Escola de Xadrez do Porto e A.XAT dividem últimos títulos

Escola de Xadrez do Porto

Decorreram em Soure os Campeonatos Nacionais de jovens de Semi-rápidas, a última prova referente à época de 2020/2021, e as equipas da A.XAT de Montemor-o-Novo e da Escola de Xadrez do Porto ficaram com maiores razões para celebrar, pois conquistaram os dois últimos títulos coletivos da temporada. A A.XAT impôs-se na categoria de Sub-14 a Sub-20, enquanto a EX Porto triunfou na categoria de Sub-08 a Sub-12.

A.XAT de Montemor-o-Novo

Texto / Fotos: Federação Portuguesa de Xadrez

Culminar de uma época brilhante ao nível coletivo da A.XAT

Para o conjunto de Montemor-o-Novo este título é o culminar de uma época brilhante ao nível coletivo, já que a A.XAT venceu todas as provas coletivas em que participou:

Nacional da 1.ª Divisão, Nacional de Semi-Rápidas Absoluto, Nacional de Rápidas Absoluto, Nacional de Rápidas de Jovens da categoria de Sub-14 a Sub-20 e, finalmente, Nacional de Semi-rápidas de Jovens da categoria de Sub-14 a Sub-20.

A forma como a A.XAT conquistou mais este título não deixou qualquer dúvida, pois conseguiu sete vitórias nos sete encontros realizados e totalizando 21 pontos.

Em termos de pontos de tabuleiro, a A.XAT apenas cedeu 1,5 e na demonstração de classe do conjunto sobressaíram o mestre FIDE José Francisco Veiga e João Cordeiro, que ganharam todas as sete partidas realizadas.

Cordeiro, aliás, teve um fim de semana em grande, pois tinha já conseguido em Soure o título nacional individual de Semi-rápidas da categoria de Sub-20.

Completaram o sucesso coletivo da equipa de Montemor-o-Novo o mestre FIDE Bruno Martins (6 em 7) e Tiago Silva (6,5 em 7).

O pódio deste campeonato ficou completo com o CCD Corvos do Lis, que somaram 18 pontos, e o Vitória SC, que obteve um significativo terceiro lugar em ano de estreia da equipa vimaranense.

Escola de Xadrez do Porto
Escola de Xadrez do Porto

Título da Escola de Xadrez do Porto não deixou grandes dúvidas

O título da Escola de Xadrez do Porto na categoria de Sub-08 a Sub-12 foi mais difícil do que o da A.XAT entre os mais velhos, mas também não deixou grandes dúvidas.

Os portuenses somaram 17 pontos, correspondentes a cinco vitórias e um empate nas seis jornadas realizadas, deixando o segundo lugar para o GD Ferroviários do Barreiro (15 pontos) e o terceiro para o CX Sintra (também com 15 pontos).

Fizeram parte da equipa campeã os jogadores Maria Rita Pinto, Miguel Rocha, Gustavo Filipe, Sofia Valente e Duarte Melo.

No sábado, realizaram-se os Campeonatos Nacionais Individuais das várias categorias (de Sub-08 a Sub-20).

Além do já referido João Cordeiro, dominador entre os Sub-20, destaque para o percurso imparável do mestre FIDE José Guilherme Santos (GX Alekhine) na forte competição de Sub-18, que ganhou com 100% (nove em nove), à frente de Miguel Sismeiro ( Escola de Xadrez do Porto ) e do mestre FIDE José Francisco Veiga (A.XAT).

Outro campeão 100% vitorioso (neste caso com sete em sete) foi Rodrigo Sarabando, do CX Colégio Português, nos Sub-14.

A equipa aveirense do CX Colégio Português levou para casa outro título, através de David Farias, nos Sub-12, que também teve um fim de semana ótimo, pois ganhou os jogos todos no torneio por equipas de Sub-08 a Sub-12.

Também com razões para festejar ficaram os responsáveis do CCD Corvos do Lis, que viram os irmãos Rodrigo e Henrique Basílio conquistarem os títulos nas respetivas categorias (Sub-16 e Sub-10).

O título entre os mais jovens (Sub-08) foi para Tiago Frutuoso ( Escola de Xadrez do Porto ).

Parceiros

Deixe uma resposta