Catarina e Rui repetem triunfo na Amadora

Catarina Ribeiro voltou a subir ao lugar mais alto do pódio da São Silvestre da Amadora, repetindo o triunfo do ano passado. Terminou a 42ª edição com o tempo de 34’05”. Salomé Rocha, que já ganhou a prova em 2013, ficou na segunda posição (34’58”), enquanto Cláudia Pereira completou o pódio com o tempo de 35’40”.

Catarina Ribeiro estava radiante “Consegui fugir por volta dos 2 kms, ataquei muito bem nas subidas, depois foi manter, o ano passado ganhei esta prova, mas depois não tive uma época boa, que 2017 seja melhor que 2016

Os vencedores
Os vencedores

No setor masculino, Rui Pinto, atleta do Sport Lisboa e Benfica, voltou a brilhar na São Silvestre da Amadora, vencendo pelo segundo ano consecutivo (30’25”) com três segundos de vantagem sobre o colega de equipa Samuel Barata. Hugo Correia, do Sporting Clube de Portugal, fechou o pódio com o tempo de 30’47”.

Rui Pinto manifestou “Acima de tudo dá-me um gozo correr esta prova, venho cá todos os anos, corrida muito bem organizada, a Amadora está de parabéns por esta organização, a prova é dificil e a subida dos comandos não ajuda, aumentando o grau de dificuldade da prova

Rosa Mota
Rosa Mota

Rosa Mota “Rosinha” volta à Amadora

Desafiada pela presidente da Câmara Municipal da Amadora, Carla Tavares, para regressar à prova, Rosa Mota (vencedora da 15ª edição em 1989) completou os 10 km em 42’34”, sendo a 15ª classificada no setor feminino. Um desempenho muito aplaudido por todos os amadorenses que nas ruas da cidade acompanharam a prova.

Rosa Mota declarou-nos “Foi muito, muito emocionante, as pessoas pareciam estar todas à minha espera, fez-me lembrar o ano, o passado em que cá vim a lutar pela vitória, o publico todo a chamar-me “Rosinha”, não se importando com o lugar em que eu vinha, queriam era que eu estivesse cá, os atletas, o ambiente maravilhoso, sobre o percurso, é bom, fiquei cliente, para o ano se calhar volto cá

São Silvestre da Amadora 2016
Fernanda Camahco à esqª com Margarida Amaro

Ouvimos Margarida Amaro – AMCF – Atleta de pelotão

Foi a minha segunda participação nesta mítica prova, que decorre no último dia do ano, e em que neste ano fomos brindados por um magnífico final de tarde. E pelo segundo ano consecutivo fiz a prova toda, os 10 km no seu total, a sorrir, mesmo quando subimos a já famosa estrada dos comandos, que este ano voltou ao percurso da prova.

Pelo segundo ano, por motivos de lesão, o ritmo impôs-se mais lento do que aquele que gosto de “imprimir”, principalmente nas provas de estrada. Mas, pelo segundo ano, ainda bem que tal aconteceu, pois permitiu-me vivenciar, com mais calma, e com a merecida atenção, toda a dedicação e calor humano que a população local, e apoiantes diversos que ali se juntam, mostram e transmitem a quem se aventura a correr 10 km pelas ruas da cidade da Amadora.

Não há como não sorrir, não agradecer….

E não há como não sorrir, não agradecer, não bater nas mãos dos braços esticados dos miúdos à beira da estrada, não sentir uma motivação extra pelo apoio do público feminino às corredoras. Quem corre com a camisola do já extinto Estrela da Amadora, tem um carinho especial da população. E todos nós, que por ali nos aventuramos, sentimo-nos, momentaneamente, pequenos heróis das corridas!

Envolvimento e o carinho de quem assiste

Por esse motivo se vêem tantas caras conhecidas, quer das provas de estrada, quer das provas de corta-mato e trail, que fazem questão de terminar o ano com esta corrida tão prazeirosa.

É, sem qualquer dúvida, das diversas provas de Trail e Estrada em que já participei, aquela em que sentimos verdadeiramente o envolvimento e o carinho de quem assiste, de quem apoia anonimamente.

Disse-o o ano passado no final da prova. Disse-o este ano no final da prova. Voltarei, concerteza, a dizê-lo futuramente: uma prova a repetir todos os anos!

São Silvestre da Amadora 2016

A São Silvestre mais antiga de Portugal deu brilho especial à cidade da Amadora, celebrando a 42ª edição com um percurso renovado, que envolveu o regresso à mítica subida dos Comandos, e com muita animação aos longo dos 10 km.

Com organização da Câmara Municipal da Amadora e do Desportivo Operário do Rangel, a prova reuniu cerca de 1.500 inscritos e provou que a despedida do ano deve ser feita em passo de corrida!

Fique a par de todas as novidades e informações do evento através de:
Facebook.
Sítio oficial do evento.

Parceiros

1 thought on “Catarina e Rui repetem triunfo na Amadora

Deixe uma resposta