Banner superior
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Descobrir em 100 o mais jovem prodígio

O “Porto & Matosinhos Wave Series 2018” vai ter um final em grande. Depois de Peniche, o Rip Curl GromSearch está de visita ao norte de Portugal com uma prova exclusiva e que vai atrair centenas de jovens surfistas em busca da rampa de lançamento para o sucesso.

A competição tem data marcada para os dias 1 e 2 de dezembro e, para além de coroar os campeões nacionais de sub 12, sub 14 e sub 16, vai decidir os atletas que vão ter a oportunidade de voar rumo a Finalissima, algures num dos melhores spots de surf do planeta terra, em 2019.

Rip Curl Grom Search vai descobrir o mais jovem prodígio do surf nas praias do Porto e Matosinhos

O leque de jovens prodígios que vão marcar presença no Rip Curl GromSearch é muito vasto. Afonso Antunes, campeão nacional de sub18, Martim Nunes, campeão nacional de sub14, José Maria Bruschi ou Sacha Garcia são apenas alguns dos atletas que vão lutar por um lugar na finalíssima, na Austrália.

As inscrições estarão brevemente abertas no site da Federação Portuguesa de Surf (FPS).

O Rip Curl GromSearch está a percorrer 15 spots espalhados por 7 países europeus (França, Espanha, Portugal, Reino Unido, Irlanda, Itália e Holanda) à procura do melhor surfista júnior.

São esperados mais de 100 atletas

Portugal é, assim, o sexto país a receber esta prova. Depois da Costa da Caparica e Peniche, a última e decisiva etapa nacional tem lugar nas ondas do Porto e Matosinhos, nos dias 1 e 2 de dezembro, e vai definir os campeões deste circuito e os que terão um lugar na finalíssima, ainda num lugar a definir.

A prova Rip Curl GromSearch começou na Austrália em 1999 e é uma das maiores rampas de lançamento dos melhores surfistas mundiais.

Gabriel Medina (Brasil), Kolohe Andino (USA), Felipe Toledo (Brasil), Jordy Smith (África do Sul), Tyler Wright (Austrália), Stephanie Gilmore (Austrália) e Sally Fitzgibbons (Austrália) são alguns dos atletas que começaram a sua carreira no Rip Curl GromSearch e que atualmente competem na WSL (World Surf League).

Na edição de 2017, o português Guilherme Ribeiro sagrou-se campeão europeu sub-16 na final que decorreu em Hossegor, França.

Texto: Mediana
Fotos: Tó Mané

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta