41.ª Volta ao Algarve | Martin e Thomas saem vencedores do contrarrelógio (3.ª etapa)

Algarve

O alemão Tony Martin (Etixx-QuickStep) e o britânico Geraint Thomas (Sky) foram os mais beneficiados com a terceira etapa da Volta ao Algarve, um contrarrelógio de 19 quilómetros hoje disputado entre Vila do Bispo e Sagres.
O campeão da Alemanha de contrarrelógio e campeão mundial da especialidade entre 2011 e 2013 foi o mais forte na etapa, pedalando à média de 52,174 km/h para cumprir o percurso em 21m51s. A vitória do germânico foi por uma unha negra, já que o campeão italiano de luta contra o tempo, Adriano Malori (Movistar), gastou apenas mais 403 milésimos de segundo.
Geraint Thomas alcançou o terceiro registo do dia, a 3 segundos do vencedor, e reforçou o estatuto de líder da competição. O ciclista da Sky permanece em posse da Camisola Amarela Liberty Seguros, tendo 30 segundos de vantagem sobre Tony Martin e 39 segundos de margem sobre o campeão mundial de fundo, Michal Kwiatkowski, dois homens da Etixx QuickStep, que preenchem o pódio da geral individual.

“Vim ao Algarve para experimentar a minha condição e fazer um bom teste, pois em fevereiro nunca se sabe qual é o nosso estado de forma. Esta é minha primeira vitória do ano. É sempre bom ganhar novamente no Algarve, todos os anos venho aqui e, com esta vitória, não consigo imaginar melhor maneira de começar a época. A diferença para o Thomas será difícil de recuperar. A última subida não é tão extensa para que se possa recuperar a desvantagem mas temos uma equipa forte e, se montarmos uma boa estratégia, jogando comigo e com o Kwiatkowski, temos possibilidades. É uma corrida em aberto e não vamos desistir”, prometeu Tony Martin, de olhos postos na quarta etapa.

Tiago Machado (Katusha) foi o melhor português na etapa, terminando com o décimo registo, a 37 segundos de Martin. Na geral, o famalicense subiu ao sétimo lugar, a 1m07s de Thomas, podendo ainda aspirar ao pódio. “Atendendo ao percurso do contrarrelógio, penso que estive bem, dado que o perfil da estrada e o vento favoreciam homens mais pesados. Deixei tudo na estrada e agora resta-me descansar para amanhã, que será mais um dia chave”, afirmou Tiago Machado.

Geraint Thomas lidera a geral individual e as classificações por pontos e da montanha. Sebastian Henao (Sky) comanda a tabela dos mais jovens e a Etixx-QuickStep é a melhor equipa.
Tudo pode, no entanto, mudar neste sábado, com a realização da etapa rainha da Volta ao Algarve. Os corredores vão enfrentar uma longa viagem de 218,3 quilómetros, com partida em Tavira, às 10h50, e chegada prevista para as 16h00, no alto do Malhão. A meta coincide com uma contagem de montanha de segunda categoria, que vai, provavelmente, determinar a classificação geral.
“Hoje conservámos a camisola amarela e isso era o mais importante. Amanhã será um dia duro, etapa será bastante extensa, com mais de 200 quilómetros. Tudo pode acontecer. Vamos tentar controlar a corrida e manter a camisola amarela”, disse o líder.

Etapa/Stage/Étape
1.º Tony Martin (Etixx-QuickStep), 21m51s
2.º Adriano Malori (Movistar), mt
3.º Geraint Thomas (Sky), a 3s
4.º Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep), a 9s
5.º Anton Vorobyev (Katusha), a 19s
6.º Jonathan Castroviejo (Movistar), a 26s
7.º Rein Taaramae (Astana), mt
8.º Luis León Sánchez (Astana), a 32s
9.º Sergei Chernetski (Katusha), a 34s
10.º Tiago Machado (Katusha), a 37s

Geral/Overall/General
1.º Geraint Thomas (Sky), 9h34m50s
2.º Tony Martin (Etixx-QuickStep), a 30s
3.º Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep), a 39s
4.º Rein Taaramae (Astana), a 53s
5.º Luis León Sánchez (Astana), a 1m02s
6.º Sergei Chernetski (Katusha), a 1m04s
7.º Tiago Machado (Katusha), a 1m07s
8.º Zdenek Stybar (Etixx-QuickStep), a 1m31s
9.º Richie Porte (Sky), a 1m33s
10.º Rubén Fernández (Movistar), a 1m38s

Texto e foto de: F.P.Ciclismo

Parceiros

Deixe uma resposta