“Cortar a meta de mãos dadas com os seus filhos ou filhas é o melhor presente que um pai pode receber”

pai

Cortar a meta numa prova de estrada de mãos dadas com os seus filhos ou filhas, num evento que tem que tem por nome “A Corrida do Pai” é sem dúvida alguma, o melhor presente que um pai pode receber no dia que lhe é dedicado. Pois, independentemente do resultado alcançado, aos seus olhos daquelas crianças, os seus pais serão sempre o “melhor atleta do mundo”, “o melhor Pai do mundo”.

Foi assim com este cenário que dezenas de crianças aguardaram a chegada dos seus pais no Queimódromo para com eles cortar a meta dos 10 km da corrida e celebrar o ”Dia do Pai”. Este foi o ambiente vivido na manhã do passado domingo 19 de março no queimódromo na cidade de Matosinhos, uma prova organizada pela RunPorto que já dispensa de apresentações, e que juntou cerca de 10.000 participantes entre a corrida e a caminhada.

Apesar do sol ter decidido não comparecer para a festa, o queimódromo estava iluminado pelo brilho dos olhos daquelas crianças que aguardavam ansiosamente à chegada dos seus pais.

Esta corrida já vai na sua 14ª edição e é sem dúvida alguma, uma prova a não falhar no calendário de muitos atletas, não só pelo seu significado, que promove a união da família, mas também pelo seu trajeto com uma vista deslumbrante sobre o mar e com o Parque da Cidade do Porto em pano de fundo.

Às 10 horas foi dado o tiro de partida, iniciando-se a corrida com a passagem pela rotunda da Anémona em direção ao Porto até a Praia da Luz, regressando de seguida à rotunda da Praça de Gonçalves Zarco em direção à Avenida da Boavista onde se deu o retorno ao km 7 para depois seguir para a meta contornando o Parque da Cidade.

Hélio Gomes Invicto na três ultimas edições

Pelo terceiro ano consecutivo, Hélio Gomes, do Sporting CP, venceu a Corrida Dia do Pai. O atleta cortou a meta aos 30m09s, logo seguido por Daniel Pinheiro, do Maia AC, com 30m18s, e Fernando Serrão, do Sporting CP, a fechar o pódio masculino com 30m29s.

No feminino, a prova foi vencida por Daniela Cunha, do Sporting CP, com 33m55s, seguida por Solange Jesus, também do Sporting CP, com 34m25s, e Sónia Pinto, do Sport Comércio e Salgueiros, que concluiu a prova aos 34m58s.

RunPorto solidário com Casa do Caminho

Como tem vindo a acontecer nas edições anteriores, a RunPorto também tem uma vertente solidária tendo sido entregue um cheque pelo seu diretor Jorge Teixeira, em conjunto com Luís Alves da Porto Lazer e da Câmara Municipal do Porto, à Casa do Caminho, no valor de 5.000€ reforçando assim a tradicional componente solidária dos eventos da Runporto.

A.D. Amarante Atletismo marca presença na Corrida do Pai

A Associação Desportiva de Amarante teve dois atletas a competir, sendo eles José Rocha e Miguel Queirós que completaram ambos a prova em 39m31s obtendo os 155° e 156° lugar da geral e o 17° em M45 e 29° em M35 respetivamente.

Podem ser visualizadas mais fotos sobre o evento efectuadas por Davide Pinheiro em:

Antes da Partida

No percurso Edifício Transparente

No percurso Praça Gonçalves Zarco

Na Chegada

[divide icon=”circle”]

Texto: Davide Pinheiro
Fotografias: Davide Pinheiro / RunPorto.

Parceiros

Deixe uma resposta