41.ª Volta ao Algarve | Sky dominadora no Malhão (4.ª etapa)

A equipa britânica Sky dominou em toda a linha a quarta etapa da Volta ao Algarve, que hoje levou o pelotão desde Tavira até ao alto do Malhão, ao longo de extenuantes 218,3 quilómetros. O australiano Richie Porte venceu a tirada, enquanto o britânico Geraint Thomas conservou a Camisola Amarela Liberty Seguros.
A formação belga Etixx-QuickStep tudo tentou para contrariar o favoritismo dos homens da Sky, lançando Tony Martin e Zdenek Stybar em ataques sucessivos. Só que a armada britânica teve argumentos para responder e manteve a tradição na mítica subida do concelho de Loulé. Em quatro participações na Volta ao Algarve, a Sky ganhou quatro vezes no alto do Malhão: Richie Porte, em 2012 e em 2015, Sergio Henao, em 2013, e Stephen Cummings, em 2011.

Richie Porte levou 5h55m34s a cumprir os 218,3 quilómetros da etapa deste sábado, adiantando-se em 3 segundos ao campeão mundial de fundo, Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep) e em 6 segundos ao campeão de Espanha, Ion Izaguirre (Movistar), segundo e terceiro, respetivamente, que foram os primeiros a ser vitoriados pelos milhares de espectadores que se concentraram na subida final.
“Desta vez não estava previsto ganhar. A Etixx desgastou-nos bastante e eu estava reservado para rodar forte nos últimos 10 quilometros antes da subida. É bom poder recompensar o Thomas com a camisola amarela porque ele, nos últimos anos, fez muito por mim e pela minha carreira. A 300 metros da meta ele disse-me para atacar e tudo correu bem. Dias como este são raros. Foi perfeito. É um excelente arraque para a temporada e fortalece o moral da Sky”, declarou o australiano, vencedor da Volta ao Algarve em 2012.

Geraint Thomas, sempre bem acolitado por Porte, aguentou as ofensivas dos adversários, foi o quarto a cruzar a meta e comanda a geral individual com 27 segundos de vantagem sobre Kwiatkowski. “Foram seis horas de sobe e desce. Foi um dia duro, mas estou feliz, sobretudo por ter mantido a camisola amarela e o Richie [Porte] ter ganho a etapa. Vamos manter a camisola até ao final porque amanhã será ao sprint e não deverá haver problemas. Veremos como corre o Paris-Nice, mas o Richie será a aposta e eu um plano de reserva. Penso que iremos na melhor forma que pudermos, mas ele será o número um”, afiançou Thomas.
O português Tiago Machado (Katusho), sexto na etapa, cumpriu o objetivo com que entrou nesta Volta ao Algarve: chegou ao pódio da geral individual. Vai partir para a última etapa na terceira posição, a 1m11s da camisola amarela. “Gostava de ter discutido a etapa mas os homens da Sky controlaram e foram mais fortes. Tentei fazer o melhor possível e o pódio é um objetivo alcançado. Sabíamos a qualidade dos nossos adversários mas quando me ponho a pé da cama quero sempre ganhar. Penso que após tantos anos a discutir a Volta ao Algarve já merecia ganhar esta prova. Preparo-me no Inverno para estar aqui bem, mas tem aparecido sempre alguém mais forte”, disse Tiago Machado.
Nas classificações secundárias, Richie Porte assumiu a liderança da montanha, Geraint Thomas é o primeiro na calssificação por pontos, Tiago Machado segue como melhor português e o italiano Davide Formolo (Cannondale-Garmin) assumiu a liderança da juventude. A russa Katusha, dirigida pelo português José Azevedo, está agora á frente por equipas.
A 41.ª Volta ao Algarve termina neste domingo com uma etapa de 184,9 quilómetros, entre Almodôvar (10h30) e Vilamoura (14h42). Se prevalecer a lógica, será uma tirada propícia para os velocistas e de consagração para aqueles que conseguiram os melhores lugares na geral individual.

Etapa/Stage/Étape
1.º Richie Porte (Sky), 5h55m34s
2.º Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep), a 3s
3.º Ion Izaguirre (Movistar), a 6s
4.º Geraint Thomas (Sky), a 9s
5.º Michael Woods (Optum p/b Kelly Benefit Strategies), a 13s
6.º Tiago Machado (Katusha), mt
7.º Davide Formolo (Cannondale-Garmin), a 16s
8.º Alberto Losada (Katusha), a 21s
9.º Luis León Sánchez (Astana), a 25s
10.º José Mendes (Bora-Argon 18), a 31s

Geral/Overall/Général
1.º Geraint Thomas (Sky), 15h30m33s
2.º Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep), a 27s
3.º Tiago Machado (Katusha), a 1m11s
4.º Richie Porte (Sky), a 1m14s
5.º Luis León Sánchez (Astana), a 1m18s
6.º Rein Taaramae (Astana), a 1m19s
7.º Sergei Chernetski (Katusha), a 1m32s
8.º Alberto Losada (Katusha), a 1m55s
9.º Rubén Fernández (Movistar), a 2m04s
10.º Ion Izaguirre (Movistar), a 2m21s

Parceiros

Deixe uma resposta