41.ª Volta ao Algarve | Gianni Meersman repete triunfo de 2012 e veste amarela

O belga Gianni Meersman (Etixx-QuickStep) é o primeiro dono da Camisola Amarela Liberty Seguros da 41.ª Volta ao Algarve, graças à vitória, ao sprint, alcançada na primeira etapa, uma ligação de 166,7 quilómetros, entre Lagos e Albufeira.
O velocista belga concluiu da melhor forma o trabalho feito pela equipa Etixx-QuickStep ao longo da viagem, repetindo o sucesso que já alcançara, no mesmo local, no arranque da Volta ao Algarve de 2012. Gianni Meersman terminou a tirada ao fim de 4h13m53s, à média de 39,396 km/h. O britânico Ben Swift (Sky) foi o segundo classificado e o alemão Paul Martens (Lotto NL-Jumbo) fechou o pódio da jornada.
A classificação geral tem a mesma ordenação, embora com diferenças de tempo ditadas pelas bonificações. Gianni Meersman comanda com 4 segundos de vantagem sobre Swift e com 6 segundos à melhor sobre Martens. “Gosto muito da chegada a Albufeira, já aqui tinha ganho a primeira etapa da Volta ao Algarve em 2012. É muito bom vencer novamente, este era o meu principal objetivo na corrida. Durante a etapa a equipa protegeu-me muito e deu-me bastante confiança. Agora vamos tentar vencer a classificação geral com o Michal Kwiatkowski ou com Tony Martin. A camisola amarela é para manter na equipa. Os meus principais objetivos na época são todas as corridas WorldTour”, afirmou Meersman antes de subir ao pódio.

A etapa foi animada por Mario González (ActiveJet), Joni Brandão (Efapel), João Benta (Louletano-Ray Just Energy) e Samuel Magalhães (Rádio Popular-Boavista), que iniciaram uma fuga logo após a partida, iniciativa que apenas foi anulada, devido ao trabalho da Etixx-QuickStep e da Lotto Soudal, a cerca de 15 quilómetros do final. O espanhol Mario González aproveitou a iniciativa para vestir a Camisola Azu Fundação do Desporto, símbolo de melhor trepador.
Gianni Meersman junta à amarela a Camisola Verde Turismo do Algarve, símbolo da liderança por pontos. A Camisola Branca Cyclin’Portugal, de melhor jovem, pertence ao italiano Davide Formolo (Cannondale-Garmin). Filipe Cardoso (Efapel) é o melhor português após a primeira etapa, tendo subido ao pódio para vestir a Camisola Laranja AMAL. Por equipas manda a Etixx-QuickStep.

Hoje, quinta-feira, disputa-se a segunda etapa da competição, que vai ligar Lagoa a Monchique, ao longo de 197,2 quilómetros. O carrossel final, na serra de Monchique, será, certamente, palco de ataques entre os candidatos e deverá fazer a primeira triagem.

Etapa/Stage/Étape
1.º Gianni Meersman (Etixx-QuickStep), 4h13m53s
2.º Ben Swift (Sky), mt
3.º Paul Martens (Lotto NL-Jumbo), mt
4.º Roy Jans (Wanty-Groupe Gobert), mt
5.º Zdenek Stybar (Etixx-QuickStep), mt
6.º Raymond Kreder (Team Roompot), mt
7.º Jesús Herrada (Movistar),mt
8.º Ramunas Navardauskas (Cannondale-Garmin), mt
9.º Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep), mt
10.º Guillaume Boivin (Optum), mt

Geral/Overall/General
1.º Gianni Meersman (Etixx-QuickStep), 4h13m43s
2.º Ben Swift (Sky), a 4s
3.º Paul Martens (Lotto NL-Jumbo), a 6s
4.º Roy Jans (Wanty-Groupe Gobert), a 10s
5.º Zdenek Stybar (Etixx-QuickStep), mt
6.º Raymond Kreder (Team Roompot), mt
7.º Jesús Herrada (Movistar),mt
8.º Ramunas Navardauskas (Cannondale-Garmin), mt
9.º Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep), mt
10.º Guillaume Boivin (Optum), mt

Parceiros

Deixe uma resposta