têm a duração de 50 minutos de tempo real, 2×25 minutos, com 10 minutos de intervalo.

No início do jogo, da 2ª parte e depois de cada cesto marcado, a bola é jogada a partir da linha central (no meio desta). Cada cesto equivale a um ponto. Sempre que há cesto a bola é reposta pela equipa que o sofreu. Quando o somatório dos pontos das duas equipas é par (p.e. 1-1; 3-1; 2-2), as equipas mudam de zona. Isto significa que sempre que se marcam dois pontos, quem estava a defender passa a atacar e quem estava a atacar passa a defender.

No início da 2ª parte, os quadrados atacantes (de ambas equipas) do fim da primeira parte mantêm-se, mas trocam de meio-campo. A defesa deve ser individual e por sexo, o que quer dizer que cada jogador defensivo deve defender (marcar) um jogador atacante da equipa adversária do mesmo sexo.

Não é permitido lançar ao cesto quando se está coberto (defendido ou marcado). Estar defendido é ter um adversário defensivo do mesmo sexo, à distância de um braço, entre si e o cesto e manifestando intenção de impedir o lançamento. O Corfebol é sobretudo um jogo tácito. O contacto físico só é permitido de forma moderada.

Principais proibições

As regras são claras na proibição da violência e/ou contacto físico entre adversários direta ou indiretamente por ação sobre a bola de jogo.

É pois interdito:
Tocar a bola com a perna ou com o pé ou com o joelho.
Bater a bola com o punho ou com o pé.
Bater ou tirar a bola das mãos do adversário ou de um companheiro.
Correr ou andar com a bola ou driblar.
Lançar de uma posição defensiva.
Lançar de uma posição defendida: entre o atacante e o cesto; de frente para o atacante; com o braço levantado à distância de um braço.

A partir deste fim de semana, iremos iniciar a publicação de artigos sobre jogos desta modalidade com a colaboração de Andreia Freitas.

Texto: Andreia Freitas

Fotos: Marco Spelten

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta