Anhelina Kalinina foi a única a garantir acesso às meias-finais

Anhelina Kalinina

Anhelina Kalinina

A chuva decidiu estragar a programação do Oeiras Magnesium-K Active Ladies Open, ITF de 25.000 dólares que a Federação Portuguesa de Ténis e o CETO (Clube Escola de Ténis de Oeiras) organizam de 18 a 25 de Abril, e apenas um encontro de singulares, dos quatro previstos, terminou nesta sexta-feira, com a vitória a sorrir à ucraniana Anhelina Kalinina.

Texto: Gaspar Ribeiro Lança
Fotos: Sara Falcão

Sitio oficial do evento.

Vitória sorriu à ucraniana Anhelina Kalinina

Num duelo decidido num terceiro set (como muitos nesta competição), Anhelina Kalinina, terceira cabeça-de-série e atual 164.ª do ranking mundial, deu a volta a um parcial desastroso para bater Eva Guerrero Alvarez — campeã do Porto Open em 2019 e 234.ª melhor jogadora — pelos parciais de 0-6, 7-5 e 6-1.

Após um set onde a espanhola de 21 anos foi arrasadora, servindo a grande nível e atacando todas as bolas, Kalinina foi capaz de ser mais agressiva na resposta, colocar a adversária a correr e passou a tomar conta dos acontecimentos, invertendo uma desvantagem de oito jogos inaugurais da opositora.

As condições não estavam nada fáceis, havia muito vento e não estava a conseguir controlar a bola, tal como a minha adversária.

Comecei o encontro de forma horrível e a alto nível não é possível iniciar com um 6-0, 2-0.

O meu nível hoje foi mesmo desastroso”, considerou a antiga 107.ª WTA em declarações no final do embate à Sport TV.

Assim sendo, Anhelina Kalinina ultrapassa Eva Guerrero pela segunda semana consecutiva e na mesma fase do evento, após o triunfo no Jamor, também em três sets, no torneio de 60.000 dólares onde acabou por ser semifinalista, sucumbindo para a futura campeã Polona Hercog.

Hoje foi um encontro totalmente diferente. Ela jogou três vezes melhor e é uma jogadora que serve muito bem e é extremamente agressiva”.

Anhelina Kalinina
Mandy Minella

Duelo entre Simona Waltert e a Mandy Minella decide adversária

A ucraniana fica a aguardar pelo desfecho do duelo entre a suíça Simona Waltert e a luxemburguesa Mandy Minella, quinta favorita.

Aquando da interrupção devido à forte chuva, Simona Waltert liderava com alguma surpresa face à antiga 66 do ranking mundial por 5-0 em apenas 20 minutos.

A russa Marina Melnikova – carrasca de Francisca Jorge na segunda ronda – também tinha as meias-finais à vista, já que vencia por 6-3 e 1-0 (com break acima no segundo set).

O encontro entre Julia Grabher e Su Jeong Jang ainda não se tinha iniciado, pois estava escalonado para o terceiro duelo do dia no court Central.

Quanto à variante de pares, nesta sexta-feira apenas um embate dos quartos de final se pôde concluir, com a vitória das possantes Rebecca Marino e Isabella Shinikova.

A ação retoma ao CETO neste sábado, caso a chuva volte a dar tréguas, pelas 10h e volta a contar com transmissão em direto na Sport TV, com o compromisso pendente no court Central entre Simona Waltert e Mandy Minella, seguindo-se o duelo entre Julia Grabher e Su Jeong Jang.

As meias-finais já não terão acompanhamento televisivo, que regressa depois para a grande final de domingo.

Parceiros